Imagem em preto

A imagem será exibida em preto e branco e uma pequena janela será aberta. Gimp: Aqui você tem que criar uma imagem preto e branco de uma imagem colorida. Certifique-se de que a marca de seleção está marcada para visualização. Agora você pode determinar o valor de cinza de brilho, luminosidade e média. Preto e branco . Transparente Preto e branco. Imagens relacionadas: mulher casal retrato pessoas tristeza. 16.737 Imagens gratuitas de Preto E Branco. 1227 1276 145. Modelo Rosto Bela. 795 935 93. Solitário Homem Sessão. 1114 1295 126. Microfone Menino. 1194 1148 147. Menina Andar. 610 708 75. Elefante Animal África. 1095 1143 162. Garota ... Rosas Preto E Branco Pintura Preto E Branco Desenhos Preto E Branco Rosas Pretas Flores Pretas Luto Por Um Amigo Imagens De Luto Imagem De Desenho Triste Imagens Preta Luto - poema de Marcelo Roque Luto Viver preso a conceitos; não saber desistir das coisas quando estas já se esgotaram; insistir em velhos erros ao invés de tentar os novos. Para imprimir uma imagem em preto e branco, você pode usar um programa de edição de foto, como o Adobe Photoshop. Continue a leitura para aprender mais. Inicie o Photoshop. Espere o programa carregar. Outra maneira de fazer um fundo preto no Photoshop é cortar a imagem usando as ferramentas Caneta, Laço ou filtro Extract. Você usaria essas ferramentas cuidadosamente para desenhar um esboço em torno da imagem. Deixe sua camada de fundo preta usando as cores de primeiro plano e de fundo na paleta de ferramentas. 8/fev/2020 - Explore a pasta 'Imagem em preto' de alan oliveira viana no Pinterest. Veja mais ideias sobre Silhueta de dragão, Silhueta, Silhueta de fadas. Imagem em preto e branco de lápis coloridos com amarelo isolado. Vista de perto de peônia azul e branco isolado em preto. Fundo cinza prata. Retrato de um belo modelo de moda afro-americano. Texturas velhas de madeira escura. Telhas da parede cubos fundo. 167 Preto Papéis de Parede HD e Imagens de Fundo. Baixe grátis em todos os seus dispositivos - Computador, Smartphone, ou Tablet. - Wallpaper Abyss Ver 1 dica de 123 clientes para Clínica Imagem. 'Melhor clinica para dormir tranquilamente enquanto espera o atendimento' Consultório Médico em Rio Preto, SP

Stannis Baratheon (Parte 9)

2020.09.21 04:57 altovaliriano Stannis Baratheon (Parte 9)

Vamos fechar A Tormenta de Espadas.
Assim como ocorreu com a tomada de Ponta Tempestade, Stannis tem muitas recompensas narcísicas ao ajudar a Patrulha da Noite. Ele se instala na Torre do Rei (que não é nenhum trono de ferro, mas já significa algo), consegue uma vitória esmagadora, captura centenas de prisioneiros, enxerga oportunidades nos castelos e terras abandonados da Patrulha e encontra Jon Snow.
Sim, Jon Snow é tratado pelo Rei de Pedra do Dragão como um sinal de R’hllor, pois seus planos inicias limitavam-se em chegar até a Muralha:
Pode ser que me engane com você, Jon Snow. Ambos sabemos o que se diz dos bastardos. Poderá faltar a você a honra de seu pai, ou a perícia de seu irmão com as armas. Mas é a arma que o Senhor me deu. Encontrei-o aqui, tal como você encontrou o esconderijo de vidro de dragão aos pés do Punho, e pretendo usá-lo. Nem Azor Ahai venceu sozinho a sua guerra.
(ASOS, Jon XI)
Stannis também está novamente em seu ambiente, se preparando para uma guerra. Em vez de estar sentado, isolado, derrotado e tendo que decidir se sacrifica uma criança para realizar uma antiga profecia, Stannis está ouvindo relatos de primeira mão de pessoas que viram o inimigo em carne (gelo) e osso. Até pelo Portão Negro o rei se interessa.
Diferentemente de estar apático e entregando o controle dos homens a outras pessoas (como estava fazendo em Pedra do Dragão), Stannis volta a seu papel de comandante com punho de ferro. Os homens da Patrulha notam facilmente a diferença entre os homens do Rei e os homens da Rainha:
Aqueles eram homens do rei, porém; Sam rapidamente tinha aprendido a diferença. Os homens do rei eram tão terrenos e ímpios como quaisquer outros soldados, mas os da rainha eram fervorosos na sua devoção a Melisandre de Asshai e ao seu Senhor da Luz.
(ASOS, Samwell IV)
O sabor da vitória na Muralha também reaviva o senso de justiça de Stannis.
O Rei Stannis mantém bem os seus homens na mão, isso é evidente. Deixa-os saquear um pouco, mas só ouvi falar de três selvagens estupradas, e os homens que o fizeram foram todos castrados.
(ASOS, Samwell IV)
Vestido como um homem comum da Patrulha da Noite, pode-se dizer que o rei está de volta a sua confortável simplicidade. Entretanto, ainda usa um broche com seu coração flamejante.
Estava vestido com os mesmos calções, túnica e botas negras que um homem da Patrulha da Noite usaria. Só o seu manto o distinguia: um pesado manto dourado forrado de peles negras, e preso comum broche coma forma de um coração flamejante.
(ASOS, Jon XI)
Eu não saberia afirmar com certeza, mas ao falar apenas do pequeno broche sem mencionar a coroa, GRRM nos dá a impressão de que Stannis estaria menos disposto a ostentar símbolos religiosos que causassem estranheza. De fato, Stannis chega a Castelo Negro portando dois estandartes, um da Casa Baratheon e outro com o coração flamejante.
Flutuando sobre eles vislumbravam-se os maiores estandartes vistos até então, estandartes reais grandes como lençóis; um amarelo com longas pontas, que exibia um coração flamejante, e outro que era como uma folha de ouro martelado, com um veado negro empinando-se e ondulando ao vento.
Robert, pensou Jon durante um momento louco [...]
(ASOS, Jon X)
Eu não duvidaria que a idéia de usar ambos os estandartes tenha vindo de Davos, pois ele já observara que o veado coroado poderia funcionar para elevar o moral dos aliados da Casa Baratheon e intimidar inimigos:
No topo das ameias da Fortaleza Vermelha flutuavam os estandartes do rei rapaz: o veado coroado de Baratheon no seu fundo dourado, o leão de Lannister sobre carmim. […] O coração flamejante estava por toda parte, embora o minúsculo veado negro aprisionado nas chamas fosse pequeno demais para se ver. Devíamos ter hasteado o veado coroado, pensou. O veado era o símbolo do Rei Robert, a cidade rejubilaria ao vê-lo. Esse estandarte de um estranho só serve para colocar os homens contra nós.
(ACOK, Davos III)
Entretanto, convém observar que, aparentemente, o estandarte Baratheon clássico é maior do que o Coração Flamenjante:
O grande, o dourado com o veado preto, é o estandarte real da Casa Baratheon – disse Sam para Goiva, que nunca antes tinha visto bandeiras. – A raposa comas flores são da Casa Florent. A tartaruga é de Estermont, o peixe-espada é de Bar Emmon e as trombetas cruzadas pertencem aos Wensington.
São todos brilhantes como flores. – Goiva apontou. – Gosto daqueles amarelos, como fogo. Olhe, e alguns dos guerreiros têm a mesma coisa nas blusas.
Um coração flamejante. Não sei de quem é esse símbolo.
Descobriu bastante depressa.
(ASOS, Samwell IV)
O que isso quer dizer? Provavelmente nada, afinal Stannis ainda está firme me sua aliança com Melisandre.
Homens da rainha – disse-lhe Pyp […] -– mas é melhor que não ande por aí perguntando onde está a rainha. Stannis deixou-a em Atalaialeste, coma filha e a frota. Não trouxe mulher nenhuma além da vermelha.
(ASOS, Samwell IV)

É como dizem. Esta é que é a sua verdadeira rainha, e não aquela que deixou em Atalaialeste.
(ASOS, Jon XI)
O rei ainda fala em entregar prisioneiros às chamas como método de execução:
– Enquanto seus irmãos tentam decidir quem deve liderá-los, eu tenho falado com este Mance Rayder. – Rangeu os dentes. – Um homem teimoso, esse, e orgulhoso. Não vai me deixar outra escolha a não ser entregá-lo às chamas.
(Jon XI)
Inclusive, quando Jon Snow aponta que seus votos o impedem de aceitar a oferta de Stannis, Melisandre apresenta argumentos inteiramente baseados em sua fé e ainda fala em queimar represeiros, em um gesto explícito de intolerância religiosa, sem que Stannis lhe faça qualquer reprimenda.
R’hllor é o único deus verdadeiro. Um juramento prestado a uma árvore não tem mais poder do que um juramento prestado aos seus sapatos. Abra o coração e deixe que a luz do Senhor entre nele. Queime esses represeiros e aceite Winterfell como presente do Senhor da Luz.
(ASOS, Jon XI)
Então por que Stannis fica desconfortável quando Melisandre declama diante dos homens da Patrulha que ele é Azor Ahai renascido?
[...] todos pareceram surpreendidos ao ouvir Meistre Aemon murmurar:
A guerra de que fala é a guerra pela alvorada, senhora. Mas onde está o príncipe que foi profetizado?
Ele está na sua frente – declarou Melisandre –, embora não tenha olhos para ver. Stannis Baratheon é Azor Ahai regressado, o guerreiro do fogo. Nele, as profecias cumprem-se. O cometa vermelho ardeu no céu para anunciar a sua vinda, e ele traz a Luminífera, a espada vermelha dos heróis.
Sam viu que as palavras dela pareceram deixar o rei desesperadamente desconfortável. Stannis rangeu os dentes e disse:
Chamaram, e eu vim, senhores. Agora têm de sobreviver comigo, ou morrer comigo. É melhor que se habituem a isso.
(ASOS, Samwell V)
A resposta mais óbvia é a de que ser a reencarnação de um herói mítico o lembra dos problemas que ele enfrentou aproximadamente 1 mês antes em Pedra do Dragão, envolvendo o sacrifício de Edric Storm.
Como dito acima, Stannis parece estar confortável em seu antigo papel de comandante militar e rei. Nós vimos a mesma coisa acontecer após a morte de Renly. O que trouxe Stannis à Muralha foi mais o senso do dever do que as previsões de Melisandre.
Sim, devia ter vindo mais cedo. Se não fosse o meu Mão, poderia nem sequer ter vindo. Lorde Seaworth é um homem de nascimento humilde, mas recordou-me de meu dever, quando tudo aquilo em que eu conseguia pensar era nos meus direitos.
(ASOS, Jon XI)
Aparentemente, Davos foi muito competente em conciliar os deveres de Stannis como herói com suas obrigações como rei sem envolver de maneira alguma a profecia de Azor Ahai:
Tinha posto a carroça antes dos bois, disse Davos. Estava tentando conquistar o trono para salvar o reino, quando devia estar tentando salvar o reino para conquistar o trono. – Stannis apontou para o norte. – É ali que encontrarei o inimigo que nasci para enfrentar.
(ASOS, Jon XI)
Esta versão agnóstica de seu propósito de vida parece ter agradado bastante Stannis e se projeta para o futuro da história, como veremos em A Dança dos Dragões. Por isso os discursos de Melisandre sobre profecias orientais parecem um pouco fora do contexto quando ele fala aos irmãos negros.
É interessante notar também que pode ser simplesmente que Stannis continue cético quanto a ser Azor Ahai. Principalmente depois que Melisandre deixou ser enganada por Davos, bem de baixo de seu nariz. Aliás, se o cavaleiro das cebolas refletisse sobre o que a própria Melisandre lhe disse sobre o dom para ver as chamas, poderia até alegar para Stannis que a visão que ele viu no fogo deveria ser uma farsa. A sacerdotisa diz que a leitura das chamas requerem anos de prática e zomba de sor Axell por ter-se dito capaz (talvez porque tenha sido ela quem forjou imagens nas chamas enquanto mostrava a ele):
– O fogo é uma coisa viva – a mulher vermelha tinha dito, quando lhe pediu que o ensinasse a ver o futuro nas chamas. – Está sempre em movimento, sempre em mudança... como um livro cujas letras dança me se movimentam mesmo enquanto se está tentando lê-las. São precisos anos de treino para ver as silhuetas por trás das chamas, e mais anos ainda para aprender a distinguir as silhuetas daquilo que irá acontecer das que mostram o que poderá acontecer ou o que já aconteceu. Mesmo então, é difícil, difícil. Vocês, os homens das terras do poente, não compreendem. – Davos perguntou-lhe então como Sor Axell tinha aprendido tão depressa o truque, mas ao ouvir isso ela limitou-se a dar um sorriso enigmático e dizer: – Qualquer gato pode fitar uma fogueira e ver ratos vermelhos brincando.
(ASOS, Davos VI)
Porém, eu não acredito que seja o caso. Davos não deve ter feito esta conexão. Caso contrário, o comportamento de Stannis seria outro. O Baratheon do meio tem uma tolerância pequena a ser feito de bobo.
Os homens da Patrulha aprendem isso rapidamente com a eleição do novo Lorde Comandante. A demora na escolha deixa o rei furioso a ponto de Stannis fazer diversas ameaças e gestos tolos de vingança, como quando ele deixa os homens da Patrulha ajoelhados por muito tempo sem dar licença para que eles levantem da saudação.
O rei estava zangado. Sam viu-o de imediato. Enquanto os irmãos negros entravam, um a um, e ajoelhavam na sua frente, Stannis afastou o café da manhã de pão duro, charque e ovos cozidos, e olhou-os friamente. A seu lado, a mulher vermelha, Melisandre, parecia achar a cena divertida.
O Rei Stannis manteve os irmãos negros de joelhos durante um tempo extraordinariamente longo.
(ASOS, Samwell V)
O rei também já havia confidenciado a Jon Snow que iria sovar o novo Lorde Comandante a fim de instalar os selvagens na Dádiva:
Vou instalá-los na Dádiva, depois de arrancá-la de seu novo Senhor Comandante.
(Jon XI)
E completa:
Não sou um homem paciente, como os seus irmãos negros estão prestes a descobrir.
(Jon XI)
Mais tarde, Samwell usa estes posicionamento de Stanis para criar um boato de que o rei pretende ele mesmo nomear o próximo Lorde Comandante. Mas não só ele. Os rumores também estão sendo utilizados pelos apoiadores de Janos Slynt.
Se permitirmos que Stannis escolha nosso Senhor Comandante, transformamo-nos em seus vassalos em tudo menos no nome. Não é provável que Tywin Lannister se esqueça disso, e você sabe que será Lorde Tywin quem vai ganhar no fim. Já derrotou Stannis uma vez, na Água Negra.
(ASOS, Jon XII)
Porém, Stannis realmente planejava interferir na eleição da Patrulha?
O rei de Pedra do Dragão fez algumas ameaças contundentes aos irmãos negros que parecem indicar que ele está realmente disposto a interferir nas escolhas da Patrulha.
[...] Seus irmãos escolherão um Senhor Comandante esta noite, caso contrário eu farei desejarem que tivessem escolhido.
(ASOS, Samwell V)
Até mesmo depois de que o processo estava acabado, Stannis continuava ameaçando remover Jon do cargo caso fosse contrariado.
[…] Disseram-me que você é o nonocentésimo nonagésimo oitavo homem a comandar a Patrulha da Noite, Lorde Snow. O que você acha que o nonocentésimo nonagésimo nono diria sobre esses castelos? A imagem de sua cabeça em uma lança poderia inspirá-lo a ser mais prestativo. – O rei pousou sua brilhante espada sobre o mapa, ao longo da Muralha, o aço brilhava como a luz do sol na água. – Você só é Senhor Comandante com meu consentimento. É bom que se lembre disso.
(ADWD, Jon I)
O clima de interferência é tão intenso que isso torna verossímil os boatos que tanto Samwell quanto Alliser Thorne inventaram. Porém, também é forte entre os irmãos a noção de que a interferência é ilegal, como afirma Denys Mallister.
Concordo que seria um dia negro na nossa história se um rei nomeasse o nosso Senhor Comandante.
(ASOS, Samwell V)
Então como explicar que uma pessoa reta como Stannis estaria tentando fazer manobras ilegais para obter um homem que lhe fosse favorável no comando da Patrulha? A resposta é bastante óbvia: ele não está.
Stannis sabe que, se quisesse, poderia facilmente dobrar a Patrulha.
Eu tenho três vezes mais homens do que vocês. Posso ocupar as terras, se quiser, mas preferiria fazer isso legalmente, como seu consentimento.
(ASOS, Samwell V)
Todo este som e fúria de ameaças e protestos são o modo que Baratheon encontrou de fazer com que a burocracia dos irmãos negros não atrapalhe a campanha que ele mal iniciou.
A Senhora Melisandre disse-me que ainda não escolheram um Senhor Comandante. Estou descontente. Quando tempo mais esta loucura vai durar? […] Tenho cativos cujo destino deve ser decidido, um reino que precisa ser posto em ordem, uma guerra a travar. Escolhas têm de ser feitas, decisões que envolverão a Muralha e a Patrulha da Noite. Por direito, o seu Senhor Comandante deveria ter algo a dizer nessas decisões. [...] Se por acaso Lorde Janos aqui for o melhor que a Patrulha da Noite tema oferecer, rangerei os dentes e engolirei esse fato. Não me importa nada quem de seus homens será escolhido, desde que façam uma escolha.
(ASOS, Samwell V)
O rei fala isso mais de uma vez.
Poupe-me de sua bajulação, Janos, que não lhe servirá de nada. […] – Não é meu desejo imiscuir-me em seus direitos e tradições.
(ASOS, Samwell V)
Quanto a Stannis ter mostrado inclinação a retirar seu consentimento com a escolha de Jon, literalmente ameaçando matá-lo, deve ser observado que Stannis poderia ter cumprido suas ameaças naquela oportunidade, mas não o fez. Baratheon provavelmente estava querendo descontar a rasteira sofrida Jon ter sido eleito antes mesmo de aceitar ou negar a oferta de se tornar Senhor de Winterfell. Por isso, todas as ameaças que fez foram vazias, assim como são quase todas, segundo Melisandre:
A mulher vermelha desceu a escada ao lado deJon. – Sua Graça está gostando cada vez mais de você.
Percebi. Ele só ameaçou cortar minha cabeça duas vezes.
Melisandre riu.
São seus silêncios que você deve temer, não suas palavras.
(ADWD, Jon I)
Antes de encerrar as análises de A Tormenta de Espadas, eu gostaria de lhes deixar com um pequena questão que eu não soube responder:
Por que Stannis lembra Catelyn a Jon?
Mas não foi o rosto de Lorde Eddard que viu flutuando na sua frente; foi o da Senhora Catelyn. Com os seus profundos olhos azuis e a boca dura e fria, parecia-se um pouco com Stannis. Ferro, pensou, mas quebradiço. Ela o olhava daquela maneira como costumava olhá-lo em Winterfell, sempre que ele se sobrepunha a Robb nas espadas, nas somas, ou em qualquer outra coisa. Quem é você?, sempre lhe parecia que aquele olhar dizia. Este não é o seu lugar. Por que está aqui?
(ASOS, Jon XII)
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.09.13 08:06 pissass5 Manifesto de Theodore Kaczynski (Unabomber), grande filosofo que popularizou o anarco-primitivismo

A sociedade industrial e suas consequências têm sido um desastre para a raça humana. Elas não apenas aumentaram em muito a expectativa de vida nos países "avançados", como também desestabilizaram a sociedade, tornaram a vida frustrante, sujeitaram os seres humanos a indignidades, provocaram sofrimento psicológico generalizado (no Terceiro Mundo, sofrimentos físicos também) e infligiram graves danos ao mundo natural. O contínuo desenvolvimento da tecnologia irá agravar essa situação.O sistema tecnológico industrial poderá sobreviver, ou poderá entrar em colapso. Se sobreviver, é possível -apenas possível- que com o tempo chegue a um nível reduzido de sofrimento físico e psicológico. Mas isso só poderá acontecer depois de passado um período longo e muito doloroso de adaptação, e apenas ao custo da redução permanente dos seres humanos e muitos outros organismos vivos à situação de produtos criados artificialmente e meras peças na máquina social.Se o sistema entrar em colapso, as consequências serão muito dolorosas. Mas quanto mais o sistema crescer mais desastrosos serão os resultados de sua ruptura. Portanto, se pretendemos provocar sua ruptura é melhor fazê-lo mais cedo do que mais tarde.Por essas razões defendemos uma revolução contra o sistema industrial. Essa revolução pode ou não fazer uso da violência. Ela poderá ser repentina ou ser um processo relativamente gradativo, estendendo-se por algumas décadas.A Psicologia do Esquerdismo ModernoUma das manifestações mais difundidas da doidice de nosso mundo é o esquerdismo, de modo que uma discussão da psicologia do esquerdismo pode funcionar como introdução à discussão da sociedade moderna.Chamamos às duas tendências psicológicas subjacentes ao esquerdismo moderno de "sentimentos de inferioridade" e "supersocialização".Quando dizemos "sentimentos de inferioridade" queremos dizer não apenas sentimentos de inferioridade no sentido restrito do termo, mas todo um espectro de traços relacionados: baixa auto-estima, sentimentos de impotência, tendências depressivas, derrotismo, culpa, raiva de si mesmo, etc...Os esquerdistas são hipersensíveis em relação às palavras usadas para designar integrantes de minorias e a qualquer coisa que seja dita relativa às minorias. Os termos "negro", "oriental", "deficiente físico" ou "gata" para designar um africano, um asiático, uma pessoa incapacitada ou uma mulher não tinham, originalmente, qualquer conotação pejorativa.Muitos esquerdistas identificam-se profundamente com os problemas de grupos que transmitem imagens de fracos (mulheres), derrotados (índios americanos), repulsivos (homossexuais) ou inferiores de alguma outra maneira. Os próprios esquerdistas sentem que esses grupos são inferiores. Jamais admitiriam a si mesmos que têm tais sentimentos, mas é porque realmente vêem esses grupos como inferiores que se identificam com seus problemas.Os esquerdistas tendem a odiar qualquer coisa que transmita a imagem de ser forte, bom e bem-sucedido. Eles odeiam os EUA, odeiam a civilização ocidental, odeiam os homens brancos, odeiam o que é racional.Note-se a tendência masoquista das táticas esquerdistas. Os esquerdistas fazem protestos deitando-se no chão na frente de veículos. Nesses protestos, eles provocam a polícia, intencionalmente, a cometer abusos contra eles. Essas táticas podem muitas vezes funcionar, mas muitos esquerdistas as utilizam não como meios para atingir um fim, mas porque preferem táticas masoquistas. O ódio a si mesmo é uma característica esquerdista.Se nossa sociedade não tivesse nenhum problema, os esquerdistas teriam que inventar problemas para conseguir armar confusão.SupersocializaçãoAlgumas pessoas são tão altamente socializadas que a tentativa de pensar, sentir e agir moralmente impõe um peso muito grande a elas. Para evitar seus sentimentos de culpa, elas precisam enganar-se continuamente sobre suas verdadeiras motivações e encontrar explicações morais para sentimentos e atos que na realidade têm uma origem não moral. Utilizamos o termo "supersocializado" para descrever tais pessoas.Sugerimos que a supersocialização é uma das piores crueldades que os seres humanos infligem uns aos outros.O processo do poderOs seres humanos têm a necessidade (provavelmente originária de razões biológicas) de algo ao qual chamaremos "processo do poder". Este processo está intimamente ligado à necessidade de poder (que é amplamente reconhecida), mas não é exatamente a mesma coisa.É verdade que alguns indivíduos parecem ter pouca necessidade de autonomia. Ou seu desejo de poder é fraco, ou elas o satisfazem através da identificação com alguma organização poderosa da qual fazem parte. E existem também aquelas pessoas que não pensam, tipos animais que parecem se satisfazer com uma sensação de poder puramente físico.Mas para a maioria das pessoas, é por meio do processo do poder que se adquire auto-estima, autoconfiança e um senso de poder -ter uma meta, fazer um esforço autônomo e atingir essa meta. Quando não se tem uma oportunidade adequada de viver o processo de poder, as consequências são (dependendo do indivíduo e da maneira pela qual o processo de poder é perturbado) tédio, desmoralização, baixa auto-estima, sentimentos de inferioridade, derrotismo, depressão, ansiedade, sentimentos de culpa, frustração, hostilidade, abuso de cônjuge ou crianças, hedonismo insaciável, comportamentos sexuais anormais, desordens do sono, desordens alimentares, etc.Raízes dos Problemas SociaisAtribuímos os problemas sociais e psicológicos da sociedade moderna ao fato de que a sociedade exige que as pessoas vivam sob condições radicalmente diferentes daquelas nas quais a raça humana evoluiu, e se comportem de maneiras que entram em conflito com os padrões de comportamento que a raça humana desenvolveu enquanto vivia sob condições anteriores.Entre as condições anormais presentes na sociedade industrial moderna figuram a densidade demográfica excessiva, a separação entre o homem e a natureza, a rapidez excessiva das transformações sociais e a ruptura das comunidades naturais em pequena escala, como a família extensa, a aldeia ou a tribo.Os conservadores são idiotas: eles se queixam da decadência dos valores tradicionais, mas apóiam entusiasticamente o progresso tecnológico e o crescimento econômico. Ao que parece, nunca lhes ocorre que não se pode operar transformações drásticas e velozes na tecnologia e economia de uma sociedade sem provocar transformações velozes em todos os outros aspectos da sociedade também, e que tais transformações velozes levam inevitavelmente à ruptura dos valores tradicionais.Outra razão pela qual a sociedade não pode ser reformada em favor da liberdade é que a tecnologia moderna é um sistema unificado no qual todas as partes são interdependentes. Não se pode livrar-se das partes "ruins" da tecnologia e manter apenas as partes "boas". Tomemos o caso da medicina moderna. Os avanços na ciência médica dependem dos avanços nos campos da química, física, biologia, informática e outros. Os tratamentos médicos avançados exigem equipamentos caros de alta tecnologia que só podem ser assegurados por uma sociedade tecnologicamente progressiva e economicamente rica. É evidente que não se pode ter muitos progressos na medicina sem o sistema tecnológico inteiro e tudo que o acompanha.Revolução é mais fácil do que reformaA única saída é dispensar o sistema tecnológico industrial inteiro. Isso implica uma revolução, não necessariamente um levante armado, mas com certeza uma transformação radical e fundamental da natureza da sociedade.O que sugerimos é que a raça humana poderia facilmente chegar a um ponto em que sua dependência das máquinas seria tão grande que não lhe restaria nenhuma opção prática senão aceitar todas as decisões das máquinas. À medida que a sociedade e os problemas que a confrontam se tornam mais e mais complexos e as máquinas ficam mais e mais inteligentes, as pessoas vão deixar as máquinas tomarem cada vez mais decisões em seu lugar, simplesmente porque as decisões tomadas pelas máquinas trarão melhores resultados do que as decisões tomadas pelos homens. Com o tempo, é possível que se chegue a um estágio em que as decisões necessárias para manter o sistema funcionando sejam tão complexas que os seres humanos serão incapazes de tomá-las inteligentemente. Quando se chegar a esse estágio, as máquinas estarão, efetivamente, no controle. As pessoas não poderão simplesmente desligar as máquinas porque elas estarão tão dependentes delas que desligá-las equivaleria a cometer suicídio.EstratégiaAs duas principais tarefas para o presente são promover o estresse social e a instabilidade na sociedade industrial, e desenvolver e difundir uma ideologia que se oponha à tecnologia e ao sistema industrial. Quando o sistema ficar suficientemente estressado e instável, uma revolução contra a tecnologia pode tornar-se possível.Quanto às consequências negativas da eliminação da sociedade industrial, bem, dois proveitos não cabem num saco só. Para ganhar uma coisa, é preciso sacrificar outra.A maioria das pessoas odeia conflitos psicológicos. Por essa razão elas evitam pensar seriamente sobre qualquer problema social grave, e gostam que esses problemas lhes sejam apresentados em termos simples, preto no branco. A revolução precisa ser internacional e mundial. Ela não pode ser realizada de nação em nação. Toda vez que se sugere que os EUA, por exemplo, deveriam frear seu progresso tecnológico ou crescimento econômico, as pessoas ficam histéricas e começam a gritar que se cairmos para segundo lugar em termos tecnológicos os japoneses vão assumir a dianteira.Seria inútil os revolucionários tentarem atacar o sistema sem utilizar um pouco da tecnologia moderna. Eles precisam, no mínimo, utilizar a mídia para divulgar sua mensagem. Mas deveriam recorrer à tecnologia moderna para apenas um fim: atacar o sistema tecnológico.Com relação à estratégia revolucionária, os únicos pontos sobre os quais insistimos totalmente são que a única meta que se sobrepõe a todas as outras deve ser a eliminação da tecnologia moderna, e que não se deve permitir que nenhuma outra meta compita com essa.
Edit: Isso é apenas um trecho.
submitted by pissass5 to sorocaba [link] [comments]


2020.09.10 16:51 Linpert GT do maromba caçador de fantasma

GT do maromba caçador de fantasma
/CC/
[G]OLD
>um amigo mexicano da academia me leva pra fazer leitura de mão >adentramos no local mais fedido que o banco do supino as 6 da tarde >com umas porra de incenso e caveira mexicana >umas vadia cigana ja tão de olho em nós >fodase, mulher não é proteina >uma delas se aproxima e pergunta quem quer ir primeiro >instinto de maromba que vê o aparelho livre e não quer revezar ativado >estendo a palma de minha mão e contraio o antebraço >a cigana faz uma cara de susto >começa a observar minha mão >olha no fundo dos meus olhos e me diz que tem algo me observando >claro vadia >olha o tamanho do meu braço >quem não quer observar essa porra >ela diz que é muito sério e pode ser uma presença maligna >o efeito do pré ja ta batendo >taco o fodase e saio daquele lugar >indo pra academia >um frangote fazendo qualquer porra no canto com uma anilha na mão >eu sou o hitler dos frango >a favor da segregação muscular >me afasto >de repente o frangote toma uma queda >frango burro >a anilha que tava com ele vem voando em minha direção >passa raspando na minha cabeça >sinto um arrepio na espinha >olho pro anilha no chão >anilha de 3kg >frango filho da puta >vem pra academia pra levantar 3kg >vai levantar saco de feijão em casa fdp >termino meu treino normalmente >chego em casa pra o pós-treino >pós-treino não é uma refeição seu frango inutil >é o treino que vem depois do treino da academia >batendo no saco de pancadas pra aquecer >minha mão erra o saco e atinge a parede >a parede quebra >apartamento antigo do caralho caindo aos pedaços >fodase >a sala enche de poeira >quando a poeira baixa vejo que a parede era oca e tinha algo la dentro >um cranio preto com uma vela enicma, sobre um tipo de estante >wtf >vou na cozinha e jogo um pouco de sal grosso nessa porra >minha vózinha dizia que sal grosso afasta os espiritos ou alguma coisa assim >fodase preciso treinar >continuo meu treino normalmente >termino o treino, como, tomo banho e vou dormir >mas antes vou ler uns artigos do hipertrofia.org no pc >do nada, a energia cai >começo a ouvir uns barulho vindo da cozinha >me aproximo >vejo uma silhueta preta sorrindo pra mim >ela vai em direção a minha sala de treino >sigo ela >chegando lá consigo observar a silhueta melhor >analise rapida >uma humanoide palido, nú e esqueletico >esqueletico >não tinha nem 30 de braço >frango filho de uma puta >sai da minha sala de treino porra >num rapido movimento pego a caveira preta e taco no frango fantasma >ela quebra e vira poeira, ele da um grito que ecoa pela casa toda >o grito é tão forte que eu tenho que tapar os ouvidos >depois disso eu não lembro de mais nada, só desmaiei >acordo no outro dia me sentindo bem depois do sono anabolizante >9 da matina >partiu academia >treino normalmente, mas na saída encontro a cigana me esperando >disse que sentiu energias muito fortes na noite anterior >e que eu incomodei o templo sagrado dos espiritos e que agora eles queriam vingança >eu incomodei o templo sagrado deles? >a sala de treino é o MEU templo sagrado >taco o foda-se e me dirijo pra casa extremamente puto >faço meu pós-treino e fico em casa assistindo tv o dia todo >não acontece nada >os fantasma ficaram com medo dos 43 de braço >começa a anoitecer >de repente, a televisão entra em estatica >começo a ouvir barulhos de gritos e risadas na casa toda >to puto >sinto um arrepio na espinha >olho pra trás >uma figura parecida com a que eu vi na noite anterior se arrastando em minha direção >totalmente desfigurada, e sem as duas pernas >sem as duas pernas >frango filho da puta >hoje é dia de perna >e vc me aparece sem as duas? >a furia começa a tomar conta do meu ser >ele parece sentir de alguma forma, e tentar recuar de uma maneira bizarra >tu não vai correr não >corro em direção a ele e dou uma bicuda no meio da fuça >ouço um grito ensurdecedor e a casa começa a tremer >as luzes apagam de novo >começo a ouvir mais gritos e risadas >além do frio na espinha >nesse momento ja to mais puto que vc depois de ver que fez o exercicio todo com o peso errado >começo a socar o nada >saio correndo pela casa toda socando o ar >sinto meus punhos encostando em alguma coisa >agora tu é meu frango fdp >dou uma surra em o que quer que seja que estivesse na minha frente >de repente a barulheira para e as luzes voltam >noto que estou suando >todo essa movimentação me fez catabolisar >agora é pessoal >pego uma cruz de madeira de minha familia que eu guardei embaixo da cama >penduro na parede da sala de treino >grito bem alto: "MEU PARCEIRO DE TREINO AGORA É O MANO JESUS" >vou dormir puto e não escuto mais barulhos >acordo resolvido a acabar com essa situação de uma vez por todas >depois da academia passo em uma loja de ocultismo ou coisa assim >fodase >se não é loja de suplemento eu nem quero saber o nome >compro todas essas coisas qualquer de ocultismo >fodase >se não é suplemento eu nem quero saber o nome >aproveito e passo no mercado pra comprar ums peito de frango >chego em casa putasso >a esse momento ja anoiteceu >entro na minha sala de treino protegida pelo filho de Arnold >pego um desses tabuleiros de Ouija >jogo no chão e mijo encima >depois pego um fosforo e taco fogo >começo a sentir frio na espinha >eu nem comecei ainda >pego umas tralha de ocultismo e jogo no chão e taco fogo >vou na cozinha e preparo um frango temperado com sal grosso >depois de comer vou no banheiro >bato uma pensando na filha de satanas, aquela puta >me limpo com uma toalha de cruz invertida >depois jogo ela na privada e queimo ela >começo a sentir a casa tremer >as luzes apagam de novo >barulhos piores que os outros começam a surgir >uma névoa escrota toma conta do apartamento >mas a sala de treino ta iluminada >me olho no espelho antes de me dirigir ao local >minha imagem no espelho estava chorando sangue pelos olhos >mas o meu peitoral continua rachado >então ta de boa >entro na sala de treino >um pentagrama surgiu no meio dela >e ta pegando fogo >me preparo >de repente, o cramunhão é invocado do pentagrama >o filho da puta parecia o leo stronda de tão forte >avança e mim e me da uma fodenda surra >não consigo revidar >Arnold me observa do céu, triste comigo >o capeta pisa na minha cabeça rindo >e diz "É por isso que crossfit sempre será superior a musculação" >o que você disse filho da puta? >o que você disse?!?! >levanto o pé dele, como levantando uma barra no levantamento militar >ele percebe que ta mais fudido que você depois de tomar suplemento vencido >dou uma surra no capeta usando todos os meus equipamentos >barra, anilha, tudo mesmo >ele se arrasta de volta ao pentagrama todo fudido >ele some, e com ele todo o clima pesado >as luzes se acendem novamente e a névoa desaparece >to extremamente machucado >me dirijo ao banheiro novamente >me olho no espelho, minha cara toda pocada >meu peitoral rachado todo arranhado e sangrando >mas ainda rachado >então ta de boa >subo na balança que tenho no banheiro >ganhei mais 2 kg de massa magra >olho pro céu com uma lagrima no olho >e agradeço ao Deus Arnold pela dádiva >desde então, não aconteceram mais fenomenos sobrenaturais na minha casa

https://preview.redd.it/9410cpdl2cm51.png?width=594&format=png&auto=webp&s=5a8c26c882927f9b0a9d8939f9a9e534440a580b
submitted by Linpert to gtsdezbarradez [link] [comments]


2020.09.09 16:41 futebolstats Ana Lorena Marche assume direção de futebol feminino em São Paulo

Nesta terça-feira (8), Ana Lorena Marche falou pela primeira vez como diretora de futebol feminino da Federação Paulista de Futebol (FPF). A dirigente, que coordenava o respectivo departamento na entidade, substitui Aline Pellegrino na direção, já que a antecessora assumiu a recém-criada coordenação de competições da modalidade na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
"Estou há oito meses na casa e sempre aprendendo. É difícil citar uma só [característica de Aline]. Ela olha para o todo, é estratégica. Pensa fora da caixinha, na massificação; entende que o futebol feminino é um produto que tem de ser pensado de maneira diferente. Uma peneira pode não fazer muito sentido no masculino, mas, no feminino faz total sentido nesse momento em que vivemos", afirmou Ana Lorena durante entrevista coletiva por videoconferência, mencionando a seletiva realizada pela FPF para o Campeonato Paulista sub-17, que reuniu cerca de 600 meninas, entre 14 e 17 anos, no ano passado.
Segundo a diretora, atrair garotas mais jovens à modalidade é uma das missões no cargo. "Esse ano, teríamos o [Paulista] sub-15, mas veio a pandemia [do novo coronavírus]. No ano que vem, se tudo melhorar e tivermos segurança, pretendemos realizar o sub-15 e aumentar os festivais das categorias menores, para que possamos atingir mais lugares no estado, e que elas [meninas] não tenham o festival em só uma ou duas datas no ano. Queremos, também, conversar com as escolas e o governo estadual. São parcerias interessantes para massificar a modalidade, ensinar as meninas a gostarem mais de futebol", detalhou.

Ver essa foto no Instagram
Essa imagem descreve bem o trabalho da Aline, multitarefas, dedicação total e uma paixão incrível por transformar o futebol de mulheres!! Meio maluca as vezes, rs. Mas cheia de ideias mirabolantes e geniais. Parabens, vc merece!! Sempre foi um prazer trabalhar ao seu lado, obrigada por todo aprendizado e confiança. Pode ter certeza que a parceria continua!
Uma publicação compartilhada por Ana Lorena Marche (@ana_lorena_marche) em 3 de Set, 2020 às 8:25 PDT
Educadora física de formação, Ana Lorena chegou à FPF em dezembro, após duas temporadas coordenando o futebol feminino da Ferroviária. Na gestão dela, as Guerreiras Grenás foram campeãs brasileiras e vices da Libertadores em 2019. Até por isso, a nova diretora da modalidade na entidade entende que o interior do estado tem potencial a ser explorado.
"[As cidades de] Franca, São José do Rio Preto, Araraquara e Botucatu foram grandes formadoras e continuam sendo. Boa parte da base de alguns clubes é de meninas que vieram daí. Então, é olhar e valorizarmos cada vez mais. Pensarmos cada vez mais em festivais [sub-14] como os dos dois últimos anos em Araraquara, e levá-los a outras regiões do estado onde o futebol não é tão desenvolvido; fazer que mais cursos de capacitação cheguem nesses locais. O estado é gigantesco, com uma população enorme. Há muita coisa a ser feita", planejou.
"Ainda temos de quebrar mais e mais barreiras para inserirmos mais meninas e mudarmos a percepção de marcas e dos clubes. Nem todos [os clubes] fazem uma gestão [do futebol feminino] pensando no todo. Para isso, teremos que ter muita resiliência, como Aline teve nesses quatro anos. Acho que é um dos grandes feitos dela, ter movido uma federação inteira em prol da modalidade, e não só o departamento", concluiu.
O post Ana Lorena Marche assume direção de futebol feminino em São Paulo apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/2FcXKEh
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.09.04 05:42 SpeedHS11 Edgar Allan Poe - O Gato Preto e Outras Histórias

Edgar Allan Poe - O Gato Preto e Outras Histórias (editora PandorgA) 
https://preview.redd.it/216yppdxq1l51.jpg?width=566&format=pjpg&auto=webp&s=e5378e193d4acd6aab19abf302c57accc2e82527
Este livro contém 4 contos:
- o gato preto (1843)
- Ligeia (1838)
- a queda da Casa de Usher (1839)
- pequena conversa com a múmia (1839)

O Gato Preto (1843) 
''NÃO ESPERO NEM PEÇO que acreditem neste relato estranho, porém simples, que estou prester a escrever. Louco seria se eu o esperasse, em um caso onde meus próprios sentidos rejeitam o que eles mesmos testemunham.''
Faço das palavras de Poe as minhas, o conto começa com Poe falando de sua paixão por animais, e que sempre foi mimado pelos pais em relação à isso, o conto carrega toda uma história por trás, a começar pelo nome Plutão, que é o apelido de Hades (deus dos mortos), a cor preta, a superstição de que gatos pretos seriam bruxas disfarçadas e também a ideia de sete vidas dos gatos, todas essas características se encaixam perfeitamente no enredo do conto.
Com o passar do tempo, Poe foi mudando para uma pessoa pior, graças ao alcoolismo, se tornando mais melancólico, irritável, e indiferente às todos ao seu redor, menos ao gato, porém isso não durou muito tempo e o gato agora também passara a sofrer assim como todos os outros com as atitudes de Poe.
Quando Poe voltava para casa após mais uma noite de puro alcoolismo, percebeu que Plutão evitava-o, percebendo isso tratou de agarrar o gato, porém, o gato ficou assustado (com razão) e acabou dando uma pequena mordida em sua mão, isso despertou uma fúria (como o próprio Poe diz, demoníaca) e ele acaba por arrancar o olho do gato com um canivete que estava em seu bolso.
''de fazer o mal pelo único desejo de fazer o mal'' E foi assim que Poe fez o que ele julgava errado mas fez. Em uma manhã fria ele enforcou e matou o gato, no galho de uma árvore enquanto lágrimas escorriam de seus olhos, segundo as próprias palavras de Poe: ''enforquei-o porque sabia que assim fazendo estava cometendo um pecado - um pecado mortal, que comprometeria então minha alma importal e a colocaria - se tal coisa fosse possível - além do alcance da infinita misericórdia do Deus mais misericordioso e mais terrível.'' A noite do mesmo dia terminou com a casa de Poe em chamas, a cortina de seu quarto pegou fogo e por pouco conseguiram sair todos vivos e a casa acabou completamente destruída.
No dia seguinte ao incêndio, quando Poe visita as ruínas do que sobrou de sua casa, todas as paredes com exceção de uma tinham desabado e justo nessa única parede que não havia sido destruída completamente, estavam as palavras ''estranho!'', ''singular!'' e outras expressões similares, que despertaram a curiosidade de Poe, porém, o que mais o intrigava era o fato de que nessa mesma parede havia a figura de um gato de um gato gigantesco e havia uma corda ao redor do pescoço do anomal, Poe criou uma grande explicação para o ocorrido e se deu por satisfeito, embora dessa forma tenha prontamente satisfeito a razão, ele não poderia dizer o mesmo quanto à sua consciência.
Sem mais nem menos, surge um gato preto extremamente parecido com Plutão, no meio da noite em mais um dia de bebidas de Poe, os dois acabam gostando um do outro e assim, o gato segue para a casa de Poe e logo se familiariza com a casa e a esposa. Aos poucos por alguma razão Poe começou a sentir uma aversão ao gato, o fato do animal não ter um olho e a marca no peito do gato que antes era indefinida, mas agora essa marca branca passa a ser a imagem do enforcamento, contribuiram para essa aversão.
Certo dia enquanto ia para o seu porão, o gato mais uma vez o seguia e acompanhava-o, desta vez o gato acompanhava Poe enquanto descia as escadas e quando o fazendo cair, isso despertou uma fúria demoníaca em Poe, que na mesma hora pegou seu machado, quando estava pronto para matar o animal sua mulher interviu, desviando o golpe, sem pensar Poe enfiou o machado na cabeça de sua mulher, ela caiu morta sem sequer gemer.
Poe agora precisava se livrar do corpo, pensou e chegou na conclusão que deveria emparedá-la no porão, o que ele fez foi retirar os tijolos de um ponto da parede que havia uma saliência de uma falsa chaminé e fez no final das contas um ótimo trabalho.
O gato obviamente assustado com a situação fugiu e nunca mais voltou, isso despertou uma sensação de alívio em Poe, ele se sentia um homem livre, a sua consciência em relação sua mulher, pertubava- o pouco. No dia seguinte policiais foram até a casa fazer uma última busca e quando já estavam prestes a ir embora, Poe cita o quanto aquele porão fora bem construído e acaba por bater na parede com a bengala que segurava, na qual estava o cadáver de sua mulher do coração.
O eco da batida nem tinha acabado de soar quando uma voz de dentro respondeu com um uivo, como se tivesse vindo do inferno, com isso Poe quase desmaia até a parede do lado oposto, o cadáver ''com a boca vermelha escancarada e o olho solitário de fogo, estava sentada a criatura hedionda cujos ardis tinham me seduzido ao assassinato, e cuja voz delatora havia me condenado à forca. Eu tinha emparedado o monstro dentro da tumba!''
Ligeia (1838) 
O conto começa com Poe lembrando-se de Ligeia, fazendo grandes elogios e lembrando-se apenas que a encontrou pela primeira vez em alguma grande e decadente cidade às margens do Reno. Poe não se lembra do nome de sua família.
''Não existe beleza rara sem que haja algo de estranho em suas proporções''. Poe segue exaltando Ligeia: Alta, porte majestono, a quietude complacente de seu comportamento... A pele rivalizava com o mais puro marfim, a imponente fronte sobressaindo e a delicada proeminência acima de suas têmporas, as brilhantes e negras madeixas, negras como as asas de um corvo, luxuriantes cachos naturais, suas linhas delicadas do nariz, as covinhas, os olhos bem maiores do que o comum, a magnífica curvatura do lábio superior e o aspecto suave e voluptuoso do inferior. Ele se lembra de seus olhos, incríveis e incomuns, largos e luminosos, e sentiu fortes sentimentos ao lembrar de seus olhos, que só sentiu os mesmos sentimentos raramente quando: viu o crescimento de uma videira, numa mariposa, uma borboleta, um fluxo de água corrente...
Poe lembra dos primeiros anos de casamento, em que ele confiava em Ligeia em nível de confiança semelhante à de uma criança, a ser guiada por ela, em um caótico de investigação metafísica em que se achava ocupado durante os primeiros anos de casamento. Enquanto Poe acompanhava de perto a morte de Ligeia na cama, ela demonstra todo a sua paixão e pede a Poe que leia alguns de seus versos, logo após Poe terminar a leitura, Ligeia ergueu-se e teve espasmos, e então, abaixou os braços retornando ao leito de morte e morreu.
Meses depois do ocorrido, Poe, compra uma abadia em um lugar remoto da Inglaterra se casa com Lady Rowena, no primeiro mês de casamento ela temia o violento mau-humor de Poe seu temperadomento, que tanto evitava e amava. No segundo mês de casamento Lady Rowena fica doente e demora para se recuperar até que um segundo e mais violento acesso a acometeu, colocando-a de volta à cama em sofrimento, ela começa a ficar doente de forma mais grave e reccorente, Poe então decide dar uma taça de vinho para recuperá-la, foi aí então que ele ouviu passos leves sobre o carpete próximo a cama, e então quando Rowena estava prestes a bebero cálice, ele viu caindo dentro da taça, três ou quatro grande gotas de um brilhante líquido, porém ele achou que fosse tudo imaginação e não mencionou o fato à ela, algum tempo depois ela morre e seu corpo é preparado para o túmulo.
Com o tempo, Poe percebe que suas bochechas voltam a ficarem vermelhas, durante alguns dias ele escuta alguns sons do cadáver e havia até mesmo uma leve pulsação de seu coração, ela estava viva, porém, sempre indo e voltando da morte, com grandes sinais à prova, mas Poe não se importava e estava cansado das violentas emoções.
De repente, ela ergue-se da cama, cambaleando de olhos fechados avanã para o meio do quarto, Poe se aproxima e toca, fazendo assim cair os tecidos sinistros que a enrolavam, revelando assim seus cabelos negros, mais negros que as asas de um corvo da meia-noite e os grandes olhos, grandes, negros e selvagens de seu perdido amor, Lady Ligeia.
A queda da Casa de Usher (1839) 
Poe percorri de cavalo um caminho escuro, chegando à casa de Usher (sua caraterística principal era parecer excessivamente antiga) ele sente uma sensação de insuportável melancolia invadir seu espírito, ele chega até a sala grande e imponente em que Usher (um dos únicos amigos de infãncia e adolescência de Poe) estava, Usher então se levanta do sofá e o comprimenta calorosamente. Com sua voz que variava rapidamente de um indecisão trêmula até uma forma pesada e lenta de falar, ele contou sobre o objetivo da visita e do consolo que ele esperava sentir com a presença de Poe e abordou a causa de sua doença, disse que era um mal constitucional e familiar para o qual ele já não tinha esoerança de encontrar uma cura.
Ele sofria de um aguçamento mórbido dos sentidos: só suportava as comidas mais insípidas, só podia uisar vestes de certa textura, o cheiro de todas as flores o oprimia, uma mera luz fraca torturava seus olhos e somente alguns sons não lhe inspiravam horror. Poe percebe pouco a pouco por meio de alusões entrecortadas e ambíguas, ele estava dominado por certas impressões supersticiosas com relação ao imóvel onde vivia e de onde, por muitos anos, nunca havia se aventurado a sair, superstições acerca de uma influência cuja força hipotética foi descrita em termos muito obscuros para ser relatada aqui e a aproximação evidente e iminente da morte de sua querida e amada irmã, lady Madeline.
Lady Madeline tinha uma apatia, uma devastação física lenta e gradual, e frequentes afecções de um caráter parcialmente cataléptico. Até então, lutara com firmeza contra a doença e não se entregara à cama, mas, ao final da noite, ela sucumbiu e Poe nunca mais a veria a mesma dama pelo menos enquanto vivesse.
Usher declarou que tinha a intenção de preservar o corpo da irmã por quinze dias (antes de finalmente sepultá-la), em uma das várias câmara que existiam dentro dos muro principais da casa, a razão era o caráter incomum da morte da falecida e as inevitáveis perguntas inoportunas e impulsivas por parte dos médicos, Poe ajuda pessoalmente nos preparativos do sepultamento temporário, levam ao à uma câmara que estivera fechada por muito tempo e lá é revelado que Usher e sua irmã eram gêmeos.
Uma noite tempestuosa, ma terrivelmente bela invadiu o quarto quase erguendo-os do chão, um vapor agitado subia pela casa e a encobria como uma mortalha, Poe logo retirou Usher de perto da janelo e colocou-o na poltrona, lendo um de seus romances favoritos: ''O Louco Triste'' de Sir Launcelot Canning.
Ao terminar a leitura, em que um escuto havia caído sobre um piso de prata, Poe, como escuta como se relamente um escudo de bronze tivesse caído com todo seu peso sobre um pavimento de prata. Quando Usher é questionado por Poe sobre o barulho, Usher: ''Sim, eu ouço e tenho ouvido. Por muito... muito... muito tempo... por muitos minutos, muitas horas, muitdos dias ouvi... Nós a colocamos viva no túmulo! INSENSATO! ESTOU LHE DIZENDO QUE ELA AGORA ESTÁ DO OUTRO LADO DA PORTA!''
Como em um passe de mágica, a porta para que Usher apotava abriu lentamente, e lá estava a figura alta e amortalhada de lady Madeline Usher. Então, com um lamento baixo, desabou pesadamente sobre o corpo do irmão, e em sua agonia final, arrastou-o para o chão, morto, vítima dos terrores que havia previsto.
Poe então foge horrorizado daquele quarto e daquela mansão, de repente, uma luz forte surgiu no caminho, era a luz da lua cheia, um vermelho escalarte que brilhava através daquela rachadura na mansão e que se estendia até do telhado até o chão. Dali veio um sopro forte do redemoinho, as grandes paredes desabavam enquanto se ouvia uma demorada e tumultuada gritaria, como se o ruído viesse de mil aguaceiros, e o lago profundo e gélico aos seus pés se fecharam, de forma sombria e silenciosa, sobre os destroços da ''Casa de Usher''.
Pequena Conversa Com a Múmia (1839) 
O simpósio (festa após um banquete) da noite anterior tinha sido demais para Poe, com uma dor de cabeça miserável e caindo de sono preferiu fazer uma última refeição antes de dormir (Welsh rabbit). Porém, ainda não completara o terceiro ronco quando a camapinha começa a tocar furiosiamente, era um bilhete do doutor Pononner, que dizia que obteve o consentimento dos direitos do museu da cidade para examinar uma Múmia, em um salto se levantou da cama rumo à casa do doutor.
Chegando na casa do doutor ele encontrara um grupo ansioso e a Múmia, encontrada às margens do Nilo, estendida sobre a mesa de jantar, acâmara onde fora encontrada a Múmia era rica em ilustrações, isso indicava uma vasta riqueza do morto. Encontraram o corpo em ótimo estado de preservação, sem nenhum odor perceptível, cor avermelhada, olhos removidos e substituídos por olhos de vidro, cabelos e dentes em boas condições. Quando perceberam que já passava de duas horas da manhã, decidiram adiar a dissecação até a noite seguinte, porém, alguém surgiu com a ideia de fazer um experimento com a pilha de Volta (aplicar eletricidade).
Prestes a ir embora, Poe se depara com as pálpebras da Múmia coberta pelas pálpebras, depois do choque inicial decidiram prosseguir com um novo experimento, e, durante o mesmo, a Múmia desfere um pontapé no doutor Ponnonner que foi lançado à rua janela abaixo. Depois de iniciarem o teste elétrico a Múmia espirrou, sentou e se dirigiu aos senhores Gliddon e Buckingham com um egípcio perfeito um discurso, neste discurso ele reclamou de ser despido num dia frio e da forma como fora tratado.
Gliddon fez um discurso em que citava principalment os enormes benefícios que a ciência podera obter com o desenrolamento e a evisceração das múmias e aproveitou o momento para se desculpar por qualquer incômodo que pudéssemos ter causado à múmia Allamistakeo, reparando que ela estava se tremendo de frio, o doutor correu e logo voltou com uma casaca preta, um par de calças xadrez azul-celeste, uma camisa xadrezinha cor de rosa, um colete de brocado com abas, um sobretudo branco, uma bengala de passeio, um chapéu sem aba, um par de botas de verniz, um par de luvas de pelica cor de palha, um monóculo, um par de suíças e uma gravata cascata.
Seguiu-se uma série de perguntas e de cálculos pelos quais se tornou evidente que a antiguidade da múmia tinha sido muito mal avaliada, haviam passado cinco mil e cinquenta anos e alguns meses desde que ela tinha sido despachada. Logo depois a múmia explica o princípio fundamental do embalsamento e que gozava de ter o privilégio de ter nas veias sangue do Escaravelho, pois só assim teria o direito em sua época de ser embalsamado vivo. O Escaravelho era o brasão, as ''armas'' de uma família muito nobre e muito distinta, pois era comum se retirar o cérebro e as vísceras do cadáver antes de embalsamá'lo, só o clá dos Escaravelhos não seguia essa regra.
''Veja nossa arquitetura!'' gritava Ponnonner. ''A Fonte Bowling-Green!Ou, se esse espetáculo e imponente demais, contemple por um instante o Capitólio, em Washington, D. C.! E o bom doutorzinho chegou até a detalhar de forma minuciosa as proporções do edifício a que se referia. Explicou que o pórtico era adornado com não menos que vinte e quatro colunas, cada uma com um metro e meio de diâmetro e colocadas a três metros de distância umas das outras.
O conde respondeu que lamentava não se lembrar das dimensões precisas de nenhum dos edifícios principais da cidade de Aznac, cuja fundação se perdia na noite dos séculos, mas cujas ruínas permaneciam ainda de pé, se lembrou de ter visto um palácio secundário que tinha cento e quarenta e quatro colunas, com onze metros de circunferência e sete metros de distância entre cada uma delas, o acessoa esse pórtiro, vindo do Nilo, era feito através de uma avenida de três quilômetros, composta por esfinges, estátuas e obeliscos de seis, dezoito e trinta metros de altura. O palácio em si tinha, só em uma das direções três quilômetros de comprimento e deveria ter, ao todo, uns onze de circuito. As paredes eram ricamente decoradas, por dentro e por fora, com pinturas hieroglíficas. Ele não pretendia afirmar que até cinquenta ou sessenta dos Capitólios do doutor poderiam ter sido construídos dentro dessas paredes, mas que tinmha absoluta certeza de que duas ou três centenas deles se espremeriam ali com alguma dificuldade.
Nisso se seguiu a noite com os cavalheiros fazendo perguntas complexas ao egípcio, que respondia todas surpreendentemente bem, os cavalheiros não sabiam mais que perguntas fazerem, pois, a cada pergunta que faziam, o egípcio respondia todas e simplesmente os calava com sua superioridade egípcia em basicamente todas as áreas mencionadas pelos cavalheiros ali presente.
Porém, quando estavam prestes a serem derrotados intelectualmente, Ponnonner perguntou se as pessoas no Egito realmente pretendiam rivalizar com as pessoas modernas, na importantíssima questão do vestuário. O conde então olhou para os suspensórios de suas calças e, segurando a ponta de seu fraque, segurou-os perto dos olhos por alguns minutos. Deixando-os cair finalmente, sua boca escancarou-se gradualmente de uma orelha à outra, mas não me lembro se respondeu alguma coisa.
O egípcio baixou a cabeça. Nunca houve um triunfo tão completo, nunca antes a derrota foi assumida com tanto despeito, Poe pega seu chapéu e parte para casa. Chegou em casa depois das quatro horas da manhã e foi-se deitar, agora eram dez horas da manhã com Poe escrevendo estas lembranças, ansioso para saber quem será o Presidente em 2045, iria procurar o doutor Ponnonner e pedir para que seja embalsamado por alguns séculos.
submitted by SpeedHS11 to Livros [link] [comments]


2020.08.01 15:27 massaokoshimizu RECEITA AMIGURUMI GRÁTIS: Woodstock

Olá de novo!
Para comemorar, decidi oferecer um padrão gratuito de um amigurumi Woodstock, o melhor amigo de Snoopy. É pequeno, apenas 10 cm, por isso é perfeito como porta-chaves ou amuleto de bolsa. Ele fica para que você possa exibi-lo onde quiser também. É ideal para bebês, mas eu recomendo usar ganchos e fios maiores se você estiver planejando fazer um brinquedo com essa receita.
Não tem muita dificuldade, mas tem muitas peças pequenas: trabalhe com boa luz e um pouco de paciência!
Preparar tudo? Vamos começar!

MATERIAIS

ABREVIATURAS

sc = crochet simples inc = aumentar dec = diminuir ms / pts = pontos

CABEÇA PADRÃO

R1: 6 sc no anel mágico (6 ms / pts) R2: (1 inc) x6 (12 ms / pts) R3: (5 sc, 1 inc) x2 (14 ms / pts) R4: sc pares (14 ms / pts) R5: (6 sc, 1 inc) x2 (16 ms / pts) R6: sc pares (16 ms / pts) R7: (7 sc, 1 inc) x2 (18 ms / pts) R8-9: sc pares (18 ms / pts) R10: (2 sc, 1 ms / pts) ) x6 (24 ms / pts) R11: sc pares (24 ms / pts) R12: (3 sc, 1 polegada) x6 (30 ms / pts) R13-14: sc pares (30 ms / pts) R15: (3 sc, 1 dez) x6 (24 ms) ms / pts) R16: p / p (24 ms / pts). Comece a encher R17: (2 pb, 1 dec) x6 (18 ms / pts) R18: (1 pb, 1 dec) x6 (12 ms / pts) R19: (1 dec) x6 (6 ms / pts) Terminar o recheio e fechar o orifício. Tecer nas pontas.

CORPO

R1: 6 pb no anel mágico (6 ms / pts) R2: (1 inc) x6 (12 ms / pts) R3: (1 sc, 1 inc) x6 (18 ms / pts) R4-7: sc pares (18 ms / pts) R8: ( 4 sc, 1 dec) x3 (15 ms / pts) R9: sc pares (15 ms / pts) R10: (3 sc, 1 dec) x3 (12 ms / pts) R11: (2 sc, 1 dec) x3 (9 ms / pts) R12: sc par (9 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda longa para costurar na cabeça. Coisas firmemente.

PENAS PRINCIPAIS

GRANDES (marca 1): R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2: sc pares (4 ms / pts) R3: 1 inc, 3 pb (5 ms / pts) R4: 1 inc, 4 pb (6 ms / pts) R5 : 1 inc, 5 pb (7 ms / pts) R6: 1 inc, 6 pb (8 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda para costurar na cabeça. Coisas muito levemente.
MÉDIO (marca 3): R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2: sc par (4 ms / pts) R3: (1 inc, 1 sc) x2 (6 ms / pts) R4: sc par (6 ms / pts) R5: ( 1 inc, 2 pc) x2 (8 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda para costurar na cabeça. Coisas muito levemente.
PEQUENO (marca 2): R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2: p / p (4 ms / pts) R3: (1 inc, 1 pb) x2 (6 ms / pts) R4: sc (6 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda para costurar na cabeça. Coisas muito levemente.
POUCO (fazer 1): R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2: p / pa (4 ms / pts) R3: (1 inc, 1 pb) x2 (6 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda para costurar na cabeça. Coisas muito levemente.

PÉ (peça 2):

Estamos fazendo o pé fazendo crochê dois dedos separadamente e depois juntando-os para continuar fazendo o pé. R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2-4: sc até 4 ms / pts. Cortar fio
Crochetar outro dedo repetindo as linhas 1 a 4, mas desta vez não corte o fio! Unir o segundo dedo ao primeiro: R5: 1 pb em muito pb de cada dedo (8 ms / pts) R6: (2 pb, 1 dec) x 2 (6 ms / pts) R7: (1 pb, 1 dec) x 2 ( 4 ms / pts) R8: pb direito (4 ms / pts). Coisas muito levemente e feche o buraco.

PERNAS (marca 2):

R1: Cadeia 5, deixando uma cauda longa no início. Junte-se à primeira corrente para fazer um anel (5 ms / pts) R2-4: sc mesmo (5 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda longa para costurar no corpo.

CAUDA:

R1: Corrente 7 (7 ms / pts) R2: A partir da 2ª corrente do gancho, fazer 6 pb. Virar e tricotar 6 pb nas alças traseiras da corrente (12 ms / pts) R3-5: sc pares (12 ms / pts) R6: (1 dez, 4 sc) x 2 (10 ms / pts) R7: sc pares (10 ms / pts) R8 : (1 dimin., 3 pb) x 2 (8 ms / pts) R9-10: p / p (8 ms / pts) R11: (1 dimin., 2 sc) x 2 (6 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda longa para costurar no corpo. Não encha

ASAS ( peça 2):

Assim como os pés, você deve tricotar duas peças separadamente e depois juntar: PRIMEIRA PEÇA: R1: 6 pb no anel mágico (6 ms / pts) R2-3: sc até 6 ms / pts. Cortar fio SEGUNDA PARTE: R1: 4 pb no anel mágico (4 ms / pts) R2: p / pa (4 ms / pts) Unir as duas peças: R4: 1 pb / p muito em cada peça (10 ms / pts) R5: sc até 10 ms / pts ) R6: (3 sc, 1 dec) x2 (8 ms / pts) R7: (2 sc, 1 dec) x2 (6 ms / pts). Corte o fio, deixando uma cauda longa para costurar no corpo. Não encha.

MONTAGEM

Costure o corpo na cabeça aproximadamente entre as fileiras 10 a 13 da cabeça.
Ver imagem no final do artigo.
Agora costure as penas na cabeça, alinhadas, começando na linha 10 da cabeça e terminando logo antes do corpo.
Costure a pena grande primeiro, cuidando de costurar a parte curva apontando para a frente. Em seguida, costure as 3 penas médias e as 2 pequenas.
Borde os olhos e faça o nó onde a pequena pluma será colocada, para escondê-la. Costure a última pena.
Costure um lado das pernas até os pés (aquele com a corrente inicial) e o lado oposto à parte inferior do corpo. Woodstock deve ficar de pé!
Costure as asas nos dois lados do corpo (a peça maior fica na frente) e costure a cauda na parte inferior de Woodstock.
Acabado!
Eu adoraria ver sua criação, então fique à vontade para postar fotos no meu blog.
Obrigado pela visita e volte em breve!

fonte: https://artesanatosustentabilidade.com.breceita-amigurumi-gratis-woodstock/
submitted by massaokoshimizu to u/massaokoshimizu [link] [comments]


2020.07.29 19:26 XXI_Heretic Quis custodiet ipsos custodes? A opinião de um OG do /r/portugal sobre o estado actual do sub e a moderação do asantos3

Já ando no /portugal desde 2011 quando éramos menos de 2000 subscritores, nessa altura a internet ainda era uma nova fronteira onde imperava a liberdade de expressão, e tanto os admins do reddit como o cavadela, que na altura era o único mod, defendiam esse valor:
In 2012, Yishan Wong, the site's then-CEO, stated, "We stand for free speech. This means we are not going to ban distasteful subreddits. We will not ban legal content even if we find it odious or if we personally condemn it."
https://en.wikipedia.org/wiki/Controversial_Reddit_communities
1- Podia fazer o portugal ao meu gosto e da minha imagem mas não quero
O portugal foi criado por mim mas não é meu. É dos seus utilizadores que farão dele o que bem entenderem. É assim que o entendo. Os posts que coloco são aqueles que enquanto user acho relevantes. Tenho ficado como único mod porque não dá trabalho. Filtro spam e ajudo pessoas que submeteram um post mas não o vêem aparecer.
2- Podia ter mais mods mas não quero
Ser mod solitário também não faz com que me entenda como ditador solitário do portugal. Essa posição não me dá nada. Já vários me pediram para serem também mods mas todos os que me pediram para o serem andavam atrás de algo que me assustava. Ou queriam começar a banir posts com base nas suas preferências ou queriam criar flairs ou demais para tornar evidente se o post era dos "seus" ou da outra facção.
https://old.reddit.com/portugal/comments/23iv03/vamos_l%C3%A1_dar_cabo_disto/
Era a altura em que eram permitidos subs como o infame /niggers e em que o apoio ao Ron Paul 2012 dominava grandes partes do reddit. Em vez da actual cancel culture e censura dominavam os ideais libertários.
Essa foi a era dourada do /portugal, onde éramos livres de postar o que quiséssemos e avacalhar à força toda. Apesar das constantes discussões políticas e dos insultos que frequentemente eram atirados o ambiente era muito menos pesado do que actualmente, o pessoal gozava com o outro lado da barricada mas ao fim do dia partilhávamos todos, desde a extrema-esquerda até à extrema-direita, o mesmo espaço e discutíamos abertamente sem problemas. Era um pequeno sub em que quase todos os utilizadores mais activos se conheciam e por isso havia um sentido de comunidade e desenvolviam-se dramas entre utilizadores que davam vida e energia ao subreddit, com o turnusb no meio de muitos deles:
https://old.reddit.com/portugal/comments/22p13e/cavadela_e_essa_conversa_sobre_modera%C3%A7%C3%A3o_quando_%C3%A9/cgp0rtu/
https://old.reddit.com/portugal/comments/1z4v77/weed_like_to_talk_bora_l%C3%A1_assinacfqj4le/
https://old.reddit.com/portugal/comments/221y1w/mouraria_pode_ter_primeira_sala_de_consumo/cgnwrpj/
https://old.reddit.com/portugal/comments/1p43gf/prova_de_que_h%C3%A1_redditors_com_m%C3%BAltiplas_contas_a/ccytpgu/
https://old.reddit.com/portugal/comments/1p43gf/prova_de_que_h%C3%A1_redditors_com_m%C3%BAltiplas_contas_a/ccykabj/
https://old.reddit.com/portugal/comments/1qzzy1/isto_%C3%A9_o_tipo_de_merdas_que_quem_frequenta_este/
https://old.reddit.com/portugal/comments/1vlors/preparemse/
https://old.reddit.com/portugal/comments/2bsbzu/pessoal_%C3%A9_o_cakeday_do_xenofobo_residente_do/
https://old.reddit.com/portugal/comments/2dgqjm/apareceu_um_carro_%C3%A0_frente_sen%C3%A3o_ia_a_300/cjpg4u3/?context=3
https://old.reddit.com/portugal/comments/20o4j5/an_average_day_on_rportugal/
https://old.reddit.com/brasil/comments/2pf5bn/amarequesttugasnakeamarequest/
Essas threads são só alguns exemplos da polémica e diversão que havia antigamente no sub e que seria impossível hoje em dia. Quem não gostasse desse drama só tinha que dar block a uma dúzia de contas e o problema ficava resolvido. Ironicamente hoje isso já não seria possível pois os mods com a sua visão paternalista decidiram que os utilizadores são incapazes de bloquear outros users e que mais vale correr tudo com bans.
Eventualmente o turnusb foi shadowbanned pela administração do reddit por ter vários heterónimos aka contas fantoches e eu tive a honra de tornar-me no primeiro utilizador a ser banido permanentemente do /portugal (excluindo contas de spam), por causa de um shitpost demasiado edgy numa fatídica thread sobre fruta. Quando isso aconteceu recebi várias mensagens, inclusive até de utilizadores comunistas, a dizerem que eram contra o ban e gostavam dos meus posts e a discussão que eles geravam. Em resposta ao ban decidi focar-me noutras coisas e deixei o sub durante dois anos e quando voltei já estava numa posição muito melhor na minha vida.
Depois o asantos3 entrou na equipa de moderação por CSS Injection e a partir daí foi sempre a descer. Sem dúvida alguma não há pior mod que ele e dar-lhe mais permissões para além do CSS foi o cavadela a abrir uma caixa de pandora. Haviam dezenas de utilizadores mais activos do que o asantos3 e hoje há centenas. Ele nunca participou muito do sub que modera, aliás, se quiserem um bom drinking game experimentem tomar um shot por cada post em https://old.reddit.com/useasantos3/ com símbolo de moderador. Não vão precisar de ver muitas páginas até entrarem em coma alcoólico... No entanto apesar de não participar muito no /portugal sorrateiramente ele conseguiu ganhar poder na moderação e chegamos hoje ao ponto do cavadela estar relegado à sua cuckshed enquanto o asantos3 fode-lhe o subreddit.
Isto intensificou-se agora, mas há muitos anos que há queixas contra a moderação do asantos3:
https://old.reddit.com/portugal/comments/4nrmc4/acaba_de_acontecer_um_atentado_violent%C3%ADssimo_nos/d46dtw8/
https://old.reddit.com/portugal/comments/4sw5pt/atentado_em_nice_provocou_pelo_menos_60_mortos/d5cozoy/
https://old.reddit.com/portugal/comments/5ekqrj/o_moderador_asantos_come%C3%A7ou_a_banir_pessoas_sem/dadnxra/
Não acredito que a personalidade do asantos3 seja compatível com a posição de moderador. Essa posição requer alguém que pense com calma e logicamente enquanto ele já demonstrou várias vezes agir por impulso e de forma emotiva, rude e passivo-agressiva:
https://i.redd.it/ax7cz0747i751.png
Ou o caso em que ele baniu um utilizador por dizer que eram "rappers a ajustar contas", algo que ele viu como uma "piada racista de mau gosto" apesar de ser uma citação de uma notícia do TVI24...
https://i.imgur.com/5dYrbBx.png
Acho que um sub com o nome de Portugal merece melhor moderação que isto. O asantos3 é o típico gajo com um QI de 115 a 130 que por ter uma inteligência acima da média convence-se de que está dotado para decidir pelos outros, que ele acredita não terem intelecto suficiente para decidir por si próprios.
Citando uma resposta dele sobre a democracia directa:
Talvez porque não estamos na grécia antiga e os cidadãos muitas vezes não sabem o que é o melhor para o país.
https://old.reddit.com/portugal/comments/26luln/pergunta_honesta_e_dif%C3%ADcil_seguir_algumas/chs9uvv/?context=3
Parece-me que ele sofre de um complexo de superioridade como o grande Bastiat explica nesta citação:
https://i.imgur.com/pqqYj78.jpg
Não existe pessoa mais autoritária do que alguém que está convencido da sua moralidade. Não acredito que o moço seja má pessoa, mas ele acredita tanto na rectidão dos seus valores de esquerda/extrema-esquerda que está disposto a silenciar quem tiver opiniões contrárias às suas, o facto de ele acreditar tão fortemente na virtude das suas crenças leva a que ele julgue que quem não as partilha só pode ser uma má pessoa. Assim o diálogo torna-se impossível e o /portugal vai degenerar num echochamber de esquerda como já aconteceu a muitos outros subs.
E para que não haja dúvidas do radicalismo de esquerda dele, vejam a resposta que deu a este comentário:
Soooo Greece just elected a Communist...this is definitely going to end well.
asantos3:
And the problem with that is?
The current right wing politics - austerity - aren't working and the Greece don't trust the socialist no more, this was the best solution.
Besides that, SYRIZA is much broader than the communist ideology.
https://old.reddit.com/worldnews/comments/2tsl5c/greeces_new_prime_minister_alexis_tsipras_made/co1zo51/
E sim, isso foi há 5 anos mas se forem agora ao perfil de twitter dele vão ver que o Livre é o único partido político que ele segue, aliás, não me admirava se ele tiver sido um dos idiotas úteis que meteu a Joacine na AR. Ele está mais perto de ser um americano da Califórnia ou Soviético do que Português. Aposto que se um antepassado dele criasse uma conta no reddit acabava banido por ele.
O mais engraçado é que ele é incapaz de perceber que ao transformar o /portugal num espaço de discussão aberta para todos num local com uma moderação forte, ele está a contribuir para o radicalismo. Sem diálogo as pessoas ficam nas suas bolhas, seja o /Avante ou o /portugueses onde não estão expostos a ideias contrárias às suas e através da afirmação positiva que recebem nesses echochambers tornam-se cada vez mais radicais e fechados a outras opiniões. A censura do Chega e o desprezo por quem apoia esse partido só leva mais pessoas a tomarem o lado do André Ventura.
Durante os anos fui abordado algumas vezes por pessoas que queriam criar uma alternativa sem censura ao /portugal, mas sempre achei que não haveria utilizadores suficientemente descontentes para tornar isso uma realidade, pois comparativamente ao resto do reddit, a moderação do sub até era das que menos censurava. Infelizmente isso mudou nos últimos meses e eles agora têm a mão pesada, pelo que agora o crescimento do /portugueses é inevitável. O ambiente nunca foi tão sério e sem sal. Um sub que outrora tinha um ambiente de bar descontraído tornou-se agora num espaço super formal onde tudo é levado a sério e quem não seguir a linha é atirado pela borda fora. Isto é uma consequência da mudança de estilo da moderação que passou a ser muito mais séria, chegando até a ser cómico o quanto os mods levam isto a sério:
https://imgur.com/a/StzCb
Podia escrever muito mais mas este fio já está a ficar grande como o meu caralho, vou terminar só por dizer que fui um dos 20 membros originais do /european, um subredddit sem censura criado em resposta à censura que ocorria no /europe, muito análoga à situação que temos hoje com o /portugal - /portugueses. Apesar de ter sido criado muitos anos depois do /europe e não ter a exposição que o reddit dava a esse sub, o /european cresceu a olhos vistos e em pouco tempo chegou ao ponto de ter dias em que havia mais utilizadores activos nele do que no /europe, normalmente quando a "religião da paz" resolvia fazer uma das suas acções na Europa. Isto demonstra que havendo a opção entre um subredit com censura e regras estúpidas e um sem censura e só com as regras do reddit, os utilizadores naturalmente migram para o subreddit sem censura, especialmente em dias onde ela seja usada excessivamente para impedir a discussão de eventos problemáticos. Mas atenção que eventualmente o facto da maioria dos utilizadores do /european serem de direita nacionalista foi usado como desculpa pelos admins para meterem o sub em quarentena quando ele atingiu um tamanho demasiado grande.
Peço-vos que não tornem este subreddit num circlejerk de direita. Utilizadores de extrema-esquerda como o AntonioMachado também foram banidos e apesar de ele ser um comuna vegan (com o qual discordo a 100%), ele têm direito a expor a sua opinião e mesmo que não concordem com ela se contribuir para a discussão sigam a reddiquette e deiam upvote em vez de downvote.
Nenhum Português étnico merece ser silenciado num subreddit nacional. O verdadeiro inimigo são as potências estrangeiras que semeiam a divisão nas nações Ocidentais com vista a desestabiliza-las. Foi dessa forma que a União Soviética avançou os seus interesses à custa dos nossos no Sul de África ao colocar pretos contra brancos e o mesmo truque está agora a ser usado nos EUA onde o movimento BLM é usado como pretexto para destruir o país por dentro. Infelizmente esse trabalho está a ser tão bem feito que apesar de os EUA serem o alvo principal destas acções até em nações secundárias como Portugal há pessoas como o asantos3 a engolir a propaganda e a andar em carris sem terem noção disso.
TL;DR: O /portugal hoje está uma merda sem sal e a moderação está a contribuir para aquilo que gostariam de evitar. Em consequência este sub vai crescer mas é importante que cresça para todos e não só para quem é de direita.
TL;DR2: Se visse o asantos3 a arder na rua cuspia nele antes de ir buscar um extintor.
submitted by XXI_Heretic to portugueses [link] [comments]


2020.07.26 20:57 fondsagenciadigital 05 Ferramentas Para Divulgar Na Internet e Automatizar Seu Marketing

Ei você quer conhecer algumas ferramentas que vão te auxiliar a divulgar sua empresa na Internet, Automatizar seu Marketing e também melhorar o SEO do seu Site? Quer saber como divulgar seus Serviços e Produtos na Internet? Então vem com agente nesse post que iremos lhe mostrar algumas das melhores ferramentas para divulgação na Internet e nas Redes Sociais.

01- ACTIVE ON DEMAND
Agência que cria site em São Paulo, Criação de Sites em São Paulo, Criar Site, Fazer site, Empresa que cria sites em São Paulo, Empresa que faz Site em São Paulo, Empresa de Criação de Sites em São Paulo,Criação de Sites WordPress,Criação de Sites Profissionais sp, planos criação de sites, melhores empresas desenvolvimento de sites criação de sites baratos, criação de sites responsivos, Criação de Sites na Zona Norte de São Paulo Criação de Sites, Como Divulgar o seu Site, Site Baixo Custo, Preço Justo, Site Para Empresa MEI, Empresas que Montam, Constroem, Criam, Desenvolvem Sites, Criar site de vendas, Criar site online, Como criar um site de sucesso, Empresa que cria sites, Empresa de sites, Empresa de sites sp, Criação de sites, Criação de sites profissionais, Criação de sites em São Caetano, Criação de sites em São Bernardo, Criação de sites em Santo André, Criação de sites em São José dos Campos, Criação de sites em Guarulhos, Criação de sites em Jundiai, Criação de sites em Campinas,

https://www.activedemand.com/
ActiveDEMAND é uma plataforma de marketing integrada. O que exatamente isso significa? Isso significa que o ActiveDEMAND permite que profissionais de marketing, agências e empresas aumentem seus esforços de marketing por meio de gerenciamento de campanhas, receitas de campanhas e relatórios de atribuição simplificados, enquanto se integram a muitos outros aplicativos de negócios, vendas e marketing.
02- AGORAPULSE
Criação de sites em Praia Grande, Criação de sites em Santos, Criação de sites em Atibaia, Criação de sites em sp, Criação de sites em Curitiba, Criação de sites em bh, Criar loja virtual, Criar loja virtual em São Caetano, Criar loja virtual em São Bernardo, Criar loja virtual em Santo André, Criar loja virtual em São José dos Campos, Criar loja virtual em Guarulhos, Criar loja virtual em Jundiai, Criar loja virtual em Campinas, Criar loja virtual em Barretos, Criar loja virtual em Osasco, Criar loja virtual em Barueri, Criar loja virtual em Mogi das Cruzes, Criar loja virtual em Cotia, Criar loja virtual em Vargem Grande Paulista, Criar loja virtual em Sorocaba, Criar loja virtual em Praia Grande, Criar loja virtual em Santos, Criar loja virtual em Atibaia, Criar loja virtual em Curitiba, criação de sites
https://www.agorapulse.com/pt/

Com o AgoraPulse existem várias funcionalidades criadas para facilitar a gestão de suas redes sociais.
Diversas maneiras de programar seu conteúdo.
Se você gosta de programar, reprogramar, colocar em fila ou publicar vários posts de uma só vez, essa ferramenta tem várias opções para você preencher seu calendário de conteúdo.
Tem também uma Inbox Social para reunir todas as conversas, é muito legal.
Encontre, filtre e gerencie facilmente seus comentários, menções, comentários de anúncios e outras mensagens importantes, Relatórios ilimitados em um clique, Determine o ROI de sua estratégia de conteúdo com nossos relatórios, que você acessa online ou baixa em CSV e PPT.
Sua equipe pode trabalhar junta em tempo real para manter a agilidade, atribua rascunhos, comentários e mensagens aos responsáveis por lidar com esses conteúdos.
Ah tem também um CRM integrado para acompanhar seus seguidores
Segmente rapidamente seu público usando rótulos. Inclua observações e visualize o histórico de conversas de cada usuário. Vale a pena conferir!
03- ATTRACTA
criação de sites em sp criação de sites florianopolis criação de sites piracicaba criação de sites aracaju criação de sites blumenau criação e desenvolvimento de sites criação de sites profissionais sp criação de sites google criação de sites londrina criação de sites santa catarina criação de sites sorocaba criação de sites online criação de sites para advogados criação de sites preços criação de sites fortaleza criação de sites jundiai ferramentas para criação de sites criação de sites balneario camboriu criação de sites rio preto criação de sites novo hamburgo programas para criação de sites criação de sites sjc criação de sites em ribeirão preto criação de sites na zona leste criação de sites de vendas curso para criação de sites
https://www.attracta.com/

Attracta é a empresa de SEO muito popular do mundo
Com mais de 5 milhões de sites usando os serviços de SEO da Attracta, a ferramenta promete o serviço de otimização de mecanismos de busca (SEO) do mundo.
Os Serviços ajudaram milhares de pequenas empresas a melhorar seu ranking nos mecanismos de pesquisa e direcionar mais tráfego para seus sites.
Juntar-se à você poderá usar as poderosas ferramentas de SEO é gratuito, e o aumento do ranking obtido pode realmente ajudar o seu negócio. Inscreva-se hoje e reivindique suas ferramentas gratuitas de SEO – e dê o primeiro passo para obter classificações mais altas e mais vendas. Confira!
04- BING ADS
criação de sites advogados criação de sites anapolis criação de site agencia criação de site aracaju criação de sites porto alegre criação de sites para advogados criação de sites e aplicativos criação de sites no abc criação de sites em americana criação de sites e apps criação de sites em atibaia criação de sites e aplicativos manaus criação de sites santo andré criação de sites pouso alegre criação de sites em arapongas criação de site passo a passo criação de site em americana sp criação de sites profissionais porto alegre criação de sites baratos criação de sites bh criação de sites brasilia criação de sites barra da tijuca criação de sites balneario camboriu criação de sites belo horizonte criação de sites betim criação de sites baratos rj criação de sites blumenau criação de sites bauru criação de sites bahia criação de sites bootstrap criação de sites baratos em campinas criação de sites barreiras bahia criação de site barato em sp criação de sites em belém criação de sites campinas criação de sites curso criação de sites contagem criação de sites cascavel criação de sites caxias do sul criação de sites campo grande ms criação de sites campinas sp criação de sites canoas criação de sites com dominio gratis criação de sites com wordpress criação de sites cuiaba criação de sites cnae criação de sites criciuma criação de sites curitiba preço criação de sites como funciona criação de sites cabo frio criação de site curitiba criação de site com dominio proprio criação de site com dominio criação de site comercial criação de sites df criação de sites de vendas criação de sites divinopolis criação de sites de vendas online criação de site do zero criação de site dreamweaver criação de site divulgação criação de sites barra da tijuca criação de sites caxias do sul criação de sites com dominio gratis criação de sites mogi das cruzes criação de sites marketing digital criação de sites duque de caxias criação de sites jaragua do sul criação de sites e dominios gratuitos criação de sites web designer df criação de sites foz do iguaçu criação de sites web design criação de site com dominio proposta criação de site .doc criação de sites em bh criação de sites em fortaleza criação de sites em salvador criação de sites e plataformas digitais criação de sites em sorocaba criação de sites em campinas criação de sites em recife criação de sites em osasco criação de sites em são paulo criação de sites em brasilia criação de sites em londrina criação de sites em cuiaba criação de sites em belém criação de sites em juiz de fora criação de sites em florianópolis criação de sites em mogi das cruzes criação de sites em sp criação de sites em aracaju criação de sites e sistemas criação de sites em portugal criação de sites florianopolis criação de sites fortaleza criação de sites free criação de sites freelancer criação de sites foz do iguaçu criação de sites franca sp criação de site facil criação de sites passo fundo criação de sites feira de santana criação de sites nova friburgo criação de sites como funciona criação de sites cabo frio criação de site para fotografos criação de site como fazer criação de site de fotos criação de sites juiz de fora programa para criação de sites free criação de sites gratis criação de sites goiania criação de sites google criação de sites gratuitos google criação de sites gratis e hospedagem criação de sites gratis online criação de sites guarulhos criação de sites gratis wordpress criação de sites go criação de site gratis wix criação de site gratuito em portugues criação de sites profissionais gratis criação de sites campo grande ms criação de sites praia grande curso criação de sites gratis criação de sites são gonçalo criação de sites em guaiba criação de sites html e css criação de sites html criação de sites html5 criação de site hostgator criação de sites novo hamburgo criação de sites belo horizonte criação de sites e hospedagem criação de site e hospedagem gratuita criação de sites gratis e hospedagem programa para criação de sites html sites para criação de histórias em quadrinhos codigos html para criação de sites criação de sites institucionais criação de sites indaiatuba criação de sites itajai sc criação de sites itajai criação de sites imobiliarios criação de sites inglês criação de site institucional criação de sites para iptv criação de sites para imobiliarias criação de sites nova iguaçu criação de sites em ipatinga criação de sites no ipiranga criação de sites foz do iguaçu criação de sites para corretores de imoveis criação de sites e loja virtual i9 sp ideias para criação de sites sites para criação de infograficos naveg.in criação de sites em fortaleza ideias de criação de sites criação de sites joinville criação de sites jurídicos criação de sites juiz de fora criação de sites jundiai criação de sites jaragua do sul criação de sites joomla criação de sites joão pessoa criação de sites são josé dos campos criação de sites são josé do rio preto criação de sites sao jose sc criação de sites em jacarei criação de site em jordanésia criação de sites rio de janeiro criação de sites em são judas criação de sites londrina criação de sites locaweb criação de sites lojas virtuais criação de sites limeira criação de sites linguagem criação de sites lapa criação de sites layout criação de sites litoral norte criação de site loja virtual criação de logo site criação de sites mercado livre criação de sites e loja virtual i9 sp criação de sites zona leste criação de sites sete lagoas criação de sites são leopoldo criação de sites online criação de sites para loja virtual criação de sites no linux criação de sites com login criação de site e logomarca criação de sites manaus criação de sites maringá criação de sites mercado livre criação de sites mogi das cruzes criação de sites montes claros criação de sites marketing digital criação de sites microsoft criação de sites mongagua criação de sites melhor preço criação de site mei criação de site mensal criação de site mmn criação de site maricá criação de site mobile criação de site melhor criação de site melhor programa criação de mini sites criação de música site criação de sites o manual que faltava pdf criação de sites para medicos criação de sites novo hamburgo criação de sites no abc criação de sites natal rn criação de sites na zona leste criação de sites niteroi criação de sites nova iguaçu criação de sites nova friburgo criação de sites na era da web 2.0 pdf criação de sites na mooca criação de sites no ipiranga criação de sites no linux criação de sites net criação de sites no barreiro bh criação de site no google criação de site no wordpress criação de site no sharepoint criação de site no rj criação de sites em natal criação de sites zona norte sp criação de sites zona norte criação de sites online criação de sites online gratis criação de sites otimizados criação de sites o manual que faltava pdf criação de sites orçamento criação de sites olx criação de sites osasco criação de sites one page criação de sites odontologicos curso criação de sites online criação de sites em ourinhos criação de sites zona oeste criação de sites em olinda criação de sites de vendas online curso de criação de sites online gratuito criação de sites para vendas online criação de sites para psicologos online omega 7 - criação de sites e commerce e marketing digital criação rápida de sites responsivos com o bootstrap criação rápida de sites responsivos com o bootstrap pdf criação de sites profissionais criação de sites profissionais gratis criação de sites preço criação de sites para psicologos criação de sites para empresas criação de sites para advogados criação de sites piracicaba criação de sites personalizados criação de sites pelotas criação de sites para pousadas criação de sites passo fundo criação de sites para corretores de imoveis criação de sites profissionais sp criação de sites profissionais preço criação de sites para iptv criação de sites para imobiliarias criação de sites para agencia de viagens criação de sites para corretoras de seguros criação de sites para contabilidade criação de sites quanto custa criação de sites o manual que faltava pdf questionario para criação de sites o que é criação de sites qual software para criação de sites criação de sites rj criação de sites responsivos criação de sites rio de janeiro criação de sites recife criação de sites ribeirão preto criação de sites rn criação de riqueza site criação de sites baratos rj criação de sites natal rn criação de sites em rio preto criação de sites profissionais rj criação de sites e redes sociais empresa de criação de sites rj ferramentas para criação de sites responsivos software de criação de sites responsivos criação rápida de sites responsivos com o bootstrap criação de sites sp criação de sites são paulo criação de sites sorocaba criação de sites sjc criação de sites salvador criação de sites são josé dos campos criação de sites santa catarina criação de sites sete lagoas criação de sites suzano criação de sites sharepoint criação de sites são leopoldo criação de sites santo andré criação de sites software criação de sites simples criação de sites santos criação de sites são gonçalo criação de sites sao jose sc criação de sites sjcampos criação de site sebrae criação de site serviço criação de sites taubaté criação de sites teresina criação de sites tubarao criação de sites tatuape criação de sites tradução ingles criação de site tutorial criação de site template criação de sites em taguatinga df criação de sites em teresopolis criação de sites em taguatinga criação de site em torres criação de site em taboão da serra criação de sites barra da tijuca tca criação de sites tutorial criação de sites wordpress criação de textos para sites trabalhar com criação de sites temas para criação de sites tudo sobre criação de sites tags para criação de sites criação de sites upsites criação de sites uberlandia criação de sites uol criação de um site criação de um site quanto custa criação de um site passo a passo criação de um site gratuito criação de um site profissional criação de sites em umuarama criação de sites em uberaba criação de site em ubatuba criação de um site de anúncios classificados udemy criação de sites criação de sites valores criação de sites vitoria es criação de sites videos criação de sites virtuais criação de sites vale a pena criação de sites vale do paraíba criação de sites vila carrão criação de site vix criação de sites de vendas online criação de sites de vendas criação de sites para vendas online criação de sites lojas virtuais criação de sites porto velho criação de site loja virtual criação de site para vendas criação de sites e loja virtual i9 sp criação de sites para agencia de viagens sites para criação de videos animados criação de sites wix criação de sites wordpress preço criação de sites wordpress criação de sites web criação de sites web designer df criação de sites wikipedia criação de sites wiki criação de sites web design criação de sites woocommerce criação de site workana criação de site web designer criação de web sites em florianopolis criação de web sites bh criação de website empresas criação de web site porto alegre curso criação de sites wordpress tutorial criação de sites wordpress criação de sites gratis wordpress criação de site gratis wix winx criação de sites criação de sites zona leste criação de sites zona norte sp criação de sites zona norte criação de sites zona oeste criação de site zona sul criação de site do zero
https://ads.microsoft.com/

Milhões de pessoas estão fazendo buscas.Com o BingAds você estará presente nos resultados.
Conquiste os clientes que estão procurando por você essa é a promessa do BingADS.
Se conecte com usuários que estão em casa, no trabalho ou em trânsito, procurando por seus produtos e serviços.
Alcance os milhões de usuários únicos de Microsoft Search Network — com segmentação por país, Estado ou que estão a uma determinada distância de você.
Se você já usa outro produto como o Google Ads, é fácil transportar esta campanha para o Microsoft Advertising.
As ferramentas para gerenciar melhor suas campanhas e atingir suas metas de publicidade. Você pode trabalhar com um orçamento fixo ou tentar alcançar um custo por aquisição ou ação. O Microsoft Advertising proporciona o controle necessário para fazer tudo isso com mais eficiência.
Ah e o bacana pe que você só paga apenas quando os clientes clicarem em seu anúncio. Sem clique, sem custo.
05- UOL ADS
criação de sites tradução ingles criação de site tutorial criação de site template criação de sites em taguatinga df criação de sites em teresopolis criação de sites em taguatinga criação de site em torres criação de site em taboão da serra criação de sites barra da tijuca tca criação de sites tutorial criação de sites wordpress criação de textos para sites trabalhar com criação de sites temas para criação de sites tudo sobre criação de sites tags para criação de sites criação de sites upsites criação de sites uberlandia criação de sites uol criação de um site criação de um site quanto custa criação de um site passo a passo criação de um site gratuito criação de um site profissional criação de sites em umuarama criação de sites em uberaba criação de site em ubatuba criação de um site de anúncios classificados udemy criação de sites

https://ads.uol.com.bl

Anunciar no UOL Ads é a forma simples de anunciar seu negócio na internet com a credibilidade UOL nos principais portais do Brasil.
Utilize diversos formatos de imagens com alta qualidade para atrair, impactar e direciona-los para seu site.
Os Anúncios são compostos por imagem estática e texto, esse formato é exibido em meio ao conteúdo editorial.
Ah também é possível Anunciar com o formato de vídeo!
Com o UOL Ads é a escolha perfeita:
SEGMENTAÇÃO INTELIGENTE
Encontramos a melhor segmentação para seus anúncios
Utilize o sistema inteligente de segmentação e encontre os públicos mais adequados para potencializar suas chances de receber cliques.
Com orçamentos a partir de R$ 10,00 já é possível se anunciar no UolAds.
Pague somente pelos cliques em seus anúncios!
Bom é isso ai pessoal esperamos que tenham gostado! Um forte abraço e até a próxima 😉

ei que tal navegar por esse links?

Site Portal
HotSite
Site Para Imobiliária Balneário Camburiú
Marketing Digital
Google Adwords
Busca Orgânica (SEO)
E-mail Marketing
Web Writting
Modelos de Sites
Empresa
Sobre a Fonds
Depoimentos
Perguntas frequentes
NUVEM DE TAGS:


criação de sites advogados
criação de sites anapolis
criação de site agencia
criação de site aracaju
criação de sites porto alegre
criação de sites para advogados
criação de sites e aplicativos
criação de sites no abc
criação de sites em americana
criação de sites e apps
criação de sites em atibaia
criação de sites e aplicativos manaus
criação de sites santo andré
criação de sites pouso alegre
criação de sites em arapongas
criação de site passo a passo
criação de site em americana sp
criação de sites profissionais porto alegre
criação de sites baratos
criação de sites bh
criação de sites brasilia
criação de sites barra da tijuca
criação de sites balneario camboriu
criação de sites belo horizonte
https://fonds.com.b2020/01/29/05-ferramentas-para-divulgar-na-internet-e-automatizar-seu-marketing/
submitted by fondsagenciadigital to u/fondsagenciadigital [link] [comments]


2020.07.25 05:31 altovaliriano [Tradução] Os Outros confundiram Waymar Royce com um Stark

Texto original: https://www.reddit.com/asoiaf/comments/9qvrsy/spoilers_extended_the_killing_of_a_range
Autor: u/JoeMagician
Título original: The Killing of a Ranger
[…] Esta é a versão reescrita da minha teoria de 2015, A Cold Death in the Snow: The Killing of a Ranger, com algumas seções novas e conclusões mais bem explicadas, além de um bom e velho tinfoil. E significativamente menos citações, adequações nos spoilers e menos texto em negrito. Eu queria fazer um vídeo da teoria e não estava satisfeito com a versão original, então aqui está uma versão nova e aprimorada como um bônus.
O vídeo completo está aqui, se você preferir assistir, e a versão em podcast aqui, se você preferir ouvir, bem como pode ser encontrada no Google Play e no iTunes.
Aproveite!

Os Três Patrulheiros

Um dos eventos menos compreendidos em ASOIAF acontece exatamente no capítulo de abertura da saga. Waymar Royce, um fidalgo do Vale, e os dois patrulhieros Will e Gared estão perseguindo selvagens saqueadores na Floresta Assombrada. Antes que possamos nos localizar, Waymar é emboscado pelos demônios de gelo conhecidos como Os Outros. Waymar pronuncia sua famosa e incrivelmente foda frase "Dance comigo, então" e começa o duelo. Waymar segura as pontas até que o Outro acerta um golpe, depois zomba do patrulheiro e, finalmente, a espada de Wamyar se quebra contra a lâmina de gelo. Um fragmento perfura o olho de Waymar e o grupo de Outros que se aproxima, cerca-o e mata-o com golpes coordenados. Para piorar, Waymar é reanimado como uma criatura e massacra seu ex-companheiro Will. O outro irmão deles, Gared, escapa do ataque e foge para o Sul até ser capturado em uma fortaleza perto de Winterfell e executado por Ned Stark em razão de ter desertado da Patrulha.
É um prólogo que deixa o leitor com muitas perguntas não respondidas sobre o que acabou de ler. Por que esses patrulheiros foram atacados e por tantos outros? Onde estavam seus servos mortos-vivos que eles normalmente usam para matar? E por que eles estavam duelando com Waymar Royce em particular, um guarda de nenhuma nota em particular em sua primeira missão? Primeiro, vejamos o histórico de Waymar.
Sor Waymar Royce era o filho mais novo de uma Casa antiga com herdeiros demais. Era um jovem atraente de dezoito anos, olhos cinzentos, elegante e esbelto como uma faca. Montado em seu enorme corcel de batalha negro, o cavaleiro elevava-se bem acima de Will e Gared, montadosem seus garranos de menores dimensões. Trajava botas negras de couro, calças negras de lã, luvas negras de pele de toupeira e uma cintilante cota de malha negra e flexível por cima de várias camadas de lã negra e couro fervido. Sor Waymar era um Irmão Juramentado da Patrulha da Noite havia menos de meio ano, mas ninguém poderia dizer que não se preparara para a sua vocação. Pelo menos no que dizia respeito ao guarda-roupa.
(AGOT, Prólogo)
Segundo as informações que recebemos, Waymar foi o terceiro filho do formidável "Bronze" Yohn Royce, lorde de Pedrarruna e da casa Royce. Ninguém sabe ao certo por que Waymar escolheu se juntar à Patrulha. Sendo filho de um Senhor, ele poderia se casar em uma Casa menor e obter suas próprias propriedades, tornar-se um cavaleiro de torneios, visitar Essos e lutar como um mercenário se quisesse. Poderia fazer quase tudo. Em vez disso, escolheu se juntar à Patrulha da Noite. E Waymar é muito bonito, Sansa Stark se apaixonou por ele à primeira vista:
Foi hóspede em Winterfell quando o filho foi para o Norte vestir o negro – tinha uma tênue lembrança de ter se apaixonado perdidamente por Sor Waymar.
(AFFC, Alayne I)
Gared e Will são um pouco menos ilustres. Will é um caçador furtivo apanhado por Lord Mallister e escolheu a Muralha em vez de perder a mão. Gared ingressou na Patrulha quando menino e é patrulheiro há quarenta anos. Senhor comandante Mormont fala muito bem deles.
Mormont pareceu quase não ouvi-lo. O velho aquecia as mãos no fogo.
Enviei Benjen Stark em busca do filho de Yohn Royce, perdido em sua primeira patrulha. O rapaz Royce estava verde como a grama de verão, mas insistiu na honra de seu próprio comando, dizendo que lhe era devido enquanto cavaleiro. Não desejei ofender o senhor seu pai e cedi. Enviei-o com dois homens que considerava dos melhores que temos na Patrulha. Mas fui tolo.
(AGOT Tyrion III)

A Missão

Agora que estamos mais familiarizados com esses patrulheiros, vamos abordar a explicação mais simples: que foi um encontro acidental entre os Outros e os patrulheiros. Talvez os Outros estivessem viajando pela floresta para se encontrar com Craster e acidentalmente encontraram três patrulheiros. Faz sentido. Os Outros e os patrulheiros são inimigos históricos. No entanto, existem grandes problemas nisso. O primeiro é quando Royce e companhia alcançam suas presas, os saqueadores já foram transformados em criaturas.
Prestou atenção à posição dos corpos?
Will encolheu os ombros.
Um par deles está sentado junto ao rochedo. A maioria está no chão. Parecem caídos.
Ou adormecidos – sugeriu Royce.
Caídos – insistiu Will. – Há uma mulher numa árvore de pau-ferro, meio escondida entre os galhos. Uma olhos-longos – ele abriu um tênue sorriso. – Assegurei-me de que não conseguiria me ver. Quando me aproximei, notei que ela também não se movia – e sacudiu-se por um estremecimento involuntário.
Está com frio? – perguntou Royce.
Um pouco – murmurou Will. – É o vento, senhor.
O jovem cavaleiro virou-se para seu grisalho homem de armas. Folhas pesadas de geada suspiravam ao passar por eles, e o corcel de batalha movia-se de forma inquieta.
Que lhe parece que possa ter matado aqueles homens, Gared? – perguntou Sor Waymar com ar casual, arrumando o longo manto de zibelina.
Foi o frio – disse Gared com uma certeza férrea. – Vi homens congelar no inverno passado e no outro antes desse, quando eu era pequeno.
Waymar, porém, percebe algo errado na avaliação de Gared. Está quente demais para a estação, tanto que o Muralha está derretendo ou "chorando".
Se Gared diz que foi o frio… – começou Will.
Você fez alguma vigia nesta última semana, Will?
Sim, senhor – nunca havia uma semana em que ele não fizesse uma maldita dúzia de vigias.
Aonde o homem queria chegar?
E em que estado encontrou a Muralha?
Úmida – Will respondeu, franzindo a sobrancelha. Agora que o nobre o fizera notar, via os fatos com clareza. – Eles não podem ter congelado. Se a Muralha está úmida, não podem. O frio não é suficiente.
Royce assentiu.
Rapaz esperto. Tivemos alguns frios passageiros na semana passada, e uma rápida nevasca de vez em quando, mas com certeza não houve nenhum frio suficientemente forte para matar oito homens adultos.
Os saqueadores morrem congelados com o tempo quente demais. Como leitores, sabemos que os Outros têm controle sobrenatural sobre o frio, indicando que eles são os assassinos. E então, quando Waymar e Will voltam, descobrem que os corpos desapareceram.
O coração parou em seu peito. Por um momento, não se atreveu a respirar. O luar brilhava acima da clareira, sobre as cinzas no buraco da fogueira, sobre o abrigo coberto de neve, sobre o grande rochedo e sobre o pequeno riacho meio congelado. Tudo estava como estivera algumas horas antes.
Eles não estavam lá. Todos os corpos tinham desaparecido.

A Armadilha

O curioso Waymar morde a isca e a armadilha foi ativada. Will, de seu ponto estratégico em cima de uma árvore, vê seus predadores desconhecidos emergirem da floresta. (AGOT, Prólogo)
Uma sombra emergiu da escuridão da floresta. Parou na frente de Royce. Era alta, descarnada e dura como ossos velhos, com uma carne pálida como leite. Sua armadura parecia mudar de cor quando se movia; aqui era tão branca como neve recém-caída, ali, negra como uma sombra, por todo o lado salpicada com o escuro cinza-esverdeado das árvores. Os padrões corriam como o luar na água a cada passo que dava.
Will ouviu a exalação sair de Sor Waymar Royce num longo silvo. [...]
Emergiram em silêncio, das sombras, gêmeos do primeiro. Três… quatro… cinco… Sor Waymar talvez tivesse sentido o frio que vinha com eles, mas não chegou a vê-los, não chegou a ouvi-los. Will tinha de chamá-lo. Era seu dever. E sua morte, se o fizesse. Estremeceu, abraçou a árvore e manteve o silêncio.
Os Outros armaram uma armadilha para esses patrulheiros e a puseram em ação, não foi um encontro casual. Eles estão apenas tentando matar todos os membros da Patrulha da Noite que puderem? Eu não acredito nisso. Will e Waymar são mortos na Floresta Assombrada, mas o terceiro corvo, Gared, consegue escapar dos Outros. Ele corre para o sul até ser pego pelos Starks e decapitado por Lorde Eddard por deserção.
Há seis Outros não feridos, camuflados e ansiosos para matar ali mesmo com ao menos dez criaturas (incluindo Waymar e Will) e eles deixam de perseguir Gared. Matá-lo seria fácil e rápido, e ainda assim eles não o fazem. Isso não aconteceria se eles estivesse apenas tentando empilhar corpos de patrulheiros.

Claro que Craster está envolvido

A única conclusão que resta é que todo o cenário não era uma armadilha para três homens da Patrulha da Noite, e sim uma armadilha para um patrulheiro em particular: Waymar Royce. Ele é escolhido pelos Outros para um duelo individual por sua vida. Mas por quê? Waymar não é nada de especial na Patrulha. Enquanto isso, Gared e Will são veteranos nas terras além da Muralha. Eles seriam os maiores prêmios, taticamente falando. Como os Outros sequer poderiam saber como procurar por Waymar?
Me perdoará por isso, se tiver lido minhas outras teorias, mas mais uma vez, a resposta é Craster. Waymar, Will e Gared passaram pelo menos uma noite na fortaleza de Craster enquanto rastreavam os selvagens saqueadores.
Lorde Mormont disse:
Ben andava à procura de Sor Waymar Royce, que tinha desaparecido com Gared e o jovem Will.
Sim, desses três me lembro. O fidalgo não era mais velho do que um destes cachorros. Orgulhoso demais para dormir debaixo do meu teto, aquele, com seu manto de zibelina e aço negro. Ainda assim, minhas mulheres ficaram de olho grande – olhou de soslaio a mais próxima das mulheres. – Gared disse que iam caçar salteadores. Eu lhe disse que com um comandante assim tão verde era melhor que não os pegassem. Gared não era mau para um corvo.
(ACOK Jon III)
Observa-se aqui que Craster só fala sobre Gared e Waymar, não sobre Will. E Will é um patrulheiro veterano, alguém que Craster provavelmente já conheceria, mas é deixado de fora. Craster lembra Waymar com riqueza de detalhes, concentrando-se em suas roupas finas e boa aparência. Craster se concentrou muito em Waymar, mas quando perguntado sobre para onde os patrulheiros estavam indo quando partiram, Craster responde (ACOK Jon III):
Quando Sor Waymar partiu, para onde se dirigiu?
Craster encolheu os ombros:
Acontece que tenho mais que fazer do que tratar das idas e vindas dos corvos.
Craster não tem coisas melhores para fazer, seus dias giram em torno de ficar bêbado e ser um humano terrível para com suas "esposas". E ele se contradiz, alegando não ter interesse nos patrulheiros ao mesmo tempo que discorre em detalhes sobre Royce. Dado o relacionamento muito próximo de Craster com os Outros (organizando um acordo em que ele dá seus filhos em troca de proteção), esse encontro casual foi o que deu início à cadeia de eventos que levaram à morte de Waymar. Craster viu algo importante em Waymar Royce, algo em que os Outros prestaram muita atenção e agiram de maneira dramática.

A aparência de um Stark

Vamos analisar rapidamente o que Craster poderia ter aprendido. Com suas próprias palavras, ele percebe que Waymar é de alto nascimento. Não é uma informação particularmente valiosa, existem muitos patrulheiros e membros da Patrulha bem nascidos e os Outros não criaram armadilhas individuais para eles até onde sabemos.
Ele poderia ter ficado sabendo que Waymar era da Casa Royce e do Vale. Não há outros homens dos Royces na Patrulha, mas há outro patrulheiro chamado Tim Stone, do Vale. Tim sobrevive à Grande Patrulha e ainda está vivo no final do Festim dos Corvos, então essa parece uma explicação improvável. Talvez ser Royce tenha feito os Outros ficarem atentos. Os Royces tem sangue de Primeiros Homens, uma casa antiga que remonta às brumas da história. Talvez algum tipo de rancor?
Existe algo em seu comportamento? Waymar é altivo e autoconfiante, repele as pessoas com uma atitude de superioridade. Isso aborreceu Craster, mas duvido que os Outros chegariam em força para acalmar um leve aborrecimento do gerente de fábrica de bebês. O quanto eles demonstram interesse em Waymar implica que o que Craster disse a eles foi uma informação suculenta e importante que o atraiu de forma intensa. O que nos resta é a aparência de Waymar (AGOT, Prólogo):
Era um jovem atraente de dezoito anos, olhos cinzentos, elegante e esbelto como uma faca.
Olhos cinzentos, esbeltos, graciosos. Esta é uma descrição que é usada apenas um capítulo depois com um personagem muito famoso (AGOT, Bran I):
Podia-se ver em seus olhos, Stark – os de Jon eram de um cinza tão escuro que pareciam quase negros, mas pouco havia que não vissem. Tinha a mesma idade que Robb, mas os dois não eram parecidos. Jon era esguio e escuro, enquanto Robb era musculoso e claro; este era gracioso e ligeiro; seu meio-irmão, forte e rápido.
Waymar se parece com Jon Snow. Os outros membros conhecidos da Casa Royce que não ficaram grisalhos (Myranda Royce e seus "espessos cachos cor de avelã" e Albar Royce e seus "ferozes suíças negras") têm cabelo preto ou marrom. É lógico que Waymar tambémteria dada a predominância de cabelos escuros nas famílias. A arte oficial dos fundos dos calendários confirma isso, com GRRM aprovando os cabelos pretos de Waymar. Mas Craster não conhece Jon Snow no momento, então por que a comparação importa? A resposta vem da primeira interação de Craster com Jon Snow (ACOK, Jon III):
Quem é este aí? – Craster perguntou, antes que Jon pudesse se afastar. – Tem o ar dos Stark.
É o meu intendente e escudeiro, Jon Snow.
Quer dizer então que é um bastardo? – Craster olhou Jon de cima a baixo. – Se um homem quer se deitar com uma mulher, parece que a devia tomar como esposa. É o que eu faço – enxotou Jon com um gesto. – Bom, corre a cuidar do seu serviço, bastardo, e vê se esse machado está bom e afiado, que não tenho serventia para aço cego.
Craster de relance reconhece Jon corretamente como tendo a aparência de um Stark. Ele não fala isso de novo com mais ninguém que conhece nos capítulos que aparece, ninguém menciona isso depois, é a única vez que Craster diz que alguém se parece com uma família em particular. Ele sabe que aparência os Starks devem ter, e isso é confirmado por outros personagens. Uma de suas características definidoras, mencionadas muitas vezes, são os olhos cinzentos.
Catelyn lembrando Brandon Stark (AGOT, Catelyn VII):
E seu prometido a olhou com os frios olhos cinzentos de um Stark e lhe prometeu poupar a vida do rapaz que a amava.
Jaime Lannister lembrando Ned Stark na época da rebelião (ASOS, Jaime VI):
Lembrou-se de Eddard Stark, percorrendo a cavalo todo o comprimento da sala do trono de Aerys, envolto em silêncio. Só seus olhos tinham falado; olhos de senhor, frios, cinzentos e cheios de julgamento.
Theon lembrando qual deveria ser a aparência de Arya. (ADWD, Fedor II)
Arya tinha os olhos do pai, os olhos cinzentos dos Stark. Uma garota da idade dela podia deixar o cabelo crescer, adicionar uns centímetros à altura, ver os seios aumentarem, mas não podia mudar a cor dos olhos.
Tyrion Lannister reconhece Jon como tendo a aparência Stark também (AGOT, Tyrion II):
O rapaz absorveu tudo aquilo em silêncio. Possuía o rosto dos Stark, mesmo que não tivesse o nome: comprido, solene, reservado, um rosto que nada revelava.
Pelo reconhecimento correto de Craster e dos monólogos internos de Tyrion e Catelyn, parecer um verdadeiro "Stark" significa que você deve ter olhos cinzentos, cabelos castanhos escuros ou pretos e um rosto longo e solene. Waymar Royce tem três destas quatro características. No entanto ele poderia ter todas, se você considerar o rosto de seu pai um indicativo do aspecto do rosto de Waymar (AFFC, Alayne I):
Os últimos a chegar foram os Royce, Lorde Nestor e Bronze Yohn. O Senhor de Pedrarruna era tão alto quanto Cão de Caça. Embora tivesse cabelos grisalhos e rugas no rosto, Lorde Yohn ainda parecia poder quebrar a maior parte dos homens mais novos como se fossem gravetos nas suas enormes mãos nodosas. Seu rosto vincado e solene trouxe de volta todas as memórias de Sansa do tempo que passara em Winterfell.
O mesmo rosto solene que você procuraria em um Stark. Seu rosto até a lembra de Winterfell e, presumivelmente, de seu pai. Acredito que foi isso que Craster viu em Waymar e que ele alertou os Outros a respeito. Ele tinha visto alguém que se parece muito com um Stark, de alto nascimento e jovem. Isso se encaixa em um perfil importante para os Outros, pois eles entram em ação, preparando sua armadilha para Waymar. Infelizmente, Waymar não é um Stark de verdade, mas ele parece próximo o suficiente para enganar Craster e os Outros.

O Royce na Pele de Lobo

No entanto, Craster não está totalmente errado sobre Waymar ser parecido com um Stark. Os Starks e Royces se casaram recentemente. Beron Stark, tetravô de Jon, casou-se com Lorra Royce. E sua neta, Jocelyn Stark, filha de William Stark e Melantha Blackwood, casou-se com Benedict Royce, dos Royces dos Portões da Lua. Via Catelyn descobrimos onde no Vale seus filhos se casaram:
O pai do seu pai não tinha irmãos, mas o pai dele tinha uma irmã que se casou com um filho mais novo de Lorde Raymar Royce, do ramo menor da casa. Eles tiveram três filhas, todas as quais casaram com fidalgos do Vale. Um Waynwood e um Corbray comc erteza. A mais nova... pode ter sido um Templeton, mas...
(ASOS Catelyn V)
Este é o ramo errado da casa Royce, no entanto, suas filhas todas se casaram com outras famílias nobres, tornando possível que o sangue Stark chegasse, através de casamentos políticos, ao ramo principal da família e Waymar. Sabemos muito pouco sobre a árvore genealógica Royce para além dos membros atuais, nem sabemos o nome ou a casa da esposa de Yohn Royce.
No meu vídeo The Wild Wolves: The Children of Brandon Stark , proponho que Waymar seja realmente um bastardo secreto dos Stark na casa Royce. Há uma quantidade razoável de conexões entre o Lobo Selvagem e Waymar, particularmente sua coragem e sua busca por aventura. Se essa teoria fosse verdadeira, fortaleceria o raciocínio por trás do ataque dos Outros a Waymar, pois ele pode ser um Stark em tudo menos no nome. Você pode imaginar que, enquanto Waymar, Will e Gared estavam andando pela Floresta Assombrada, os Outros seguiam silenciosamente, inspecionando Waymar de longe e ficando excitados por terem encontrado quem procuravam. Talvez eles pudessem sentir o cheiro do sangue do lobo nele.
É minha conclusão que Waymar Royce foi morto pelos Outros por engano, devido às informações incorretas de seu batedor de reconhecimento Stark (Craster). Waymar foi morto por não ser o cara certo. Mas a partir da armadilha e da situação que os Outros criaram, podemos descobrir quem eles esperavam encontrar.

O teste e o ritual

Primeiro, eles montam uma armadilha elaborada usando criaturas para enganar os patrulheiros. A partir disso, podemos concluir que eles esperavam que seu alvo fosse muito cauteloso e inteligente. Caso contrário, eles poderiam simplesmente encontrá-los à noite e se esgueirar para matar. Eles acreditavam que precisavam prender os Stark que estavam caçando.
Segundo, o número de Outros que aparecem. Seis outros aparecem, uma grande quantidade deles para uma disputa que ser espadachins aparentemente experientes. Mais tarde na história, os Outros apenas enviam um para matar pelo menos três membros da Patrulha da Noite, mas Sam o mata com uma adaga de obsidiana. Para Waymar, eles enviam seis. Se você quer alguém para assistir ao duelo, você envia um ou dois extras. Outros cinco implicam que a pessoa que você duelará terá muito sucesso. Você está prevendo que essa pessoa provavelmente matará vários Outros antes que a luta termine. Eles o temem e o respeitam. No entanto, eles descobrem que essas suposições não são verdadeiras. Primeiro, eles verificam a espada de Waymar quando ele a levanta, quase que temendo-a.
Sor Waymar enfrentou o inimigo com bravura.
Neste caso, dance comigo.
Ergueu a espada bem alto, acima da cabeça, desafiador. As mãos tremiam com o peso da arma, ou talvez devido ao frio. Mas naquele momento, pensou Will, Sor Waymar já não era um rapaz, e sim um homem da Patrulha da Noite. O Outro parou. Will viu seus olhos, azuis, mais profundos e mais azuis do que quaisquer olhos humanos, de um azul que queimava como gelo. Will fixou-se na espada que estremecia, erguida, e observou o luar que corria, frio, ao longo do metal. Durante um segundo, atreveu-se a ter esperança.
Quando estão certos de que a espada não está prestes a explodir em chamas como Luminífera, eles seguem em frente e testam suas habilidades com a lâmina.
Então, o golpe de Royce chegou um pouco tarde demais. A espada cristalina trespassou a cota de malha por baixo de seu braço. O jovem senhor gritou de dor. Sangue surgiu por entre os aros, jorrando no ar frio, e as gotas pareciam vermelhas como fogo onde tocavam a neve. Os dedos de Sor Waymar tocaram o flanco. Sua luva de pele de toupeira veio empapada de vermelho.
O Outro disse qualquer coisa numa língua que Will não conhecia; sua voz era como o quebrar do gelo num lago de inverno, e as palavras, escarnecedoras.
(AGOT, Prólogo):
O Outro acerta um golpe, e você quase pode dizer o que ele está dizendo. "Esse cara não deveria ser um lutador incrível?" Então eles executam outro teste
Quando as lâminas se tocaram, o aço despedaçou-se.
Um grito ecoou pela noite da floresta, e a espada quebrou-se numa centena de pedaços, espalhando os estilhaços como uma chuva de agulhas. Royce caiu de joelhos, guinchando, e cobriu os olhos. Sangue jorrou-lhe por entre os dedos.
Os observadores aproximaram-se uns dos outros, como que em resposta a um sinal. Espadas ergueram-se e caíram, tudo num silêncio mortal.
Era um assassinato frio. As lâminas pálidas atravessaram a cota de malha como se fosse seda. Will fechou os olhos. Muito abaixo, ouviu as vozes e os risos, aguçados como pingentes.
(AGOT, Prólogo)
O sinal da morte de Waymar é que sua espada se quebra no frio. Eles esperam que Waymar tenha uma espada que resista a seus ataques frios, pelo menos de aço valiriano. Quando sua espada não o resiste, eles estão convencidos de que Waymar não é quem eles querem e o matam.
Vale a pena prestar muita atenção em quão estranhos esses comportamentos são baseados em como os Outros atacam, como evidenciado mais adiante na história. Em seu ataque ao Punho dos Primeiros Homens, não há Outros à vista, eles usam exclusivamente criaturas. Da mesma forma, eles usam criaturas para expulsar Sam e Gilly do motim na fortaleza de Craster. Quando Sam mata um com sua adaga de obsidiana, apenas um Outro considera uma luta fácil encarar três homens da Patrulha da Noite. Na tentativa de matar Jeor Mormont e Jeremy Rykker, esta missão é dada a duas criaturas sozinhas.
Eles operam como fantasmas, matando nas sombras em sua camuflagem gelada e deixando seus fantoches fazerem seu trabalho sujo. Mas aqui eles abandonam totalmente seu comportamento furtivo. Isso implica que isso foi incrivelmente importante para eles, e a organização parece um ritual ou cerimônia de algum tipo.
Há mais uma coisa em que os Outros têm seus olhos treinados. Depois que Waymar recebe seu ferimento, seu sangue começa a escorrer para a luva e depois sangra abertamente do lado dele. O que está acontecendo até agora pode ser apenas um caso de identificação incorreta de Stark por Craster. Esse detalhe, no entanto, nos dá uma imagem muito diferente. Isso nos diz que eles estão procurando Jon Snow sem saber o nome dele. Deixe-me explicar.
No final de A Dança dos Dragões, Jon é morto por seus irmãos da Patrulha da Noite e sente o frio da morte sobre ele. No programa de TV, Jon é ressuscitado por Melisandre praticamente a mesma pessoa que ele era, com algumas cicatrizes retorcidas. O mesmo vale para Beric Dondarrion, cujos próprios retornos da morte servem como preparação para Jon. Em uma entrevista à Time Magazine, George conta uma história muito diferente sobre como o corpo de Beric funciona.
[…] o pobre Beric Dondarrion, que serviu de prenúncio [foreshadowing] de tudo isso, toda vez que ele é um pouco menos Beric. Suas memórias estão desaparecendo, ele tem todas aquelas cicatrizes, está se tornando cada vez mais hediondo, porque ele não é mais um ser humano vivo. Seu coração não está batendo, seu sangue não está fluindo em suas veias, ele é uma criatura [wight], mas uma criatura animado pelo fogo, e não pelo gelo, e agora estamos voltando a toda essa coisa de fogo e gelo.
Isso é parecido com o que o personagem conhecido como Mãos-Frias diz a Bran, que tem isso a dizer sobre sua própria versão dos mortos-vivos e como seu corpo se saiu.
O cavaleiro olhou as mãos, como se nunca as tivesse notado antes.
Assim que o coração para de bater, o sangue do homem corre para as extremidades, onde engrossa e congela. – Sua voz falhava na garganta, tão fina e fraca como ele. – As mãos e os pés incham e ficam negros como chouriço. O resto dele torna-se branco como leite.
(ADWD, Bran I)
O que estão nos mostrando é que, após a ressurreição, os corpos dessas pessoas estão sendo mantidos em um estado de animação suspensa. Eles não bombeiam mais sangue, raramente precisam de comida ou sono, podem até não envelhecer. Quando o sangue bombeia quente do flanco de Waymar, os Outros podem ver que ele não está morto-vivo, como Jon provavelmente estará nos próximos livros.
Some todos esses indícios. Eles estavam procurando por uma espada que fosse resistente à sua magia, certamente aço valiriano como a espada Garralonga que Jon Snow empunha. Eles querem um jovem de cabelos escuros, longos traços faciais e olhos cinzentos de um Stark. Novamente um sinal fúnebre para Jon Snow. Eles querem alguém cujo sangue não flua mais quente. Isso nos dá um indício de que, no futuro, Jon estará sendo procurado por ele; passada sua morte e ressurreição na Muralha.

Um destino escrito em gelo e fogo

Como poderia ser assim? Como os Outros poderiam saber quem é Jon, como ele é e por que ele é importante para eles? A chave para o mistério é o fato de que os Outros foram feitos pelos Filhos da Floresta, e toda a linguagem simbólica e descritiva ao seu redor indica que eles vêm e extraem poderes dos Bosques. E sabemos o que isso significa: visão verde e sonhos verdes. Ou visão de gelo. Semelhante ao que vemos em personagens como Bran, Jojen, Melisandre, Cara-Malhada e muito mais. Acesso a um mundo de sonhos sem tempo com características altamente simbólicas. Como exemplo, é assim que Jojen interpreta Bran em seus sonhos.
Os olhos de Jojen eram da cor do musgo, e às vezes, quando se fixavam, pareciam estar vendo alguma outra coisa. Como acontecia agora.
Sonhei com um lobo alado preso à terra por correntes de pedra cinza – ele disse. – Era um sonho verde, por isso soube que era verdade. Um corvo estava tentando quebrar suas correntes com bicadas, mas a pedra era dura demais, e seu bico só conseguia arrancar lascas.
(ACOK, Bran IV)
A natureza incerta do mundo dos sonhos verdes torna perfeitamente compreensível como os Outros poderiam confundir Waymar com Jon. Eles podem tê-lo visto apenas em flashes, seu rosto obscurecido, seu nome desconhecido, seu período exato incerto. Lembre-se de quantos problemas os Targaryens, valirians, Melisandre e muitos outros tentaram adivinhar quando o Príncipe prometido chegaria, interpretando a estrela que sangrava e o nascimento em meio a sal e fumaça "criativamente" ao longo de sua história. Os Outros podem estar fazendo a mesma coisa com quem vêem no futuro, e há um sonho em particular que pode aterrorizá-los. O sonho de Jon.
Flechas incendiárias assobiaram para cima, arrastando línguas de fogo. Irmãos espantalhos caíram, seus mantos negros em chamas. Snow, uma águia gritou, enquanto inimigos escalavam o gelo como aranhas. Jon estava com uma armadura de gelo negro, mas sua lâmina queimava vermelha em seu punho. Conforme os mortos chegavam ao topo da Muralha, ele os enviava para baixo, para morrer novamente. Matou um ancião e um garoto imberbe, um gigante, um homem magro com dentes afiados, uma garota com grossos cabelos vermelhos. Tarde demais, reconheceu Ygritte. Ela se foi tão rápido quanto aparecera.
O mundo se dissolveu em uma névoa vermelha. Jon esfaqueava, fatiava e cortava. Atingiu Donal Noye e tirou as vísceras de Dick Surdo Follard. Qhorin Meia-Mão caiu de joelhos, tentando, em vão, estancar o fluxo de sangue do pescoço.
Sou o Senhor de Winterfell – Jon gritou. Robb estava diante dele agora, o cabelo molhado com neve derretida. Garralonga cortou sua cabeça fora.
(ADWD, Jon XII)
Jon vestido com uma armadura de gelo empunhando uma espada flamejante, lutando sozinho contra as hordas de mortos-vivos, matando repetidas vezes sua própria família, entes queridos e irmãos. Essa pessoa seria sem dúvida um problema para os Outros. Ou eles podem ter visto a visão igualmente aterrorizante de Melisandre sobre Jon.
As chamas crepitavam suavemente, e em seu crepitar ela ouviu uma voz sussurrando o nome de Jon Snow. Seu rosto comprido flutuou diante dela, delineado em chamas vermelhas e laranja, aparecendo e desaparecendo novamente, meio escondido atrás de uma cortina esvoaçante. Primeiro ele era um homem, depois um lobo, no fim um homem novamente. Mas as caveiras estavam ali também, as caveiras estavam todas ao redor dele.
(ADWD, Melisandre I)
Jon e Waymar também incorporam traços clássicos do Último Herói, a pessoa que de alguma forma terminou a Longa Noite. Waymar até parece animado quando percebe que os invasores podem ter sido mortos pelos Outros. Conforme a Velha Ama,
[…] o último herói decidiu procurar os filhos da floresta, na esperança de que sua antiga magia pudesse reconquistar aquilo que os exércitos dos homens tinham perdido. Partiu para as terras mortas com uma espada, um cavalo, um cão e uma dúzia de companheiros. Procurou durante anos, até perder a esperança de chegar algum dia a encontrar os filhos da floresta em suas cidades secretas. Um por um os amigos morreram, e também o cavalo, e por fim até o cão, e sua espada congelou tanto que a lâmina se quebrou quando tentou usá-la. E os Outros cheiraram nele o sangue quente e seguiram-lhe o rastro em silêncio, perseguindo-o com matilhas de aranhas brancas, grandes como cães de caça…
(AGOT, Bran IV)
A missão Outros pode ser tão simples quanto garantir que o Último Herói nunca chegue aos Filhos da Floresta novamente, que não haverá salvação para os homens desta vez. Eles também cercaram a caverna de Corvo de Sangue, talvez como mais uma defesa contra o Herói que se aproximava deles. Enquanto os humanos consideram o Último Herói como uma lenda de grandes realizações, para os Outros ele seria o Grande Outro, a versão deles do Rei da Noite. Um demônio que acabou com suas ambições, um monstro com uma espada que os destrói com um toque e é incansável, destemido. Faz sentido que, se pensassem que haviam encontrado essa pessoa, eles trariam um grande número de si mesmos para o duelo. É o medo que os fez ser tão cautelosos com Waymar. Medo de terem encontrado seu verdadeiro inimigo mais uma vez. O demônio da estrela que sangra, um monstro feito de fumaça e sal com uma espada flamejante.
E a pergunta permanece: quando eles finalmente encontrarem essa pessoa, o que farão com ela? Vimos alguém falhar nos testes, que teve uma morte rápida e brutal. E se ocorrer um sucesso? Eles vão matá-lo de novo? Manterão Jon refém? Irão convertê-lo em seu novo rei do inverno? Desfilarão seu corpo eterno na frente de seus exércitos? Ainda podemos descobrir quando os Ventos do Inverno soprarem e o lobo branco finalmente uive.
TL;DR - Waymar foi morto porque Craster o achou muito parecido com um jovem e bem nascido patrulheiro Stark, um perfil que combina com Jon Snow. Os Outros podem até estar procurando especificamente Jon Snow por visões ou sonhos verdes com o mesmo empenho com que o mundo dos vivos está procurando por Azor Ahai e o Príncipe Prometido.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.07.13 20:53 Vulpzin10 Eu vou explicar melhor como funciona o MMSSTV - Crash Course

Eu vou explicar melhor como funciona o MMSSTV - Crash Course

O que é o MMSSTV

É um programa que serve principalmente para rádio amador, tipo transmitir imagem por aúdio, tipo tu colocar num radio amador de ondas curtas e transmitir para lá longe.

Vou explicar como funciona e o que realmente importa nele:

NOTA: a versão do meu programa é a 1.13A que baixei a um tempo, não sei se tem algo diferente importante, mas creio eu que funciona igual.

LAYOUT


Sync - Ele serve para tu sincronizar quando estiver usando o RX, caso ele dessincronize, mesmo quando estiver dessincronizado dá uns efeito foda, nunca usei essa aba honestamente.
RX - Ele serve para tu traduzir o áudio de SSTV para uma imagem que ela vai ficar salva no History;
History - É o histórico do que o programa capturou no RX;
TX - De longe o mais importante, ele serve para tu fazer um áudio, também tem umas opções importantes embaixo da imagem mostrada;
Template - Praticamente um overlay que tu pode fazer e ser feliz;
Abas de cima

S.pix - Ele mostra as imagens que tu carregou e deixou salvo no programa, elas tem que ser em Bitmap(.BMP) ou .JPEG;
S.Templates - Mostra os templates que tu deixou salvo no programa;
2,3,4 - Desculpa, mas eu não sei o que eles são;
Abas de baixo
Essa parte tem umas coisas ai que mostra o espectro e o nível de áudio e para tu registar, não tão importante se tu não for usar para rádio amador.

Alguns leitores e espaços para fazer logs, isso não importante
O modo que tu vai usar para RX e TX, sempre deixe em auto para RX.
Modo de RX e TX que tem nas abas respectivas de cima


TX - Transmitifazeseilá a imagem que tá selecionada
3000 ou qualquer outra coisa - É um botão que tu pode fazer uma certa frequência em hertz, só aperte com o botão direito para mudar
CW - Serve para tu transmitifazer um código morse que tu pode fazer apertando o botão direito e selecionando um dos disponíveis, se quiser fazer algo novo só ir em edit menu... e add menu.
ABC vai para uma imagem - Se ele tá selecionado tua imagem vai ter um template.
Os quatro botãozinhos com umas setas - Serve para tu adicionar um espaço preto ou mudar ele de lugar caso a imagem que tu tenha posto não seja exatamente o tamanho correto, é útil para colocar uma barra no template.
3 corzinhas RGB e uma seta para cima - Ajustamento de imagem, mudar tom de cor, saturação, etc.
Isso está na aba de cima \"TX\"

Como fazer alguma coisa nele


Transmitifazer um SSTV:

Finalmente vem a parte legal, tu vai precisar de 3 coisas:
  • Um programa para gravar áudio do sistema, o Audacity por exemplo;
  • O MMSSTV, duh;
  • Uma imagem de sua preferencia em .JPG ou .BMP;
Antes, deixe ali encima na aba TX, continuando...
Importante: Para tu carregar qualquer imagem(em .JPG ou .BMP), arraste a imagem de sua preferencia para um espaço em branco na aba S.pix.
Para esse exemplo, vamos usar essa imagem:
TARDE DEMAIS
Vai aparecer essa tela aqui, que serve para tu cortar a imagem praticamente, tu pode rodar a imagem, selecionar se tu quer alargar a imagem ou não, tu pode fazer um espaço preto e tal, se tu quiser, pode fuçar nisso a vontade. Logo após aperte em OK.

Cortador que ele mostra quando você adiciona uma imagem
Olha que bonito, além de ter enchido o espaço vazio ali(tinha uma coisa duvidosa mas eu tirei) agora temos a imagem carregada para usar.
Imagem que eu carreguei marcada.

Depois disso clique nela duas vezes e ela vai carregar ali encima

Vai ficar assim
Agora, selecione o modo de TX, ele tem vários modos setados por padrão, mas tu pode mudar apertando o botão direito, mas para esse exemplo selecione o "B/W 12"(Preto e branco, 12 segundos de duração do áudio)

Finalmente, coloque teu programa de gravação de áudio do sistema para gravar e clique em TX, ele tá marcado em vermelho embaixo da imagem selecionada.

Temos isso, agora só salvar e ser feliz com seu áudio, tu pode fazer com outros tipos de TX, que podem ser colorido, demorar mais, ter mais resolução, etc.

Isso
Traduzir um SSTV:

"AaAaA, e se eu quiser fazer traduzir de volta para uma imagem, como faço?"
Antes de tudo, precisamos setar o programa para ele pegar só o aúdio do PC, mais conhecido como "Mixagem Estéreo". Faça o seguinte:
  • Option ali encima
  • Setup MMSSTV(O)
  • Aba Misc
  • Vai ter no começo um espaço escrito Sound Card, vá em IN e coloque "Mixagem Estéreo"
  • Aperte OK
Depois de ter feito isso, vá em RX, veja se o Auto tá marcado, e coloque para tocar teu áudio.

Tcharam, agora tu tem uma imagem que ele conseguiu ler, legal não é?
Imagem traduzida
Se ele estiver com o Auto History marcado a imagem que ele acabou de ler vai direto para o History, tu pode apertar botão direito e salvar para um arquivo e ser feliz :).


EXTRAS


Como deixar zoadasso:

"Então vulpix vulpox vulpzinho vulpzin, como que eu faço ele ficar zoadasso que nem tu fez com a capa do Ovo Oddysey."

Eu recomendo agora tu fazer o mesmo que fiz antes mas com o Robot 36(Tu pode apertar o botão direito e selecionar o Robot 72 se quiser)
Depois de tu ter gravado, é só tu tocar o áudio que acabou de gravar, POREM, zoando umas coisas, tipo pular umas partes do som, colocar algum efeito que não seja tão zoado, tocar de trás para frente, etc.

NOTA: Nunca corte/mude o tom do começo, ele usa aquilo para saber qual modo do RX ele tem que usar.

"Ah Vulpzinho, ele ficou muito zoado, como que arrumo isso"

É só tu usar o glorioso botão ReSync para sincronizar, ele dá uma boa arrumada nisso e deixa entendível a imagem, use ele com moderação.

https://preview.redd.it/rxhi7qe47oa51.png?width=332&format=png&auto=webp&s=34ad17f298126d1bd620b94240fe209da64d2d6b

Como fazer e usar um template:

Vá na aba template, ele tem dois grupos de botões embaixo da imagem, um deles é das coisas que tu pode adicionar tipo, imagens e textos, e o segundo grupo é para editar a coisa que tu adicionou, tipo recortar, abrir um menu de edição, etc.

Também seleciona S.Templates 1 ali embaixo e aperte duas vezes em um espaço vazio, com isso tu limpou o template que tava ali.

Faça o que você bem entender aqui, um exemplo do que eu fiz:

https://preview.redd.it/ugli3sbh7oa51.png?width=327&format=png&auto=webp&s=73b7b3a2b408e8da2e2c7321172dcda7b8dbf9b3
Para você salvar, apenas arraste o template que você fez para um espaço vazio no S.Templates 1

https://preview.redd.it/vnwxcv5n7oa51.png?width=1440&format=png&auto=webp&s=480fcef377922970a71ff06f9a76f6508a071482

Para usar, vá na aba TX e aperte no botão "ABC para imagem", parabéns, agora tu tem um template para a imagem que vai ir junto quando tu transmitifazer o SSTV.

"Mas eu não entendi X coisa"
"Tu explicou confuso"
"Não entendi"

Apenas pergunte nos comentários, eu vou responder logo que eu ver, e se o André ver em live(se é que ele vai ler tudo isso eu falo no chat a resposta.)
submitted by Vulpzin10 to PuddingsUtopia [link] [comments]


2020.06.26 14:25 MauMaupubgm Lubinha em preto e branco :) (repost pq era a imagem errada kkkkkk)

Lubinha em preto e branco :) (repost pq era a imagem errada kkkkkk) submitted by MauMaupubgm to nhaa [link] [comments]


2020.06.23 14:05 xXTheFunnyGuyXx Atenção à carreira 755 (Sete Rios-Poço Bispo) e autocarros junto à Rua das Murtas (Lisboa)

Atenção à carreira 755 (Sete Rios-Poço Bispo) e autocarros junto à Rua das Murtas (Lisboa)
Quarta-feira passada, dia 17 de Junho, fui assaltado na carreira 755 (Poço Bispo) sob ameaça de faca.
Não sei se era bluff ou a sério porque o indivíduo nunca mostrou a arma branca.
O meu apelo é, para quem viaja neste autocarro, que preste atenção se virem um indivíduo de etnia cigana que aparenta estar entre os 25-30 anos de idade. Quando me assaltou estava a usar um gorro preto, um casaco azul com uma risca preta em cada manga e possuía uma saca, que ia da cintura ao chão, branca com alças pretas e um símbolo que parecia ser uma flor que tentei recriar para vos mostrar. Também tinha um cheiro de quem não toma banho ou, potencialmente, fuma erva.
https://preview.redd.it/qm1skhckhn651.png?width=707&format=png&auto=webp&s=70c6a548316d47fbe96bf49f1137715e263755eb
De cara não me lembro muito bem por causa do pânico, mas lembro-me que tinha a barba muito curta, em forma de pêra, e a cova dos olhos era negra (dando ar de drogado).
--------------------------------
O meu caso:
O indivíduo entrou entre a Praça de Alvalade - Avenida Rodrigo da Cunha, sem máscara e pelo que me recordo, pela porta de trás.
O indivíduo foi para a parte de trás dos lugares onde eu estava (os últimos 5 lugares) e sentou-se no meio para impossibilitar a minha saída.
O indivíduo começou por perguntar se o telemóvel era novo (Oneplus 7T cinza com quase 7 meses de uso) e perguntou pelo meu nome, ao qual evitando responder perguntei o porquê de querer saber, ao qual o indivíduo insistiu em saber e perguntei pelo dele então, o qual me deu um aparente nome falso "Tiago Rindel" (não sei como se escreve Rindel).
Após isso o indivíduo ameaçou "O telemóvel ou a faca, o que escolhes?", "Daqui já não sais" e "Nada de estrio" (ou seja, nada de pedir ajuda), ao passo que após me acalmar do mini ataque de pânico, dei-lhe o dispositivo temendo pela vida.
Após receber o dispositivo o indivíduo saiu na Avenida Dr.Arlindo Vicente e desapareceu entre os prédios.
Avisei o condutor do sucedido, o qual ao invés de parar o autocarro e chamar a segurança, decidiu seguir o trajeto a correr para ver se o encontrava (sendo que o policial a quem fiz queixa na esquadra disse que ele devia ter parado e ter chamado a segurança).
O condutor, para além de não ter parado, disse que devia ter gritado por ajuda, ao passo que após ele disse isso, os outros passageiros começaram a dizer "Devias ter gritado por ajuda, não devias ter dado o telemóvel", uma senhora até disse que o indivíduo já a tinha ameaçado anteriormente, mas o mais engraçado é que ninguém soube avisar o condutor sendo que ADMITIRAM ter ouvido a conversa...
O policial a quem fiz a queixa de furto ficou surpreso porque nenhum dos passageiros se deu como testemunha, para além disso, ficou parvo com a reação do condutor e ele mesmo disse "O condutor só não agiu porque não eras filho dele, se fosses, ele já teria uma reação diferente".
De momento tenho segunda via ativa, tentei apagar o dispositivo com o serviço "Find My Device" do Google, alterei o acesso a todas as contas caso ele passe pelo PIN de 8 dígitos e leitor de impressão digital e vi a última localização do dispositivo antes de perder a ligação com o mesmo (Avenida do Brasil, muito perto da Rua das Murtas).
--------------------------------
O que vos peço com este post é para ficarem atentos caso virem o indivíduo e avisarem o condutor para que a polícia o possa apanhar.
Também vos queria perguntar quem esteve mal aqui:
Eu, porque lhe dei o dispositivo sob potencial ameaça bluff?
Os passageiros e condutor, porque não tiveram a melhor atitude?

Edit: adicionei a imagem visto que me esqueci
Edit2: adicionei na descrição do indivíduo a idade que ele aparenta ter
Edit3: o indivíduo já foi apanhado.
submitted by xXTheFunnyGuyXx to portugal [link] [comments]


2020.06.22 14:46 madmike-c QUANDO A DIREITA PERDEU A SUA HUMANIDADE

Autor do texto : Eric Balbinus de Abreu
Agatha Vitória Sales Félix foi assassinada no Morro do Alemão. Perdeu a vida após uma operação policial. Como é de praxe a corporação disse que “não há indícios” da participação de policiais na morte da garota. Seja como for a resposta foi dada antes que qualquer exame de balística atestasse uma coisa e outra. Mesmo sem uma certeza o homicídio já provocou polêmica suficiente para que a morte deixasse de ser um crime e provavelmente uma violação de direitos por parte do próprio Estado para se tornar uma medíocre questão política. E sim, sobretudo por parte da Direita. É verdade que setores da esquerda instrumentalizam estes eventos, que muitos agentes deste espectro se preocupam mais com suas agendas políticas do que com as pautas que manietam em favor de sua ampla causa. Não obstante são eles que majoritariamente atuam nas pautas sociais e de direitos civis, logo não é totalmente ilegítimo que os tantos coletivos, associações, sindicatos e movimentos de esquerda dediquem energia e mobilização política em torno da pauta. O cidadão de Direita é quem carece de moral para questionar este ativismo, uma vez que os do seu espectro preferem ignorar estes contextos sempre que a realidade permite. Não levem para o pessoal, quem escreve estas linhas é um conservador. O cidadão de Direita, diga-se de passagem, não consegue ao menos reagir com firmeza nestes episódios. Há entre nós reações distintas que denunciam o desequilíbrio. Alguns são guiados pelos sentimentos mais mesquinhos a ponto de pensarem que isso não tem importância, que era só mais um Silva. Há outros que pensam que quem mora em favelas, que os que são pretos ou pobres são necessariamente criminosos em potencial. A idade e gênero de Agatha não importam, ela tem quase a mesma cor de Dyogo Gosta Xavier de Brito, o jogador da base do Flamengo que foi morto dias atrás em circunstâncias semelhantes, por acaso a mesma da família que teve o carro alvejado por um pelotão do Exército. Foram oitenta tiros contra um veículo pilotado por um pai de família. Mesmo morto ainda foi responsabilizado pela própria desgraça. “Ele não parou no bloqueio”, dizem alguns conservadores supostamente preocupados. O mesmo não vale para a chefe de gabinete do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro. Márcia Beatriz Lins Izidro bateu em um veículo, desrespeitou uma ordem de parada emitida por uma viatura da PM e fugiu. No caminho bateu em mais dois carros até ser detida. O caso se deu em Botafogo. Loira, ela não mereceu tomar oitenta tiros. Isso nos leva a outra reação comum na direita quando se trata de casos como o de Agatha: humanos são apenas os que se parecem conosco. Quando dizem defender a família, trata-se da família de classe média — normalmente branca e escolarizada. O pai de família que mora no morro pode ser morto apenas por ser preto e pobre, seus filhos podem ficar desamparados, sua mulher despedaçada… Mas nem por um segundo ouse defender a punição para os agentes do Estado envolvidos, isso é dar força a narrativa das esquerdas. Aliás, as esquerdas… Nada funciona melhor para justificar a indigência moral do que os bichos papão progressistas. Até o presidente e seus filhos encrencados com corrupção e milícia aprenderam que o Emmanuel Goldstein que mantém a direita brasileira no curral é a esquerda. Andam até ameaçando que “quanto mais forem criticados por seus eleitores mais rápido o Jair cai, mais rápido o PT volta”. Esta obscenidade só existe porque nossa Direita se estruturou mentalmente desta forma. A falta de democracia durante boa parte do período republicano deu aos incautos o entendimento de que o adversário político não deve ser combatido de acordo com as regras do jogo democrático, mas sim de que deve necessariamente ser eliminado — que a própria existência do contraditório é um horror por si. A vexaminosa atuação das instituições no período pós-democratização, o aumento da violência, da corrupção, distorções econômicas, direitos para quem sequer era representado, tudo isso fermentou um caldo de reacionarismo sem precedentes. Aqui começa nossa ruína. Há sim quem mascare no pensamento da Direita o preconceito e ódio aos que “não deveriam ser tão cidadãos assim”. Os virulentos comentários nas redes sociais não deixam dúvidas, o entendimento de parcela considerável da sociedade é que o problema da criminalidade é a pobreza — logo basta chegar no morro atirando de forma aleatória que o combate ao crime estará andando em passos largos. Por não ser tão erudita e algo primitiva, nossa direita também instituiu um elaborado panteão de divindades que incluí as Forças Armadas, policiais militares, a cristandade… Que morram tantas Agathas, o que não pode acontecer é de um policial ser responsabilizado. Alguns até argumentam que “quando o traficante mata alguém no morro ninguém fala nada”. O clamor de botequim é típico dos que não pensam, dos que abdicaram dos cérebros em troca do cabresto ideológico. Os gênios da raça já não conseguem nem distinguir as diferenças entre o agente do Estado (que jura uma Constituição, que passa por treinamentos e deve se guiar por protocolos) com um cidadão qualquer que resolve se insurgir contra normas do Estado. Veja, este um não tem obrigação alguma com a lei. Quem tem é o fardado. Não deveria ser tão difícil distinguir uma coisa e outra. Ah, não podemos esquecer: as malditas preocupações com a narrativa e com a guerra política são colocadas acima das próprias pessoas. Não importa se a garota foi morta, o que importa é fazer frente a esquerda! Eles não podem vencer a narrativa mesmo que seja dizer que 2+2 é 4. É um precedente asqueroso pois a política passa a ter seu fim em si mesma. Ao invés de discutirmos para saber quais soluções serão implementadas no Estado, lutamos para saber quem irá se manter no poder, qual das narrativas prevalece, quantos likes serão recebidos por cada um dos agentes… Perguntar não ofende: de que serve este novo país de Justiça, Moral e Bons Costumes se ele não presta nem ao menos para demonstrar solidariedade com uma família que teve a filha de oito anos baleada? Qual o propósito de denunciarmos as arbitrariedades de Nicolas Maduro se nosso ideário passa ao largo de problemas reais, se nossa reação será sempre a impiedade? Não custa lembrar que setores importantes da Direita brasileira falam em “restaurar os valores do Ocidente cristão”. Estes valores incluem a caridade, o amor ao próximo, o senso de justiça? A pergunta é válida pois a igreja evangélica brasileira foi quase que completamente sequestrada por forças políticas que atuam em nome dos interesses evangélicos, mas pouco se fala na humanização do outro. Enquanto muitos “conservadores cristãos” operam malabarismos retóricos vergonhosos para resinificar o óbvio, as escrituras são claras sobre estes fariseus: “Engordam-se, estão nédios, e ultrapassam até os feitos dos malignos; não julgam a causa do órfão; todavia prosperam; nem julgam o direito dos necessitados. Porventura não castigaria eu por causa destas coisas?” (Jeremias 5:28,29) O caso é que a Direita brasileira majoritariamente é incapaz de lidar com estas questões sem demonstrar o quanto já perdeu de sua humanidade. Episódios de racismo, violência policial e tantas outras distorções são simplesmente ignorados para “não jogar água no moinho das esquerdas”. O que os valentes ignoram é que o princípio é exatamente o contrário. A imagem de humanista das esquerdas seria bem menos consolidada se os da direita demonstrassem o mínimo de compaixão e senso de proporções. Nossas direitas se embeberam tanto do ópio da ideologia que não são capazes de lidar com o mundo real. Pior: acabaram numa espécie de Dorian Gray as avessas, aprisionando suas almas na caricatura que as esquerdas sempre fizeram a nosso respeito. A direita brasileira (sobretudo a conservadora) não disfarça a pretensão de restaurar a glória de um passado idílico. Corrigir uma Nação inteira baseado na moral, nos bons costumes e nos valores cristãos é mesmo uma tarefa hercúlea — sobretudo quando se é incapaz até de amar o próximo.
submitted by madmike-c to brasil [link] [comments]


2020.06.19 17:11 expanssiva Glossário — Gráficas

Glossário — Gráficas

Expressões muito utilizadas em gráficas digitais e gráficas offset confira nosso glossário.

Arte

Arte é um departamento dentro da gráfica que cuida de todos os aspectos relacionados a aquivos a serem impressos, desde a criação e preparação para que o material seja colocado em produção. Profissionais que atuam nesta área, geralmente, possuem conhecimento em programas como: photoshop, ilustrator e corel draw e Indesign.

Aprovação de Arte

A aprovação de arte ocorre quando o cliente recebe uma prova por e-mail por exemplo, analisa o que será impresso e dá um parecer positivo para que o produto siga para a produção gráfica, lembrando que a aprovação de arte pode ocorrer através de meio impresso quando o item a ser produzido é impresso e apresentado ao cliente e pode ser por exemplo assinado como uma aprovação da arte.

Arquivo Aberto

O arquivo aberto é aquele em que são desenvolvidos projetos, incluindo itens como texto, imagens, infográficos e ilustrações. O arquivo aberto é aquele em que o projeto é editado, podendo o mesmo projeto ser desenvolvido em diferentes editores, como Word e Photoshop, para, posteriormente, serem incluídos no projeto final. A diferença para os arquivos fechados é que esses últimos são imunes a edições, caso dos arquivos em formado PDF.

CTP

CTP é um sofisticado processo de gravação digital de chapas para impressão offset. A gravação, no processo CTP, é feita a laser, controlado diretamente pelo computador, eliminando a necessidade de fotolito. A arte, nesse caso, é criada digitalmente, o que torna o processo mais ágil, mesmo que o processo de impressão a ser adotado seja o offset. Inclusive, o CTP é reconhecido por entregar os elementos gráficos com maior definição que o projeto tradicional, o que concorre, também, para que a qualidade final do projeto seja superior.

Cores 4x0 e 4x4

Trata-se de nomenclaturas de cores 4x0 define que um impresso é colorido na frente e no verso ele não possui impressão e 4x4 define que um impresso será colorido nos dois lados, frente e verso, o número 4 neste caso é uma referencia às 4 cores primárias CMYK, podendo haver outras denominações como 4x1, quando um impresso é colorido na frente e no verso se utiliza apenas 1 das 4 cores primárias, pode ainda existir casos de 1x0 que seria quando se usou apenas uma das 4 cores primárias em um lado e no outro não se usou nenhuma, mais comummente 1x0 é quando se usa a cor preta e se obtêm impressos monocromáticos que geralmente são, recibos, receituários, ação entre amigos entre outros notas fiscais MEI por exemplo.

Cores 4x0 e 4x4

CMYK

Trata-se de um padrão de cores amplamente utilizado no universo gráfico e com certeza na Gráfica expanSSiva, as cores primárias C=Azul M=Rosa Y=Amarelo K=Preto, formam todas as outras cores do impressos, nós temos um artigo muito interessante e completo sobre este padrão de cores em nossos blog. Ver artigo sobre cores CMYK no blog

Dpi

Pontos por Polegada, muitas vezes conhecida pela sigla PPP. Basicamente é a representação da quantidade de pontos existente em uma polegada de uma imagem. É comum pessoas se referirem ao DPI como resolução da imagem.

Espiral

Item utilizado para fechamento de cadernos e agendas por exemplo, é um elemento muito importante na composição de diversos outros produtos gráficos, é comercializado em diversas dimensões podendo se ajustar à quantidade de folhas do produto. Os espirais para uso gráfico geralmente são confeccionados com metal ou plásticos sendo mais comum encontrá-los em plástico nas mais diversas cores.

Encadernação

Trata-se do processo de juntar folhas com um espiral e é peça fundamental para a criação de diversos perfis de cadernos, agendas e catálogos por exemplo.

Fotolitos

Trata-se de um filme transparente, feito de acetato revestido em uma das faces com uma emulsão sensível à luz. Utilizado na gravação de chapas que são utilizadas no processo de impressão offset.

Identidade Visual

Identidade visual é o conjunto de elementos visuais que compõem uma marca, conferindo-lhe uma personalidade, estilo e identidade própria. O uso de cores, conceitos visuais e design em todos os materiais e ambientes relacionados à marca caracteriza que a mesma tem uma identidade visual, cujo elemento principal é o logotipo. O escudo de um clube esportivo e as cores do uniforme compõe sua identidade visual e são elementos próprios de sua marca. Da mesma forma ocorre com empresas e instituições, que comunicam-se com o público por meio de sua identidade visual, que as difere de outras organizações.

Offset

Processo offset é um processo de impressão utilizado em gráficas, muito conhecido, popular e eficaz, bastante adotado no processamento de encomendas de produtos gráficos em grandes quantidades. O processo offset é rotativo, conduzido por cilindros, que conduzem o papel e a tinta. As imagens são gravadas nos cilindros umedecidos, por meio de um processo químico, que envolve luz e água. São, no total, três cilindros, cada qual desempenhando uma função, sequencial ou simultânea, para que o projeto seja transferido para a superfície impressa.

RGB

Red, Green e Blue, que em português, significa respectivamente, Vermelho, Verde e Azul. Esta é a sigla para o sistema de cores luminosas RGB, você deve se perguntar porque cores luminosas e isso é pelo fato de que é usada em objetos que emitem luz, no caso celulares, tv, câmeras, tela de celular entre muitos outros dispositivos. Quando uma gráfica recebe uma imagem em RGB o que é feito é converter a um outro padrão que é o padrão CMYK que é o padrão mais usado e máquinas de impressão e esta conversão pode resultar em alterações de cores.
Leia um pouco mais sobre as diferenças entre RGB e CMYK

Sangria

Sangria é uma técnica utilizada para garantir um acabamento de qualidade a materiais impressos, impedindo que ocorram áreas com falha de impressão nas margens desses materiais gráficos. Trata-se de um procedimento realizado na fase de planejamento da impressão, quando devemos ampliar a área impressa para além do tamanho do papel em 3 mm. O ajuste deve ser, também, interno, utilizando os mesmos 3 mm na margem, impedindo a perda de conteúdo importante do projeto gráfico.

Sangrado

Sangrado é como chamamos o material que passou por um processo de sangria, que se relaciona ao acabamento e a integridade do projeto. A sangria ocorre no planejamento do processo de impressão. É recomendado que a arte extrapole em 3mm a borda da página, para garantir que não ocorra pontos sem impressão nos limites do material impresso. Da mesma forma, é preciso que seja estabelecida uma distância mínima de 3mm entre informações presentes no material e as margens.

Tipografia

A tipografia é a arte e o processo de criação na composição e impressão de um texto, física ou digitalmente. Assim como no design gráfico em geral, o objetivo principal da tipografia é dar ordem estrutural e forma à comunicação escrita.

Toner

Na prática toner é simplesmente tinta em pó que é transferida ao papel através do processo de impressão laser. Uma impressora laser convencional tem suporte ao encaixe dos tonners nas 4 cores primárias CMYK que seria um kit de tonners completo.

Vinco

Vinco é uma marcação realizada através de pressão e que proporciona uma marcação de dobra, o vinco geralmente é utilizado em impressos gráficos de maior gramatura. Um produto muito utilizado e que usa marca de vinco são as pastas de papel personalizadas.

Vetor

Trata-se de um objeto manipulável dentro de um programa como corel draw ou illustrator por exemplo, pode-se modificar cores e formas deste objeto para adequar ao que se deseja, digamos que seja um figura que faça parte de um logotipo por exemplo. Existem diversos sites na internet que compartilham vetores que podem ser usados em aplicações gráficas.

Serigrafia

A serigrafia é uma técnica de impressão extremamente dinâmica e versátil, o que possibilita uma grande variedade de resultados: é possível apostar em técnicas de aquarela, reproduzir elementos da pintura a óleo e assim por diante. Leia mais sobre a serigrafia neste link.

Produção Gráfica

Produção gráfica é o conjunto de etapas de um projeto gráfico, que inclui do planejamento e escolha dos materiais à execução e entrega do mesmo ao cliente. O responsável pela produção gráfica assemelha-se ao coordenador de produção de um parque industrial, sendo o responsável pela execução do projeto dentro das especificações e no prazo estipulado. Portanto, a produção gráfica é um processo de gestão de qualidade, prazos, custos e expectativas.

PDF

O PDF (Portable Document Format) é um formato de arquivo, desenvolvido pela Adobe Systems em 1993, para representar documentos de maneira independente do aplicativo, do hardware e do sistema operacional usados para criá-los. Um arquivo PDF pode descrever documentos que contenham texto, gráficos e imagens num formato independente de dispositivo e resolução.

Pantone

Pantone é uma empresa de Nova Jersey, Estados Unidos, criada em 1962, responsável pela criação da famosa “Escala de Cores Pantone”, ou PMS (Pantone Match System). A escala Pantone é bastante disseminada na indústria gráfica, além de outros segmentos, como a indústria têxtil. Sua principal característica é a possibilidade de promover a mistura de pigmentos, gerando novas cores, inclusive podendo gerar cores especiais, como as fluorescentes e metálicas.
Leia mais do nosso Glossário
submitted by expanssiva to u/expanssiva [link] [comments]


2020.06.17 19:46 ze_do_pudim minha primeira fanart, peguei uma imagem em preto e branco do cazum do google e fiz........................................................................................................................................................................................ISSO

submitted by ze_do_pudim to PuddingsUtopia [link] [comments]


2020.05.23 05:04 altovaliriano Os Fantoches de Gelo e Fogo (Parte 2)

Texto em inglês: https://asoiaf.westeros.org/index.php?/topic/134726-the-puppets-of-ice-and-fire/
Autor: KingMonkey
-----------------------------------------
Dunk teve a sensação mais estranha, como se já tivesse vivido tudo aquilo antes.
(O Cavaleiro Misterioso)
Há mais ecos. Quantos? Eu não sei. Às vezes os ecos parecem bastante claros, em outros momentos são bem mais fracos. Alguns deles podem ser relevantes, outros podem ser simplesmente ressonâncias do grande evento filtrando o momento e deixando sua marca em eventos menores. Alguns desses ecos podem ser produto do reconhecimento de padrões em minha mente, agora que estou tão preparado para procurá-los. Não estou certo sobre todos eles. Entretanto, eu ficaria muito surpreso se nenhum deles fosse intencional. Quase certamente há ecos que ainda não notei. Antes que comece a cavar a procura, vou explorar mais alguns que eu já vi.

O Cavaleiro Andante

Em O Cavaleiro Andante, temos outro baio puro-sangue, montado por Aerion. Ali estão outros três guardas-reais, com suas capas brancas e mais imagens fantasmagóricas: "Na extremidade norte do campo, uma coluna de cavaleiros veio trotando da névoa do rio. Os três membros da Guarda Real vinham primeiro, como fantasmas em suas cintilantes armaduras de esmalte branco, com longos mantos brancos esvoaçando pelas costas.. "
Dunk vê uma estrela cadente e a torna parte de seu brasão, uma reminiscência do brasão da estrela cadente de Arthur Dayne, e nos é dada uma descrição interessante de seu escudo: "A estrela cadente era uma pincelada de tinta brilhante através do céu de carvalho", semelhante a " Uma tempestade de pétalas de rosa soprou através de um céu riscado de sangue”.
Os três (embora não estejam sozinhos) lutam contra sete, e a causa da luta é um cavaleiro que não renuncia a seus votos, custe o que custar. O número três surge novamente no número de mortos no julgamento de 7 contra 7. É um pouco forçado, eu admito, mas talvez possamos entender o fato de que todos os homens que lutam ao lado da Guarda Real são membros da mesma família, portanto, pelo menos em termos de casas com um único representante, pode ser visto como sete. contra três.
No final, o escudeiro Egg de Dunk é revelado como um dragão secreto, e Duncan fala sobre ir para as montanhas vermelhas de Dorne.

A Espada Juramentada

Eu só passei o olho em A Espada Juramentada, mas também vi alguns elementos conhecidos lá. Há uma torre, parcialmente arruinada há muito tempo. Há uma senhora que é extraordinariamente marcial. Há um confronto em que três enfrentam trinta e três, mas há sete cavaleiros entre os trinta e três. Um truque padrão do GRRM, ele não nos mostra esse número diretamente - “Mais cavaleiros vieram na seuqência, meia dúzia deles”, mas já tínhamos um cavaleiro [Sor Lucas]. Dunk sonha em cavar túmulos perto das montanhas vermelhas de Dorne, e embora o número de túmulos seja onze, o número realmente mencionado é oito: “Tem mais covas para cavar, pateta. Oito para eles, uma para mim, uma para o velho Sor Inútil e a última para seu garoto careca”. Há outra cavalo baio puro-sangue, que Lady Rohanne tenta oferecer a Duncan.

O Cavaleiro Misterioso

Como em O Cavaleiro Andante, essa história gira em torno de um sonho. No primeiro, o sonhador é Daeron, no segundo é Daemon II. Ambos são sonhos de dragão. O primeiro vê a morte de um dragão, oo último vê o nascimento de um. Daemon, apelidado de John, o Violinista. Também sonhou com Duncan, em uma capa branca. Um sonho que se realizou, haja vista que Duncan acabaria se tornando o lorde comandante da Guarda Real. "Sonhei com isso. Com esse castelo pálido, você, um dragão irrompendo de um ovo" Pode ser que o sonho fosse, na verdade, sobre Solarestival, mas Daemon acreditava que era sobre Alvasparedes, que ele descreve como parecendo ser "feito de neve" (Um gigante em um castelo de neve?) Ou branco como a casca de um ovo, talvez. Um bom castelo para despertar dragões da pedra.
Dunk entra nas listas de Alvasparedes com um escudo sem seu brasão normal. Sua estrela cadente não está nessa história, mas há outro cavaleiro da estrela cadente: Sor Glendon Flowers, que afirma ser filho de Sor Quentyn "Bola de Fogo" Ball.
Os combates acontecem de manhã e não de tarde, mas ainda há vermelho no céu: " Em algum lugar a leste, um raio irrompeu pelo céu rosa-claro". Alguns parágrafos antes, temos " Relâmpagos reluziam azuis e brancos...". Mais uma vez, algo azul no céu vermelho.
Sor Maynard Plumm (aparentemente um agente de Corvo de Sangue, se não o próprio Corvo de Sangue disfarçado) tenta convencer Dunk a fugir com Egg. Dunk é o futuro Lorde Comandante da Guarda Real, e ele responde à sugestão de fugir com um herdeiro de Targaryen da mesma maneira que Sor Gerold Hightower respondeu na Torre da Alegria: de que ele é obrigado pela honra a não fugir .
Quando Corvo de Sangue chega para terminar a rebelião antes de começar, temos "Um exército aparecera do lado de fora do castelo, saindo das brumas da manhã [...] liderados por três cavaleiros da Guarda Real". Mais imagens oníricas na névoa e três guarda reais novamente. O exército é acompanhado por Danelle Lothstan, outra mulher com tendências marciais, e mais uma vez vemos o morcego de Harrenhal que Whent carregava.
Não há pira, mas os homens de Corvo de Sangue queimam o estandarte Blackfyre de Daemon, que estranhamente "queimou por muito tempo, mandando para o ar uma nuvem de fumaçaretorcida que podia ser vista a quilômetros dali".
Corvo de Sangue fala sobre Alvasparedes, que ele pretende "colocá-la abaixo pedra por pedra", assim como Ned fez com a Torre da Alegria.
Os eventos terminam com o nascimento simbólico de um dragão, ou assim Corvo de Sangue nos diz: " Daemon sonhou que um dragão nasceria em Alvasparedes, e aí está. O tolo só errou a cor".

A Queda de Winterfell

Estou bastante icerto sobre este caso em A Fúria dos Reis, capítulo 66, mas há alguns pontos que me fazem querer inclui-lo entre os possíveis ecos.
Há uma discussão fora dos muros antes da luta, e uma jovem donzela mantida refém do lado de dentro (Beth Cassel). Ficamos com a frase " Os seus dezessete podiam matar três, quatro, cinco vezes esse número de homens ", que tem um eco fraco de sete contra três, e quando Ramsay intervém, ele deixa cair o corpo de três líderes, Rodrick Cassel, Leobald Tallheart e Cley. Cerwin, nos portões. Ramsay é encontrado por três no castelo também, Theon, Lorren Negro e Meistre Luwin. Theon diz: "Não fugirei", como os guardas reais, que não fogem. A cena se passa à noite, quando "o sol estava baixo, a oeste, pintando os campos e as casas com um clarão vermelho" e há um detalhe estranho " Os corvos chegaram na penumbra azul" - uma cor estranha para detalhes soltos, reflexos de " Uma tempestade de pétalas de rosa soprou através de um céu riscado de sangue". A coluna de homens de Ramsey apareceu " saída da fumaça". Mais iconografia de fumaça/sombra. Temos até outro Cassel morrendo. Esses ecos são duros para a Casa Cassel.
A cena termina com a destruição de Winterfell, assim como a tenda foi queimada ou a Torre da Alegria foi demolida. O cavalo de Theon está pegando fogo, " saindo aos coices dos estábulos que ardiam, com a crina em chamas, relinchando, empinando-se… ", o que é semelhante à visão de Dany na pira funerária de " Viu um cavalo, um grande garanhão cinzento retratado na fumaça, com uma auréola de chama azul no lugar da crina".
Isso pode ajudar a explicar um mistério no próximo capítulo de Bran, ACoK capítulo 69. " A fumaça e as cinzas enevoavam seus olhos, e no céu viu uma grande serpente alada cujo rugido era um rio de chamas. Descobriu os dentes, mas a serpente desapareceu". Essa frase intrigou muitos leitores e deu origem a muita especulação. Se a queda de Winterfell ecoou os eventos na tenda, que levaram ao nascimento de dragões, podemos especular que o que Verão viu foi um eco mágico do nascimento de um dragão também. Um pouco antes, em A Fúria dos Reis capítulo 28, Meistre Luwin disse a Bran que " Talvez a magia um dia tenha sido uma força poderosa no mundo, mas já não o é. O pouco que resta não é mais do que o fiapo de fumaça que permanece no ar depois de um grande incêndio se extinguir, e até isso está se desvanecendo".

Os Sete de Bran

Um que também é muito incerto, mas com uma frase interessante. Hodor, Coldhands, Jojen, Meera, Bran, Summer e Leaf lutam contra as criaturas do lado de fora da caverna do Corvo de Três Olhos em Dança dos Dragões, capítulo 13. Esses são os sete, embora eles lutem contra mais de três. Alguns dos inimigos têm mantos. Há sombras e névoa pálida. "Seus olhos brilhavam como claras estrelas azuis" lembram " azul como os olhos da morte". Não temos muita coisa, mas há o seguinte: "Verão rosnava e mordia, enquanto dançava ao redor da mais próxima, uma grande ruína de homem envolta em um turbilhão de chamas.”

A Torre dos Crabb

As jornadas de Brienne of Tarth pelas Terras Fluviais em uma missão para resgatar uma donzela Stark tem paralelos da busca de Eddard Stark para resgatar uma donzela Stark. Em Festim dos Corvos, capítulo 20, Brienne tem um confronto em uma torre há muito caída, Os Murmúrios.
Nos Murmúrios, Brienne luta contra Pyg, Shagwell e Timeon. Esses três podem ser vistos como uma versão distorcida e barata dos três guardas reais na Torre da Alegria. Pyg é um animal menos majestoso que o "velho touro", Sor Gerold Hightower. Timeon é um dornês, como Sor Arthur Dayne, mas é o oposto da natureza cavalheiresca de Dayne. Shagwell é um bobo da corte psicótico sempre fazendo piadas sombrias, enquanto a única coisa que sabemos sobre Sor Oswell Whent é que ele era conhecido por "seu humor negro".
Assim como ocorreu na Torre da Alegria, há uma discussão antes da luta, mas, embora a Guarda Real tenha deixado claro que não iria fugir pelo mar estreito, é exatamente isso que os três malditos saltimbancos estão tentando fazer.
Brienne só tem dois homens consigo quando defronta os três, Podrick e Lesto Dick. No entanto, este é outro sete oculto. Sor Creighton Longbough, Sor Illifer, o Sem-Vintém, Sor Shadrich de Vale Sombrio e Sor Hyle Hunt também eram seus companheiros, mas ela os deixou para trás.
Brienne partiu em sua jornada com um escudo com o brasão dos Lothston, o mesmo morcego de Harrenhal que estava no elmo e brasão de Whent na Torre da Alegria. No entanto, no momento em que ela chega à torre há muito caída, ela provindenciou que seu escudo fosse repintado com o brasão de Duncan, o Alto, que incluia uma estrela cadente como a de Dayne. Ela é indicada a um pintor perto de uma taverna chamada Sete Espadas, batizada em virtude de sete guarda reais.

O ritual do gelo?

Considerando-se o foco em mantos e guardas reais, certamente devemos esperar que haja uma cena com três capas pretas em algum lugar. Talvez com três capas pretas em vez de brancas poderíamos esperar uma inversão: um ritual de gelo em vez de um ritual de fogo.
Existe a possibilidade de termos visto isso logo no início. De volta ao prólogo da A Guerra dos Tronos, vimos três mantos pretos em uma patrulha. Aqui, somos informados de que "nada queima como o frio". Sor Waymar Royce diz "não haverá fogo", as mesmas palavras repetidas momentos depois por Gared. Poderia ser essa a inversão, do ritual de gelo, que estamos procurando?
" O céu sem nuvens tomou um profundo tom de púrpura, a cor de uma velha mancha escura" poderia ser o equivalente gelado da iconografia de sangue/céu que vimos em outras passagens. Temos as oito mortes nos oito Selvagens mortos que os patrulheiros encontram. Temos imagens sombrias: " Sombras pálidas que deslizavam pela floresta. Virou a cabeça, viu de relance uma sombra branca na escuridão." Estranhamente, só consegui contar seis Outros, não sete - a menos que Royce conte para os dois times, depois de morto. “Will viu seus olhos, azuis, mais profundos e mais azuis do que quaisquer olhos humanos, de um azul que queimava como gelo” parece combinar com "azul como os olhos da morte". Sobre a espada de Dayne, Alvorada, nos contam que " A lâmina era pálida como vidro leitoso, viva de luz". Da mesma forma, o líder Outros aqui tem uma "espada pálida", "viva de luar". [...]
“Uma vez e outra, as espadas encontraram-se”, mas depois que o Outro tira sangue, “O golpe do Outro foi quase displicente” e a espada de Royce se despedaça. Quando Royce cai, os Outros se juntam "como que em resposta a um sinal". Poderia ser outro ritual de sacrifício de sangue que fortalece as lâminas dos Outros?
----------------------------------------------------------
Arquimeistre Rigney escreveu um dia que a história é uma roda, pois a natureza do homem é fundamentalmente imutável. O que aconteceu antes irá forçosamente voltar a acontecer, ele disse.
(AFFC, A Filha da lula Gigante) [...]

Observações e especulações

Eu disse no começo que isso é mais observação do que teoria. Tenho muitas idéias que derivam desse conjunto de observações, mas nenhuma teoria firme para extrair de tudo isso. Portanto, não apresentarei uma conclusão para este ensaio, mas sim algumas observações e especulações adicionais que, espero, inflamarão as suas. Apresento tudo isso na esperança de que alguns de vocês possam entender mais do que eu tenho entendido até agora. Espero que desencadeie algumas discussões realmente boas.
1- Muitos desses eventos dizem respeito ao nascimento de dragões. Vaufreixo viu Egg revelado como um dragão, enquanto Alvasparedes era sobre um dragão nascido da pedra. Verão viu a imagem de um dragão saindo das chamas de Winterfell. Cersei perguntou sobre as crianças meio dragão que ela teria com Rhaegar. O filho meio dragão de Dany acabou por ser literalmente meio dragão e, quando ela terminou o ritual, seus três ovos eclodiram em dragões mais literais. Acho que isso nos dá uma boa razão para suspeitar que um meio-dragão também nasceu na Torre da Alegria.
2- Há um forte rastro de sangue mágico percorrendo esses ecos. Cersei tem que se desfazer de um pouco de seu sangue, os homens de Jaime são obrigados a matar os de Ned para enviar uma mensagem, Lewin rasteja para a árvore coração para morrer, repetindo acidentalmente a antiga tradição de sacrifício de sangue em um represeiro que Bran testemunha em suas visões. O mais óbvio para o sacrifício de sangue é, claro, o ritual na tenda. Eu me pergunto se isso não realiza a ideia do sacrifício de “dois reis para acordar o dragão”. A princípio, pode parecer que Rhaego morrendo antes de Drogo contradiz “O pai primeiro e depois o filho, para que ambos os reis morram”, mas se o espírito de Rhaego entrou no corpo de Drogo, então, sem dúvida, ambos estão vivendo como rei na hora da morte. Uma alternativa poderia ser que isso é como a questão dos dragões e do gênero, um caso de interpretação incorreta. Ninguém realmente precisa ser coroado rei para ter sangue do rei, então talvez qualquer pai e filho da realeza satisfaça.
Com isso em mente, pode ser que a Torre da Alegria represente uma versão interrompida do mesmo ritual. Rhaegar morreu no Tridente e seu corpo foi queimado. Para completar o ritual então, devemos esperar ver seu filho queimado também. Há uma boa razão para pensar que isso está prestes a acontecer, com Melissandre queimando o corpo de Jon na Muralha. Haverá outra eclosão quando o ritual iniciado na Torre da Alegria for concluído? “Mate o menino...”
3- Há um maegi na tenda de Cersei, bem como havia na de Drogo. Há um meistre na queima de Winterfell e na Fortaleza de Maegor. Também pode haver uma figura semelhante em Alvasparedes. Isso é completamente especulativo, é claro, mas há uma tropa de anões que aparentemente são agentes de Corvo de Sangue que roubam o ovo do dragão. Um desses anões poderia ter sido o Fantasma do Coração Alto? Howland Reed, com seu treinamento de vidente verde, pode ter desempenhado um papel semelhante na Torre da Alegria. Outra possibilidade intrigante é que o Fantasma pode ter sido trazido para a Torre da Alegria das Terras Fluviais com Lyanna. Quando Arya encontra o Fantasma no Coração Alto, o Fantasma já sabe quem ela é, mas reage com consternação ao vê-la de perto. Talvez seja porque a aparência de Arya lembrava a de Lyanna? Isso poderia responder perfeitamente à pergunta de quem estava cuidando de Lyanna e quem eram “eles” que encontraram Ned com Lyanna, quando apenas Howland havia sobrevivido.
4- Solarestival pode ter sido outro desses eventos. Temos muito poucos detalhes, mas sabemos que pelo menos um guarda real estava lá, Duncan, o Alto, que parece estar envolvido nesses ecos de alguma forma. Após a morte de Duncan em Solarestival, o comando da Guarda Real passou para Sor Gerold Hightower, descrito em O Mundo de Gelo e Fogo como o novo jovem comandante. É razoável especular que Dunk não foi a única fatalidade da guarda real ali, ou podemos esperar que uma guarda real mais velho ocupasse o lugar de Dunk. Será que haviam três lá? Havia sete ovos, talvez como os sete que enfrentavam os três. Temos um presente de bruxa da floresta e um castelo queimado até o chão. Da canção de Jenny, temos “
No alto dos salões dos reis que partiram, Jenny dançava com os seus fantasmas...“. O que pode trazer à mente as sombras dançando na tenda. Temos a morte de um rei e o nascimento de um dragão, Rhaegar. Podemos especular que Duncan, o Alto, o pobre Dunk, o Pateta, apesar de ter vivido mais desses ecos do que qualquer um, atrapalhou os dragões de eclodirem ao resgatar Rhaegar.
O que sabemos sobre Solarestival é que a intenção de Jaehaerys era cumprir uma profecia sobre a criação de dragões, e isso por si só se encaixa no simbolismo que temos aqui. Sabemos que Rhaegar tinha motivos para acreditar que ele era o príncipe nascido em meio a sal e fumaça por causa de Solarestival, então ele achou importante. Obviamente, isso é algo altamente especulativo, mas se descobrirmos que havia três guardas reais em Solarestival, reservo-me no direito de dizer “eu avisei”!
5- A idéia de Targaryens bebendo fogovivo para se tornar dragões sempre pareceu plenamente louca. Talvez eles soubessem mais do que nós, e estavam tentando se tornar o homem em chamas, que cavalga no cavalo de fogo?
6- Me pergunto se o garanhão vermelho é um símbolo do cavalo-em-chamas. Dizem-nos que os dothraki acreditam que as estrelas são cavalos de fogo. É interessante considerar que um dragão também é um cavalo de fogo. Pode ser que em algum sistema totêmico, o advento dos cavaleiros de dragão Targaryen significasse que o dragão veio substituir o cavalo de fogo.
7- Há muito simbolismo animal envolvido, frequentemente repetido em vários desses eventos. Gostaria de saber se isso representa algum panteão antigo de divindades animistas: O Urso, o Javali, o Veado, o Lobo, o Morcego, o Touro, o cavalo em chamas / homem em chamas (cavalo e cavaleiro em chamas?
8- O aviso de GRRM sobre o sonho febril na Torre da Alegria, de que não devemos interpretar muito literalmente, é interessante, pois pode refletir o GRRM nos alertando que o que vimos não é a realidade mundana que vimos em outros momentos.
9- A semelhança entre o seqüestro do irmão de Jaime e o seqüestro da irmã de Ned pode ser motivo para pensar que Lyanna foi sequestrada na Estalagem da Encruzilhada. Isso criaria uma simetria interessante de eventos, já que o Vau Rubi, onde Rhaegar morreu, está ali próximo.
10- Existem sobreposições e diferenças, mas podemos começar a considerar uma lista de sinais que parecem ser compartilhados por vários exemplos diferentes:
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.05.14 05:53 DreadOracle Uma vida fictícia

Nunca me faltou nada. Amor, carinho, conforto e apoio. Eu tenho tudo isso, então que direito eu tenho de me sentir tão vazio?
Quando criança, eu era apaixonado por criar estórias em quadrinhos, pouco me importando se haveria alguém para imergir no mundo que eu criei ou não. Ainda bem novo, eu e meu irmão começamos a brincar de interpretar personagens antes mesmo de saber que isso se chamava roleplay. Fizemos isso por longos anos, mas arrisco dizer que essa prática havia se tornado algo mais importante pra mim do que era pra ele. Eu não precisava de amigos, ou uma namorada (embora eu até desejasse uma), porque viver naquele mundo que eu e meu irmão criamos supria todas as minhas necessidades.
Até que começamos a brigar.
Na medida que amadurecemos, nossas ideias começaram a divergir. Eu, por ser mais novo, frequentemente me vi numa posição de submissão em que eu precisava aceitar o que me era imposto, apenas para não perder contato com aquele mundo que uma vez já chamei de lar. Mas eu só estava adiando o inevitável. Cedo ou tarde, chegaria o dia em que eu explodiria em ódio e ressentimento, arrebentando aquelas correntes que me aprisionavam no que havia se tornado uma relação psicologicamente tirânica. A semente da depressão foi plantada.
Prometi aos meus personagens, agora órfãos de um mundo, que os daria um lugar para viver. Nisso, escrevi um livro. Apresentei a minha história para alguns amigos que, para minha surpresa, gostaram muito do enredo; até que um desses acabou criticando duramente aquela obra que eu escrevi com tanto carinho: "Não curto historinhas de princesa da Disney". Como eu não tinha maturidade para lidar com críticas naquela época, eu olhei para meu trabalho e senti vergonha de mim mesmo. A partir dali, eu me comprometi a reescrever a estória até que ela estivesse bem distante de algo que pudesse ser chamado de "Disney". E foi assim que eu, depois de muito reescrever, subtraí todas as cores daquele universo mágico e o transformei em um império industrial esfumaçado, amaldiçoado pela praga e a indiferença dos ricos. O que antes era uma aventura cheia de conquistas, se tornou um passeio pela decadência humana. E ainda assim, eu não sinto orgulho do que eu criei.
Palavras não eram o bastante.
Obcecado por dar vida aos meus personagens, eu persegui o ramo artístico e me fascinei com as possibilidades da computação gráfica desde bem cedo. Antes mesmo das coisas darem erradas com meu irmão, eu já fazia meus primeiros joguinhos 2D com o Game Maker. Mas ainda assim, não era o bastante. Já fazem anos que eu me dedico a aprender modelagem, escultura e animação 3D, porque nada me traz mais satisfação do que vê-los respirando, piscando os olhos e andando. Então, se eu não puder ganhar a vida com isso, eu vou morrer tentando.
Mas ainda falta alguma coisa.
O único motivo pelo qual eu cheguei a pagar várias mensalidades de World of Warcraft era para poder me conectar com as pessoas através da interpretação de personagens (e porque eu amo draenaias). Vivenciei experiências incríveis que eu pensei ter morrido no mundo que eu havia criado com meu irmão. Mas também experimentei momentos ruins que me marcam até hoje. Meu deus, é só um jogo!, você deve se sentir tentado em dizer. Mas eu aprendi que coisas são apenas coisas, e que a diferença está no valor que atribuímos a elas. As imagens podem não ser reais, mas os sentimentos não são computação gráfica também. Parece óbvio, mas eu precisei de uma terapeuta para me dizer isso, porque eu nunca quis aceitar o impacto que o mundo irreal tinha sobre mim. Na verdade, eu nem gosto de chamar isso de "irreal", porque isso seria negar qualquer forma de experimentar essas realidades apenas por não serem palpáveis.
Enfim, eu me frustrei com World of Warcraft.
Meu último projeto no Game Maker foi um joguinho simples voltado para interpretação de personagens, onde você carrega uma imagem de fundo para representar o lugar onde a história vai se passar, usa fotos de avatar para representar os personagens, coloca sons de ambiente, música, e usa do teclado para tocar uma variedade de efeitos sonoros, desde passos até tiros de laser e magia. Nada muito complexo. Ah, e claro, tem um chat também, embora foi se tornando menos usado, já que eu e meu irmão sempre fizemos as vozes dos personagens, como se fossemos dubladores mesmo.
Mas dessa vez, eu estava lá, sozinho.
Usando uma foto minha em preto e branco, criei um personagem para representar a mim mesmo ali e, pela primeira vez em muito tempo, conversei com meus próprios personagens. Eu enlouqueci enfim, foi o que eu pensei. Sim, era eu conversando comigo mesmo. Eu criando e respondendo as minhas próprias perguntas, respeitando as crenças e personalidade de cada um deles. Alguns pareciam me desprezar, outros tentam me ajudar, preocupados comigo. Mas todos querem viver. Alguns mais, outros menos, todos anseiam por uma forma de se manifestar no mundo real, mas alguns sabem que minha sanidade está em jogo e respeitam essa condição que me torna dolorosamente humano. Minha psicóloga já tirou o peso da esquizofrenia das minhas costas, me dizendo que o que eu faço é chamado de Imaginação Ativa, uma forma de se comunicar com as figuras do inconsciente através de sua personificação. Ela até se mostrou bastante interessada no conteúdo desses diálogos, que eu passei a escrever e levar para as consultas. Se não fosse por ela, eu até hoje não me levaria tão a sério.
Estou cansado. Exausto.
A jornada à frente é longa, e tudo que eu tenho são essas vozes que eu personifiquei para me fazer companhia. Elas se tornaram minha ferramenta para suportar a solidão. As vezes me surpreendo e até me emociono com as coisas que eu "escuto". Me sinto mais acompanhado pelos meus personagens do que por muitas pessoas fisicamente presentes. Eu não sou um suicida em potencial, embora já tenha tirado meu próprio sangue, apenas para me sentir mais vivo. Só espero conseguir cumprir o meu propósito antes de ensandecer; quem sabe, transformando toda essa desgraça em entretenimento.
"A solidão não chega por você não ter pessoas ao seu redor, e sim por não conseguir comunicar as coisas que são importantes para você, ou por manter certos pontos de vista que os outros consideram inadmissíveis" — Carl Jung
submitted by DreadOracle to desabafos [link] [comments]


2020.05.13 01:31 tatudo1 Excesso de politicamente correto

Bem eu sou da opinião que a nossa sociedade é excessivamente politicamente correta, ao ponto de nos tirar a liberdade de expressão, ou seja nós em alguns casos não podemos dar a nossa opinião da forma como pensamos, mesmo sabendo que não estamos a faltar ao respeito a ninguém.
Hoje deparo-me com uns vídeos de um tal concorrente de um programa da tvi (Big brother 2020) onde ele basicamente é “acusado” por uma colega de ser mulherengo e ele em tom de brincadeira basicamente diz que prefere ser mulherengo a ser e com a cabeça aponta para um suposto homossexual. Esse rapaz por este comportamento foi basicamente enxovalhado num direto de emergência desse tal programa para ser advertido e punido por descriminação sexual. Deram um peso aquela brincadeira como se o homem tivesse morto alguém.
Posto isto todos os concorrentes viram a imagem dessa situação e todos ficaram do lado dele incluindo o homossexual, este foi o que o defendeu mais pelo que me apercebi são bastante amigos.
Com isto quero dizer o que?
Se fosse o homossexual a dizer “Prefiro ser homossexual que gostar de mulheres” ele ia ser visto como um grande herói, no entanto, dizer que prefere gostar de mulheres a ser homossexual é visto quase como um crime, foi acusado de descriminação sexual e punido.
Se um homem diz que tem orgulho em ser homem é machista e cai-lhe tudo em cima, se uma mulher diz que tem orgulho em ser mulher é a maior e todos lhe batem palmas.
Se um branco diz que tem orgulho em ser branco é racismo se um preto diz que tem orgulho em ser preto é o rei.
Basicamente eu respeito todos não ligo a religiões, raças, sexualidade... Somos todos seres humanos e merecemos todos o mesmo respeito, no entanto, acho que vivemos num tempo onde toda esta sociedade do politicamente correto é insuportável.
submitted by tatudo1 to portugal [link] [comments]


2020.05.03 12:20 shakadevirgem Tem que imanentizar o escathon, meu filho. Tem que imanentizar o negócio, porra!

Uma história velha dos tempos do orkut, a melhor parte é o final:
"O que eu vou postar não tem muita relação com o assunto em pauta, mas gostaria de compartilhar uma quase experiência sexual que me foi muito aterrorizante. Foi durante um curso de filosofia na casa de um professor anti-comunista que fiz durante as férias do meio do ano, em 2006. Neste relato, vou chamar a pessoa que quase me violentou de “Professor”.
O Professor sempre adotou um sistema no qual é bastante enfatizada a confiança do aluno no mestre, de forma quase hindu.
Eu tendia a considerar isso um traço “personalista”, comum à nossa cultura ibérica, no dizer de Sergio Buarque de Holanda.Esperava-se de cada aluno que se tornasse próximo pessoalmente do Professor. É bem verdade, devo observar, que boa parte de seus alunos eram escandalosamente efeminados, do tipo que ficava a esfregar as mãozinhas de contentamento e a dar pulinhos a cada análise mais sagaz. Mas fiquei na minha. O puxa-saquismo chegava a ser repugnante às vezes. Havia uma estranha devoção pela figura da senhora mãe do Professor , de quem ele falava muito – havia um enorme retrato dela na parede, em preto e branco, numa antiga cadeira de balanço; senhora respeitável de tipo rural, de óculos redondos de professora, pitando um cachimbo no canto da boca e com uma espingarda do lado . Alguns alunos carregavam na carteira cópia em miniatura desse retrato, para minha estranheza (!!!!!!!)
Uma vez, de forma pueril, eu caçoei disso, e um dos alunos me olhou com desprezo e disse que eu era um fraco e que era dominado pela minha “mentalidade revolucionária” .
Comerciais na TV (comerciais de home theater, por exemplo) que falavam em “revolucionar” a forma como vemos TV eram interpretados como propaganda comunista gramsciana e cousas do gênero. É verdade que eram os próprios alunos que levavam esse tipo de cousa a cabo, sem a participação direta do Professor, mas ele no mínimo compactuava por omissão com essa palhaçada toda – desconfio que se divertia/se diverte com isso.
Havia sim um clima de patrulhamento ideológico e os alunos se policiavam (inclusive uns aos outros) observando sempre em si mesmos e no próximo traços de “mentalidade revolucionária”, cultivando um misto de individualismo e moralismo, aliado a uma necessidade de ser “politicamente incorreto”. Muitos começaram a fumar, mesmo sendo asmáticos de andar com bombinha e a falar os palavrões mais cabeludos, com suas vozezinhas afetadas.
Eu considerava que o professor, independentemente de suas excentricidades e defeitos, tinha lá bastante a ensinar, como de facto tem, e evitava me aproximar desse núcleo interno mais chegado. O professor às vezes me olhava de rabo de olho e dizia que eu era difícil, mas que ele ainda me conquistaria (é, nessa altura eu já devia ter desconfiado que alguma cousa ali estava errada).
Havia mesmo um aluno, o mais puxa-saco de todos, que vivia sempre com um bloquinho na mão, no qual, por meio de notas taquigráficas, anotava TUDO que o Prof. dizia – a todo momento, mesmo nas conversas informais, durante o café, o break coffe, em frente a lareira etc. Anotava cada comentário, cada tossido – era inacreditável. Depois passava a limpo num bonito caderno com capa de couro, o qual os alunos chamavam de “Daily words”.
O mais bizarro é quando fiquei sabendo que um grupo de alunos mais chegados se revezavam para, em duplas ou trios, irem fazer cafuné no Professor até ele adormecer (na hora da sesta). Um deles era elogiado pelo Professor por ter expressivos “negros olhos andaluzes” ou algo assim.
O Professor gostava de constranger os alunos mais tímidos (que só o chamavam de Sr. Dr. Professor) com piadas obscenas e histórias pornográficas envolvendo “travecos” e “putas”. Gostava de pegar na mão deles e beijar-lhes a testa de forma barulhenta.
Eu ingenuamente tomava isso tudo por puxa-saquismo, latinidade efusiva de brasileiro, babação de ovo e excentricidade. Até porque o Professor encarnava o “professor excêntrico”, sempre mal barbeado, cheirando mal, impregnado de tabaco e os cabelos sem pentear. Reparo que relatando assim, soa mais abnormal do que eu pensava.
Uma vez quando ficamos a sós porque eu tirava algumas dúvidas sobre a opinião de René Guénon acerca da benignidade do capitalismo liberal, e já anoitecia, o professor se ausentou pra ir pegar cigarros, deixando-me sozinho na biblioteca. O que vou relatar agora é extremamente constrangedor e soa inventado, de tão pitoresco.
Vamos lá.
Antes d’ele voltar, ouvi que tinha colocado para tocar música árabe em alto volume, o que me causou espanto (embora eu soubesse que o Professor é muçulmano). Eis que de súbito adentrou o cômodo inacreditavelmente trajando uma roupa de odalisca, do tipo de dança do ventre e sem sua dentadura (eu nem sabia que usava), mexendo o abdômen flácido e peludo à maneira das dançarinas profissionais, com o pinto de fora.
É.
Enquanto encenava esse espetáculo grotesco o Professor gritava como louco, a voz rouca, embargada e guturalizada como um Exu, afetando sotaque de preto velho de Minas: “Tem que imanentizar o escathon, meu filho. Tem que imanentizar o negócio, porra!” e complementava: “cê vai acabar engraxando sapato de vampiiiiiiiiiiiro, meu filho!”, subindo o tom na sílaba tônica de vampiro qual falsete.
Eu assistia isso pasmo. Ao fundo podia ouvir uma risadinha feminina irritante de alguém que não pude ver, mas que aparentemente se divertia observando-nos, não sei de onde. Quando começou a se aproximar de mim, de pinto duro, contornei-o e saí rapidamente da sala e de sua casa, de saco cheio daquela merda.
Ocasionalmente ainda vejo essa imagem em alguns pesadelos dos quais acordo bastante perturbado."
submitted by shakadevirgem to brasilivre [link] [comments]


2020.04.08 17:00 Apoc14 Araburu, Brasil e sexo

Araburu, Brasil e sexo
Esse anime é muito bom porque representa muito bem a adolescência, etc etc.
O que eu quero abordar é a diferença cultural do japão e do brasil a partir do que se vê em anime e na vida real aqui na terra da feijoada
Vou evitar falar coisas que precisem de pesquisa porque aqui é tudo informal e direto da cabeça, focando no que os animes passam e não como é a cultura lá exatamente, por isso eu escolhi esse anime que é dito como mais "realista"
O principal e que me motivou a escrever isso em primeiro lugar é a diferença na expressão da sexualidade em animes e na vida real (sexualidade sem ser no sentido de gay, lésbica, bi, etc.) e como anime de vida escolar coloca uns marmanjo de colegial ficando todo envergonhado quando fala de sexo
No caso de Araburu é bem feito porque mostra exatamente o período de transição e o choque envolvido pra alguns mas ao mesmo tempo pelo menos assume-se que vai ter um amadurecimento posterior. Agora voltando a desordem e regresso, aqui desde cedo a maioria é bombardeada com imagem e descrição de sexo de uma forma que fica um tanto banalizada e diminui o impacto de algumas coisas
Lembrando que cada um faz o que quiser, só to expressando minha opinião
Pros brasileiros que assistem anime, pelo menos foi assim pra mim, imagino que deve acontecer uma de duas coisas, ou quebra a imersão desses anime ou cria uma expectativa meio errada a respeito de todo esse negócio de interação social e relacionamento
Pessoalmente não acho que tem que ser tudo estrito e conservador pra krl sem ninguém nunca aprender sobre sexo (igual em shimoneta, muito divertido por sinal) mas o ideal pra mim seria que pelo menos tivessem sentimentos reais envolvidos
Aproveitando o gancho, punpun e araburu explicam muito bem a sopa de desgraça que é uma relação humana, nada é preto no branco e as decisões muitas vezes não fazem sentido de um ponto de vista objetivo, igual muita merda que nos fazemos
Essa complexidade humaniza bastante os personagem e enriquece a historia
Concluindo, muitos anime romcom criam uma imagem caricata da juventude, onde todas mulher são donzelas puras e homem ou é celibato ou completamente pervertido
Isso cria um distanciamento com o que eu imagino que seja a sociedade japonesa normal e uma maior ainda com a nossa sociedade brasileira
Deixando claro que tudo isso eu to falando diretamente da cabeça sem pesquisar nada então qualquer coisa errada ta errada e vida que segue
Link do meu post original no twitter
https://preview.redd.it/64hajyyszlr41.jpg?width=750&format=pjpg&auto=webp&s=c7bde9a151cb2e572f458343215d728c0f4e3718
submitted by Apoc14 to ReinoKawaii [link] [comments]


2020.04.07 14:15 Finnsm KARIN WALDEGRAVE DESMISTIFICANDO

Karin Catherine Waldegrave é um dos maiores mistérios dos últimos tempos. A partir de 2011, seu perfil no Facebook passou a registrar publicações estranhas e sem conexão com o seu histórico, isso porque a mesma dedicava pouco mais de 12 horas para escrever seus textos que estavam em múltiplas línguas, pelo fato de Karin possuir uma alta escolaridade e, consequentemente, ser poliglota, referente ao fato de que em seus dados de perfil, constava que a mesma seria PhD na Universidade de Toronto, ser fluente em Francês, Estoniano, Russo, Latim e Alemão.
Uma de suas fotos espalhadas pela internet.
Postagem referente ao seu PhD.
Suas publicações, estavam recheadas de comentários, como se ela estivesse conversando com sigo mesmo, porém, o que chamava mais atenção era principalmente a velocidade na qual Karin digitava, escrevendo pouco mais de 700 respostas em uma hora, o que fica mais bizarro quando ela passa a tratar de assuntos governamentais e conspiracionistas, especificamente sobre FBI, CIA e os homens de preto, dizendo que era perseguida por estes.
Peço desculpas pela qualidade da imagem, porém podemos ver que a diferença de tempo é realmente miníma.

Um dos exemplos dos comentários na qual a mesma postava.
POSTS SALVOS:
• 'Além disso, a rede de criminosos criminosos criminosos que construiu nosso prédio de condomínio de luxo em 1997 devem parar de tomar tommery e realizar ativismo social assediando os proprietários de uma variedade de maneiras, incluindo a entrada nos apartamentos com um tipo de chave mestra na ausência dos donos. Vender aposentados casais empresariais, veteranos de guerra e casais jovens casados ​​com crianças de idade infantil e sem (também considerando outros residentes, como jovens profissionais como contabilistas como locatários no edifício) US $2,5 milhões em imóveis (nós, por exemplo, estamos casados E têm sido cônjuges por 8 anos em um casamento longo, um segundo casamento longo e fiel para nós dois - donos de casa ao longo da vida no Canadá, ambos com a exceção de 1947 - 1952), continuando peeping ao longo dos anos e outro comportamento de invasão casa por freqüentes batidas na porta.'
MISTÉRIOS:
Um dos pontos a serem discutidos é sobre a saúde mental de Karin, visto que muitos acham que ela era esquizofrênica, por criar e responder seus próprios comentários sem nenhuma conexão entre eles, especificamente quando analisamos seu comportamento, chamado de 'salada de palavras'.
• Será que Karin realmente era uma 'mente à frente do seu tempo?' e sim, sabia de relações escondidas, por isso, venha a ter sumido e apagado seu perfil no Facebook? O que sabemos, é que seu paradeiro consta como 'desaparecida' desde 2016, porém pessoas ainda guardam suas publicações e elas podem ser acessadas hoje em dia.
• Algumas pessoas no /x/ do 4chan, supostamente descobriram informações de seu ex marido e pais, muito provavelmente comunicando-lhes do fato de que sua ex esposa e filha (respectivamente) era louca e possuía sérios problemas mentais.
Mais uma sugestão que faço para o desmistificando, essa deu um pouco mais de trabalho porém foi muito legal fazê-la.
FONTES:
https://www.reddit.com/UnresolvedMysteries/comments/9kjssf/the_bizarre_case_of_karin_catherine_waldegrave/
https://www.reddit.com/UnresolvedMysteries/comments/9kjssf/the_bizarre_case_of_karin_catherine_waldegrave/
https://www.reddit.com/UnresolvedMysteries/comments/527bkj/captain_kutchies_famous_pies_that_never_existed/
Para quem quiser se aprofundar no assunto, recomendo pesquisar sobre 'Captain Kutchies', já que ele é parte importante desse quebra-cabeça e vale realmente a pena ler a história que cerca este mistério.
PUBLICAÇÃO SOBRE ESTE CARA: https://www.reddit.com/UnresolvedMysteries/comments/527bkj/captain_kutchies_famous_pies_that_never_existed/ a
submitted by Finnsm to fabricadenoobs [link] [comments]


2020.03.28 19:45 Braitow A Crise em Meio à Crise

Hoje faz 5 dias que passo as noites em claro. Foi-se o tempo da ingenuidade e da ignorância. Como em um pesadelo dos que se tem poucas vezes na vida, sinto um medo profundo pela fragilidade da minha realidade. Acordo como recebesse uma injeção de adrenalina. Acordo?
Não dormia. Segue uma euforia que esmaga o medo pelo peso da realidade concreta e inabalável: todas as maravilhas que o futuro nos espera, o conhecimento, as descobertas e os milagres da ciência e da arte e a iluminação da escuridão do universo. Levanto-me.
Sou médico, jovem e tenho histórico de atleta (maratonista). Dos valores, a vida humana e a ciências são os maiores. Converso por mensagem com meu colega de doutorado:
- Já conseguiu os dados da sintomatologia dos casos de COVID-19 do Ministério da Saúde?
- Cara, esses dados não existem. Só temos a prevalência de comorbidades e o censo de 2010 do IBGE. A secretaria de saúde diz que usa os do site do G1, que são razoáveis, e que não têm nada muito melhor no Brasil hoje.
A euforia vira ansiedade. Como manejam a vida de tantos sem informações confiáveis e embasamento científico? Como propõe isolamento seletivo, se não sabem onde mora a população idosa? Como estimar a necessidade de leitos de UTI, sem testar casos suspeitos? Não veem que as diferentes políticas de testagem tornam as curvas dos países incomparáveis?
E a vó Helena e a vó Maria, com seus 86 e 77 anos? Não podem pegar o corona! Será que sabem que morrem praticamente todos da idade delas que são internados?
O aperto do peito torna-se um aperto de punho: justo agora que comecei o doutorado em neurociências. Em abril já deveria ter dados dos pacientes com Alzheimer. Preciso ler mais sobre novos tratamentos e quais testar nos experimentos.
Toma-me a imagem da vó Maria - sempre tão culta -, professora do nosso Estado em seus tempos áureos e fonte inesgotável de cultura. Não sabe mais o ano em que estamos.
Dizem que carregamos uma ampulheta que corre grão a grão até o dia da nossa morte. No Alzheimer, os últimos grãos teimam cair e – como a realidade virasse de ponta cabeça – devolvem ao indivíduo a ingenuidade e ignorância da infância. Corro contra o tempo.
Recebo mensagem de colega médico que trabalha em hospital de referência para atendimentos de COVID-19:
- Brito, os caras tão assustados. Pessoal mais velho pediu afastamento e ficaram só os contratados jovens. Até alguns de 40 caíram fora. Ninguém tá preparado pra isso. As UTIs já funcionam a 75% da capacidade normalmente. Não dá pra subir os casos!
Discuto com alguns colegas pesquisadores. Vasculhamos bancos de dados dos governos do estado, federal e da prefeitura. Captamos dados manualmente de hospitais da cidade. Em isolamento domiciliar, o cansaço informa mais o horário do que o relógio na madrugada.
- Conseguimos precisar onde está a população vulnerável com esses dados? Podemos projetar a demanda de leitos de UTI nas próximas semanas?
- Só estimativas... dá pra ter alguma ideia. Amanhã mostramos nossos resultados.
No sonho, a natureza probabilisticamente determinística da realidade não determina nada. Sonho a realidade dos meus filhos sem velhice, sem Alzheimer e sem coronavírus: sim, a ciência dará a vida eterna! Acordo, novamente eufórico. Já é manhã. Preparo o café preto. Preciso revisar antes das 10h o material para enviarmos ao poder público.
Vejo meus e-mails e a euforia se esvai. Prezado aluno: a CAPES, do Governo Federal, acaba de cortar 26% das bolsas de pós-graduação da Universidade, inclusive a sua. Cortaram de muitas instituições que fazem ciência de alto nível e de histórico impecável. Os alunos podem cancelar a matrícula até metade de abril, sem custos.
Mas como?! No meio da pandemia? Os doutorandos não são fundamentais para a pesquisa sobre o COVID-19? Acabei de largar meu emprego com CLT para me dedicar exclusivamente para a pesquisa e a ciência!!! Como ficam todos projetos em que participo?! E os pacientes com Alzheimer?!
Agora entendo as rachaduras no concreto da realidade de quem é pesquisador no Brasil. Aparentemente apenas a atividade religiosa é serviço essencial para o país. Talvez o futuro sonhado tenha que ficar para meus netos.
Guilherme Camargo Brito
Médico formado pela PUCRS Pós-graduando do Programa de Pós-graduação em Medicina e Ciências da Saúde da PUCRS Colaborador da Força-tarefa PUCRS/InsCer COVID-19
Abaixo assinado para reversão da Portaria da CAPES que corta as bolsas: https://bit.ly/33Yczm3 No fb: https://www.facebook.com/gctbrito/posts/2806159416104266
submitted by Braitow to coronabr [link] [comments]


10+ Melhores Ideias de Imagem em preto em 2020 silhueta ...